UAI
BOM NEGÓCIO

Audi A3 2015: 10 fatos antes da compra do usado

Hatch da marca alemã já foi símbolo de status da classe média e é dica de usado requintado e bem equipado

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Audi A3 Sportback 1.8 TFSI, boa opção no mercado de usados
Audi A3 Sportback 1.8 TFSI, boa opção no mercado de usados Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

Nos anos 1990 e 2000, a Audi foi alçada à marca de luxo no Brasil por Ayrton Senna e sua família. Logo, o Audi A3 tornou-se símbolo de status para uma classe média emergente e passou a ser feito no Brasil, na primeira fábrica da montadora alemã (parte do Grupo VW) no país.

O início da produção, inclusive, completa 25 anos neste 2024, mas desde 2006 o modelo passou a ser importado. Mesmo assim, continua como um dos principais modelos da marca das argolas no país. Tanto que o Audi A3 tem várias boas opções no mercado de usados, em especial a linha 2015.

Audi A3 Sportback 1.8 TFSI modelo 2014 branco de lateral estático no calçamento
Carroceria Sportback tem formas um pouco mais aerodinâmicas Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

Nesta terceira geração, o hatch foi aprimorado, ganhou novas opções de motor e melhorou (ainda mais) dinamicamente. Veja agora 10 fatos sobre o Audi A3 2015.

1 – A trajetória de um hatch de respeito

Vamos às origens do Audi A3. O projeto do hatch nasceu em 1993 e o modelo foi lançado mundialmente em 1996. O desenvolvimento ficou a cargo de Peter Schreyer, o famoso design alemão, que atualmente assina os carros da Kia Motors.

Naquele mesmo ano, o Audi A3 passou a ser vendido no Brasil pela Senna Imports. Três anos mais tarde, ganhou cidadania brasileira ao ser produzido em São José dos Pinhais (PR), na fábrica compartilhada entre a Audi e a Volkswagen.

A produção no Paraná durou até 2006, quando um novo Audi A3 voltou a ser importado. Sete anos depois, foi lançada a terceira geração do hatch médio, com motores 1.4 e 1.8 turbo, e nas configurações duas e quatro portas.

O modelo quatro portas, mais conhecido por Sportback, passou a ser a única opção de carroceria da linha após 2014. Em 2021, a Audi mudou de novo o A3, que entrou em sua quarta geração.

Audi A3 Sportback 1.8 TFSI modelo 2014 branco de traseira estático no piso de concreto e grama
Modelo tem lanternas traseiras horizontais e formas robustas Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

2 – Um Golf de luxo?

Desde o seu surgimento, o Audi A3 usa a mesma plataforma do VW Golf. Para muitos, o modelo da Audi é uma espécie de derivação esportiva e mais requintada do famoso hatch da Volkswagen.

Na primeira geração, a propósito, o Audi A3 e o Golf IV eram feitos sobre a arquitetura PQ34, usada por um sem número de carros da VW, Skoda e Seat. Alguns desses modelos são bem conhecidos por nós, como os VW Bora e New Beetle e o Audi TT.

Audi A3 Sportback 1.8 TFSI modelo 2014 branco interior painel volante bancos dianteiros no piso de concreto e grama
Acabamento interno do Audi A3 Sportback é de boa qualidade Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

3 - A terceira geração

A fabricante alemã deu um upgrade e tanto no novo Audi A3 lançado em 2013. Além da versátil arquitetura MQB – que serve a um monte de modelos do grupo alemão –, o hatch ganhou ainda mais refino em sua construção.

Tampa do motor, para-lamas, parte dos para-choques e a subestrutura do eixo dianteiro são de alumínio. Desta forma, o Audi A3 Sportback ficou 90kg mais leve (1.300kg no total) que a segunda geração, apesar de ter crescido 5cm na distância entre-eixos (2,63m ao todo).

4 - Desempenho do Audi A3 2015

Tamanha evolução se reflete ao volante. O Audi A3 2015 é um daqueles carros que dão realmente prazer ao dirigir, independentemente da motorização. A dinâmica apurada se mostra na precisão com que o hatch encara curvas.

A suspensão independente multibraço na traseira e a direção precisa e direta contribuem para um automóvel grudado no chão e obediente a cada mexida no volante. Os freios a disco nas quatro rodas são bem dimensionados e seguram o Audi A3 de forma equilibrada.

Audi A3 Sportback 1.8 TFSI modelo 2014 branco cofre do motor no calçamento
Motor 1.8 TFSI desenvolve 180cv e 25kgfm de torque, garantindo bom desempenho Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

Nas acelerações, o motor 1.4 turbo TFSI, conhecido de outros modelos da VW e Audi, entrega desempenho condizente. Não é um bólido, mas os 122cv e o 0 a 100km/h na faixa dos 9 segundos agradam bastante.

Com o 1.8, a pimenta fica um pouco mais ardida. São 180cv extraídos do motor turbo EA811. As respostas são rápidas e o ponteiro alcança os 100km/h depois de sair da inércia em pouco mais de 7 segundos. Já o motor enche bravo nas 1.200rpm, com os 25kgfm de torque plenos para garantir ultrapassagens convictas.

