UAI

Ford Focus 2015: 10 fatos sobre o hatch que deixou saudade

Terceira geração do modelo perdeu um pouco da essência, mas é opção de hatch médio com bom desempenho

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Terceira geração do Ford Focus trouxe um desenho mais moderno, bem diferente das gerações anteriores
Terceira geração do Ford Focus trouxe um desenho mais moderno, bem diferente das gerações anteriores Foto: Terceira geração do Ford Focus trouxe um desenho mais moderno, bem diferente das gerações anteriores

Saudades de quando tínhamos hatch médio para dar e vender. No início de 2010, o mercado brasileiro tinha pelo menos 10 carros na categoria. Entre eles, um dos melhores era o Ford Focus.

O modelo sempre se destacou pela construção. Entre os fatos mais marcantes sobre o Ford Focus, desde a primeira geração, está sua suspensão multibraço traseira e seu acerto dinâmico apurado. Além de conjuntos mecânicos que entregam desempenho na medida.

O Ford Focus 2015 já é da terceira e derradeira fase do hatch médio. Tem versões com boa relação custo/benefício e motor mais potente com injeção direta de combustível.

Veja agora 10 fatos sobre o Ford Focus 2015.

ford focus se 1.6 hatch medio modelo 2015 azul escuro de lateral no asfalto em movimento
O hatch médio tinha a difícil missão de encarar o VW Golf, que era líder no segmento

1 - Trajetória do Ford Focus no mercado brasileiro

Antes de mais nada, vamos falar um pouco da história geral do Ford Focus. Produzido na Argentina, o carro foi lançado em 2001, menos de dois anos após sua estreia na Europa.

Seu principal alvo sempre foi o Volkswagen Golf, meio que "entidade" do segmento de hatches médios. Mas o Ford Focus também teve no Mercosul variante sedan para tentar fazer uma graça na categoria que sempre foi protagonizada pela dupla Toyota Corolla e Honda Civic.

Porém, foi o hatch do Ford Focus o que teve sucesso de fato. De qualquer forma, a gama ganhou novas gerações em 2008 e em 2013, esta última foco de nossa reportagem.

Em 2015, o Ford Focus passou por uma última reestilização. Quatro anos depois, teve a produção encerrada na Argentina, já dentro das novas estratégias da marca estadunidense de focar apenas em SUVs e picapes.

ford focus se 1.6 hatch medio modelo 2015 azul escuro de traseira no asfalto estatico
Nesta geração o hatch médio ganhou traseira mais robusta, com lanternas

2 - Como é a terceira geração do Ford Focus?

O Ford Focus na sua ultima fase usa a plataforma C2, que serviu também a modelos da Volvo (o antigo hatch-cupê C30) e ao Mazda 3. No caso do hatch médio, trata-se de uma arquitetura que confere ao modelo um bom comportamento dinâmico e estabilidade eficiente.

O carro deixou de ser feito globalmente em 2019. Mas sua arquitetura não morreu. A plataforma C2 ganhou sobrevida com os lançamentos do SUV Bronco Sport e da picape Maverick.

3 – Desempenho melhor com o motor Duratec

Um dos fatos diferentes que o terceiro Ford Focus trouxe está no conjunto mecânico. A linha deixou para trás os motores Zetec e adotou o 1.6 16V da familia Sigma.

Apesar do baixo nível de vibração e do melhor consumo, as unidades 1.6 não tem o desempenho mais forte do Zetec. Não que seja manco, mas deixa a desejar em arrancadas e retomadas.

A diversão é garantida nas opções com o Duratec, que nesta fase ganhou injeção direta. O 2.0 de quatro cilindros gera respeitáveis 178cv com etanol e 175cv, com gasolina. A única questão é que o propulsor trabalha com a transmissão Powershift, sobre a qual já falaremos.

ford focus se 1.6 hatch medio modelo 2015 azul escuro cofre do motor estatico
Motor 1.6 proporciona desempenho mais tímido, sem entusiasmo

4 – Mudanças focadas na concorrência

O Ford Focus de terceira geração perdeu um pouco daquela pegada mais apurada. Não que tenha virado uma banheira, mas as respostas da direção e a calibragem da suspensão são um pouco mais anestesiadas que nos dois primeiros Focus.

