UAI
Duas Rodas

Triumph Tiger 1200 ganha mudanças invisíveis e visíveis na linha 2024

Linha 2024 da Triumph Tiger 1200 tem quatro versões, aperfeiçoamentos mecânicos para melhor entrega de torque e mordomias como o sistema de radar

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Triumph Tiger 1200 2024
Triumph Tiger 1200 2024 Foto: Triumph/Divulgação

Após anunciar a nova linha 2024 dos modelos Tiger 900, a no fim de 2023, a inglesa Triumph acaba de revelar a linha 2024 das irmãs maiores Tiger 1200. Toda a família Tiger, tanto as 900 quanto os novos modelos com 1.200cm³, também será modernizada no Brasil, via fábrica de Manaus, instalada no Amazonas desde 2012, atualizando a gama que representa o "carro chefe” mundial da marca.

São quatro versões. Duas motos mais para o asfalto, Tiger 1200 GT Pro, com tanque de combustível de 20 litros, e Tiger 1200 GT Explorer, com tanque de 30 litros. Ambas com aro em liga leve e roda dianteira de 19 polegadas de diâmetro. Duas mais aventureiras, Tiger 1200 Rally Pro (tanque de 20 litros) e Tiger 1200 Rally Explorer (com 30 litros no tanque). As duas motos com aros de 21 polegadas de diâmetro na dianteira, com rodas raiadas e pneus sem câmara, entre outras especialidades para a terra. As quatro, porém, compartilham o mesmo motor de três cilindros em linha, 1.160cm³ e virabrequim T-Plane com intervalos de disparo em 1-3-2. E é o motor e a parte mecânica que sofreram as principais mudanças.

Linha Tiger 2024, da Triumph, recebeu poucas mudanças visuais

Triumph Tiger 1200 2024
Painel em tela TFT colorida de 7 polegadas com conectividade Foto: Triumph/Divulgação

O visual não foi alterado, somente novas cores e grafismos, com o mesmo DNA que caracteriza a linha Triumph Tiger. Entretanto, a parte que está escondida dentro do bloco do motor, recursos eletrônicos e outras peças cobertas foram alteradas para, segundo a marca, melhorar a experiência de condução. Tudo com mais conforto e performance, além de nova ergonomia. A engenharia alterou o virabrequim e o alternador, além de recalibrar a eletrônica, melhorando a suavidade e entrega de torque em baixa velocidade.

A embreagem, com nova alavanca, ficou mais precisa e suave ao engatar a primeira marcha. O guidão dos modelos 1200 Rally também foram aplicados nos modelos GT. O banco ficou mais horizontal, para melhorar a movimentação, incluindo a opção de banco baixo em 20mm, reduzindo a altura da GT Pro para 830mm e da Rally Pro para 855mm. A capacidade de inclinação e de atacar as curvas foi aumentada na GT Pro e Rally Pro, elevando as pedaleiras, compensando a roda dianteira menor.

Suspensão rebaixada

Triumph Tiger 1200 2024
Motor fornece 150cv e torque de 13,3kgfm, com até seis modos de pilotagem Foto: Triumph/Divulgação

O sistema Active Preload Reduction, introduzido em agosto de 2023, permanece. Essa função reduz a pré-carga da suspensão traseira, rebaixando a moto em até 20mm ao parar, com um simples toque nos comandos. Muito útil para quem tem pernas curtas. Outro sistema muito benéfico em viagens é o radar, disponível nos modelos GT Explorer e Rally Explorer, assim como o monitoramento da pressão dos pneus, piloto automático e o shift assist, para trocar as marchas sem ajuda da embreagem. O painel em tela TFT colorida de 7 polegadas tem sistema de conectividade.

O motor fornece 150cv a 9.000rpm e um torque de 13,3kgfm a 7.000rpm, com até seis modos de pilotagem (função fora de estrada para a Rally Explorer) controle de tração de curvas gerenciado pela IMU (Central de Medição Inercial), e suspensões semiativas Showa. O sistema de freios ABS também é de curvas, com pinças Brembo. Entre as mordomias, sistema de partidas em rampas, chave de presencial, faróis em LED com luz diurna, faróis auxiliares e faróis adaptativos de curvas, punhos aquecidos e bancos aquecidos para os modelos GT Explorer e Rally Explorer.