5 - Com câmbio S-tronic…

Muito desta vontade do Audi A3 2015 se deve ao queridinho câmbio S-tronic. A caixa automatizada de dupla embreagem e sete marchas é famosa por sua agilidade, e no hatchback não é diferente. Os engates são ligeiros e sem vacilos nas acelerações.

Audi A3 Sportback 1.8 TFSI modelo 2014 branco interior banco traseiro no piso de concreto e grama
Banco traseiro proporciona conforto para dois passageiros Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

6 - Tem versão esportiva também

Mas o carro ficou possuído mesmo com a chegada do modelo S3. A variante esportiva do Audi A3 leva motor 2.0 de 280cv e todo o acerto que merece nos freios, direção, suspensão e respostas do motor e da transmissão S-tronic. O endiabrado hot hatch acelera até 100km/h em 5 segundos!

Audi A3 Sportback 1.8 TFSI modelo 2014 branco interior porta-malas no piso de concreto e grama
O porta-malas do Audi A3 Sportback tem 380 litros de capacidade Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

7 - Tem sedã… e brasileiro

Essa terceira geração do Audi A3 originou uma inédita carroceria três-volumes, que aportou aqui em 2014, já como linha 2015. Logo, começou a vender mais que o hatch. Em novembro de 2015, a marca alemã passou a produzir o modelo em São José dos Pinhais (PR).

O Audi A3 Sedan 2015 usa os mesmos motores 1.4 e 1.8 turbo, e transmissão automatizada. Tem distância entre-eixos igual à do hatch, mas é 14cm maior no comprimento, totalizando 4,45m. O porta-malas, obviamente, também é superior: 425 litros contra 380 litros do hatch.

Audi A3 Sedan S-Line modelo 2021 cinza de traseira na calçada
O Audi A3 Sedan tem porta-malas de 425 litros de capacidade Foto: Rafael Gagliano/Audi/Divulgação

8 – A lista de equipamentos


De volta ao Audi A3 Sportback 2015, separamos duas dicas de versões principais. Na Attraction 1.4, que tem preços entre R$ 75 mil e R$ 80 mil, a lista de itens de segurança inclui seis airbags, controles de estabilidade, tração e subidas, faróis de xenônio e Isofix.

Ar-condicionado, ajustes de altura e distância do volante, som com Bluetooth e tomada USB, rodas de liga leve são alguns dos equipamentos óbvios para um carro da marca. Porém, a Audi sempre trabalhou com pacotes de opcionais extensos.

No caso do Audi A3 2015 nesta opção Attraction 1.4, sensor de ré, teto panorâmico e piloto automático eram opcionais. Mas que estavam disponíveis de série na configuração Ambition 1.8.

Audi S3 hatchback vermelho modelo 2013 de frente estático no asfalto
Audi S3, modelo 2013, versão mais esportiva do hatchback Foto: Audi/Divulgação

Com preços entre R$ 90 mil e R$ 95 mil, a versão topo de linha agrega ainda ar-condicionado automático de duas zonas, retrovisor eletrocrômico, faróis de neblina, ajustes elétricos para o banco do motorista, sensor crepuscular, revestimento em couro e o sistema de roda-livre.

9 – Uma ideia sobre os custos de manutenção

Falamos de um Audi e obviamente a manutenção não é igual a de um Volkswagen Polo – só para ficarmos no mesmo grupo automotivo. As peças são caras e a manutenção, principalmente do motor turbo e da caixa automatizada, exigem profissionais qualificados para o serviço.

Confira agora os preços de algumas peças do Audi A3 Sportback ano 2015 com motor 1.4 TFSI:

  • Jogo com quatro pastilhas do freio dianteiro: de R$ 240 a R$ 350
  • Jogo com quatro velas de ignição: de R$ 460 a R$ 520
  • Bomba de combustível: de R$ 500 a R$ 650
  • Kit troca de óleo (5 litros 5w40 + filtro): de R$ 350 a R$ 480
  • Amortecedor traseiro: de R$ 700 a R$ 900 (par)
  • Para-choque traseiro: de R$ 1.000 a R$ 1.500
  • Farol direito: de R$ 2.500 a R$ 3.800 (xenon)

10 - Principais problemas do Audi A3

O Audi A3 2015 não está livre de problemas pontuais. Mas a atenção deve ser dedicada especialmente ao conjunto mecânico principal. O motor turbo requer manutenção especializada e troca de óleo com o produto correto. Qualquer lubrificante errado pode detonar itens como a turbina, por exemplo.

Audi A3 Sportback S-Line modelo 2021 amarelo de frente na calçada
Audi A3 Sportback na versão S-Line, modelo 2021 Foto: Rafael_Gagliano

Veja também se o antigo dono mexeu na transmissão ou se ela emite ruídos metálicos durante a rodagem. A caixa de dupla embreagem é bastante tecnológica e há relatos de problemas. Se caiu nas mão erradas para conserto, vai ser fonte de dor de cabeça para o resto da vida. Observe também possíveis vazamento de óleo do cárter.

Confira os vídeos do VRUM nos canais do YouTube e Dailymotion: lançamentos, testes e dicas