A impressão é que a Ford quis agregar uma dose de conforto extra a um rodar típico da dupla Corolla e Civic. O que não significa que ele tenha perdido a firmeza da carroceria e a estabilidade em curvas. E, justiça seja feita, no hatch essa mudança é menos percebido que no sedan.

5 – Conforto não é seu ponto mais forte

O conforto a bordo do Ford Focus é apenas honesto se comparado a outros hatches médios. Na frente, o espaço é satisfatório para o segmento. O motorista tem uma posição mais baixa de dirigir, mas há pouca folga para joelhos.

No banco traseiro, o ambiente é ainda mais apertado. O assento recebe bem dois adultos e uma criança, sem chances de alguém se esparramar. Já o porta-malas, com 315 litros, é apenas regular.

ford focus se 1.6 hatch medio modelo 2015 azul escuro interior painel e bancos estatico
Excesso de plástico de qualidade duvidosa desvaloriza o acabamento do hatch

6 – Acabamento com plástico de baixa qualidade

Outro fato que deixa a desejar no Ford Focus. Há muito uso de plástico no painel que aparenta baixa qualidade e suscetível a marcas e arranhões. Além disso, as falhas nos encaixes são flagrantes, em especial no porta-luvas, no console central e nas peças próximas ao volante.

7 - Versão que gostamos e indicamos

O Ford Focus Titanium ano 2015 é a nossa pedida. A opção topo de linha é a mais equipada. Na segurança são seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, câmera e sensor de ré, espelho eletrocrômico, retrovisores com aquecimento, Isofix, monitoramento dos pneus e faróis com regulagem de altura.

No conforto, destaque para o ar-condicionado automático de duas zonas, bancos revestidos em couro, chave presencial, sensores de luminosidade e de chuva e os ajustes de altura e de distância do volante. A central multimídia tem GPS nativo, entrada USB e leitor de cartão, além de um belo som da Sony.

8 - Mas atenção ao câmbio Powershift

A versão Titanium do Ford Focus é equipada com o controverso câmbio Powershift. Com dupla embreagem e seis marchas, a transmissão automatizada é motivo de muita dor de cabeça e até de um recall não oficial por parte da Ford.

Porém, tem muito dono de Ford Focus e de outros modelos da marca equipados com esse câmbio (EcoSport, Fiesta…) que garantem nunca ter tido problemas. Por isso, vale atenção redobrada a este fato quando for pesquisar o Ford Focus usado.

9 – Fique atento aos preços de manutenção do Ford Focus

O Ford Focus nunca teve fama de manutenção barata. Veja agora o preço de alguns componentes e serviços do hatch:

  • Jogo de pastilhas de freio dianteiro: de R$ 170 a R$ 280
  • Kit com quatro velas de ignição: de R$ 180 a R$ 300
  • Kit de óleo (4 litros 5w20 + filtro): de R$ 400 a R$ 520
  • Bomba de combustível: de R$ 600 a R$ 750
  • Jogo de amortecedores traseiros: de R$ 530 a R$ 700
  • Farol dianteiro: de R$ 600 a R$ 750
  • Para-choque traseiro: de R$ 1.200 a R$ 2.000 (pintado)

10 – Quais são os principais problemas do hatch médio?

Quanto ao câmbio Powershift, fique atento a falhas no seu funcionamento e imprecisão nas mudanças de marcha.

Além disso, outros fatos problemáticos em relação ao Ford Focus dizem respeito à desgaste precoce da embreagem e das buchas dos amortecedores. Folgas e ruídos na caixa de direção também merecem atenção.

Proprietários do Ford Focus já foram convocados para dois recalls. Um para troca de parafusos de fixação dos bancos em modelos produzidos em 2013. Outros para a instalação de tubo de proteção da mangueira de combustível em Ford Focus feitos em 2015.

ford focus titanium 2.0 fastback powershift modelo 2015 branco de frente no asfalto em movimento
Nessa geração, o Ford Focus sedan passou a ser chamado de Fastback, com a traseira mais curta

Confira vídeos do VRUM nos canais do YouTube e Dailymotion: lançamentos, testes e dicas