BAÚ DO VEIGA

SUV que a Volkswagen cancelou deu origem ao Kia Soul?

Modelo poderia ter chegado ao mercado nos anos 2000, mas marca alemã só lançou modelo do gênero mais de uma década depois

Publicidade
SUV cancelado pela Volkswagen de frente
Modelo poderia ter chegado ao mercado logo depois da primeira geração do EcoSport Foto: Luiz Alberto Veiga/Instargarm/Reprodução

Quando revelou o Logus reestilizado, que acabou sendo cancelado, o ex-designer da Volkswagen Luiz Alberto Veiga comentou sobre um projeto de um SUV. Ao que parece, o estilista queria mesmo criar um utilitário: nesta quinta-feira (04) ele divulgou outro modelo desse gênero, já desenvolvido em Potsdam, na Alemanha, a partir da plataforma PQ-24 do Fox, mas igualmente descartado.

Enquanto o primeiro SUV idealizado pelo designer da Volkswagen data de meados da década de 90, o mocape do segundo modelo é de 2007: ou seja, pouco mais recente que o Fox, cujo lançamento ocorreu em 2003. Se serve de consolo, ao menos esse então novo projeto acabou dando origem ao Kia Soul: curioso, já que as marcas alemã e coreana não têm relação empresarial.

Veiga não citou muitos detalhes sobre essa espécie de intercâmbio do projeto; disse apenas que “a ideia foi parar na Kia”. Porém, o mais provável é que outro designer, que se transferiu da Volkswagen para a marca coreana em 2006, tenha aproveitado os preceitos do tal SUV. Esse profissional é Peter Schreyer, que ainda hoje atua na multinacional.

Proporções do Kia Soul são muito semelhantes às de SUV que a Volkswagen cancelou

Em 2006, a Kia já trabalhava no projeto que originou o Soul: ele foi revelado como carro-conceito no Salão do Automóvel de Detroit daquele mesmo ano e já antecipava alguns traços do modelo definitivo, como o formato dos faróis e das janelas laterais. Porém, o teto era mais baixo, de modo que não havia a silhueta de SUV. Aparentemente, Schreyer modificou essa característica, deixando o veículo mais altinho.

No fim das contas, o Kia Soul acabou sendo lançado em 2008. Ele não era exatamente um SUV, uma vez que a carroceria era elevada, mas o vão livre do solo, não: desse modo, estava mais para crossover mesmo. De qualquer modo, o design do modelo chamou muita atenção e ajudou a consolidar a filosofia de estilo de Schreyer.

SUV da Volkswagen poderia ter sido pioneiro

Caso tivesse sido aprovado, o SUV da Volkswagen poderia ter nadado de braçada na categoria. Ao que parece, ele seria o primeiro concorrente do Ford EcoSport, que inaugurou o segmento justamente em 2003. Com o cancelamento, o pioneiro só ganhou rival direto em 2011, com a chegada do Renault Duster. “Pai” do projeto, Veiga também acredita que o modelo teria feito sucesso:

“Eu tinha certeza que as SUWs (sigla de Sport-Utility Wagon, como esses modelos eram chamados na época) seriam muito bem aceitas, principalmente em mercados como o da América do Sul e os dos países asiáticos”.

Luiz Alberto Veiga, ex-designer da Volkswagen

A Volkswagen só lançou um SUV compacto mais de uma década depois, em 2019: o T-Cross. No ano seguinte, veio também o Nivus, que estreou a carroceria ao estilo fastback entre os compactos.

Baú do Veiga

O ex-designer da Volkswagen vem revelando vários projetos cancelados pela Volkswagen por meio do Instagram. Entre os modelos postados por ele, estão as reestilizações do Golf e da Kombi, o Voyage “Bolinha” e uma picape Santana. Veiga trouxe à tona até um produto da Ford: um hatch compacto baseado no Gol, idealizado na época da Autolatina.

Testamos o Nivus, SUV compacto da Volkswagen: assista ao vídeo!