Avaliação

Chevrolet Onix Plus LT 2022: ainda vale a pena ter um sedan 1.0 aspirado?

Sedan mais barato do mercado brasileiro consegue, ao menos por enquanto, se destacar em segmento com poucas opções

Publicidade
NOTA DO VRUM:
7 Nota VRUM

O segmento de sedans compactos com motor 1.0 de aspiração natural vive, hoje, uma espécie de entressafra: além do Chevrolet Onix Plus 2022 na versão de entrada LT, há apenas o Volkswagen Voyage e o Renault Logan. Isso porque o o Hyundai HB20S 2023 ainda não chegou às lojas, enquanto a Fiat está prestes a lançar (mas ainda não lançou) uma opção semelhante para o Cronos. Afinal, tais modelos ainda têm poder de atração?

No caso do Chevrolet Onix Plus LT 2022, a resposta pode ser sim, desde que o consumidor não faça questão de desempenho. Verdade seja dita, em comparação aos carros 1.0 de gerações passadas, ele até que anda bem. Primeiramente porque, apesar das dimensões externas graúdas para um compacto, o sedan é relativamente leve, com 1.073 kg de peso. Os demais louros vão para a mecânica.

O motor 1.0 de três cilindros, apesar de não se destacar pelos números de potência e torque, é bastante elástico, entregando força desde os regimes mais baixos. Mas o câmbio de seis marchas também contribui bastante, graças às relações curtas e bem-escalonadas. De quebra, os engates são muito precisos. Desse modo, no trânsito urbano, o modelo arranca e retoma velocidade sem dificuldade.

Chevrolet Onix Plus LT  2022 vermelho em movimento em avenida visto de traseira
Com 4,47m de comprimento e 2,60m de distância entre-eixos, modelo não é tão compacto assim

Porém, não há milagre. Na estrada, as limitações do conjunto mecânico tornam-se evidentes: o motorista sente falta de um motor mais potente sempre que precisa realizar uma ultrapassagem ou vencer uma subida, principalmente quando o veículo está carregado. Ao menos a sexta marcha ajuda a baixar o giro em velocidades mais altas, colaborando para o conforto acústico e para o consumo.

Consumo do Chevrolet Onix Plus LT 2022

E, quando o assunto é consumo, o sedan manda muito bem! O VRUM registrou, com gasolina, médias de 12,7km/l na cidade e de 17,5km/l na estrada. Além de alívio ao bolso do motorista, esses números asseguram uma autonomia de até 770km, mesmo com um tanque de combustível de apenas 44l.

Em outros aspectos, a dirigibilidade também agrada. A direção elétrica tem bom efeito regressivo, enquanto a suspensão, com acerto firme, proporciona ótima estabilidade, a ponto de, em curvas, o Chevrolet Onix Plus LT 2022 chegar até a ser empolgante. A contra-partida é a transmissão muitas das imperfeições do solo para o habitáculo: a calibração é um tanto esportiva demais para um sedan familiar.

Por dentro

O interior do Chevrolet Onix Plus 2022 traz pontos positivos e negativos. O acabamento, por exemplo, é condizente para um sedan de entrada. Não há luxo nos materiais de revestimentos, já que painel e forrações das quatro portas são inteiramente confeccionados em plástico. Mas as várias texturas aplicadas às peças, além do padrão de montagem correto, disfarçam a simplicidade.

A ergonomia, por outro lado, traz alguns deslizes que chamam a atenção mesmo em um carro de entrada: o maior deles é a ausência de regulagens em altura e de profundidade para a coluna de direção. Ao menos o banco do motorista pode ser ajustado em altura, mas ele tem o assento curto e não acomoda bem as pernas, além de exibir um encosto de cabeça fixo.

Já o quadro de instrumentos analógico proporciona boa leitura, mas não vem com termômetro do líquido de arrefecimento. Salta aos olhos ainda a falta de iluminação de cortesia no porta-luvas. Por outro lado, os pontos positivos a bordo são o posicionamento correto dos comandos, a boa visibilidade e o volante, multifuncional e com pegada ergonômica.

O espaço interno também agrada: no banco traseiro, dois adultos se acomodam com folga. E o porta-malas, com 469 litros, pode até não ser o maior da categoria, mas tem volume mais que suficiente para os pertences de toda a família. Cabe ressaltar que ele supera os compartimentos de bagagem da maioria dos SUVs compactos do mercado. O encosto traseiro bipartido assegura versatilidade.

Afinal, o Chevrolet Onix Plus LT 2022 vale a pena?

O Chevrolet Onix Plus LT 2022 restringe determinados equipamentos, como os faróis com acendimento automático, a um pacote de opcionais. Alguns itens importantes, porém, como sensores de ré e os já citados ajustes da coluna de direção, estão simplesmente indisponíveis para a opção de entrada da gama: quem os quiser precisa necessariamente adquirir alguma versão mais cara.

Versão de entrada tem faróis monoparabólicos

De qualquer modo, a lista de itens de série já traz o conteúdo essencial para os padrões atuais, inclusive ar-condicionado e direção elétrica. O modelo traz também seis airbags e uma central multimídia com tela de 8  polegadas, conectividade com as plataformas Android Auto e Apple CarPlay, Bluetooth para até 2 celulares simultaneamente e entrada USB, de uso bastante intuitivo.

Vale lembrar ainda que, tanto na configuração sedan quanto na hatch, o Onix é um queridinho do mercado e mantém bons números de emplacamentos. Carro que vende bem quando novo costuma se manter desejado depois de usado, o que indica liquidez na hora revenda. E a rede autorizada da marca é ampla, o que facilita os serviços de pós-venda.

Quase sem concorrentes (por enquanto)

Os únicos concorrentes diretos que estão no mercado neste momento não inspiram confiança: o Volkswagen Voyage, em especial, além de ter o projeto mais antigo, deve sair de linha até o fim deste ano e ainda por cima é mais caro. O Renault Logan também está em fim de carreira, mas em situação ligeiramente mais confortável, com pelo menos dois anos pela frente, e tem preço igualmente superior.

Enquanto isso, o Chevrolet Onix Plus LT 2022 enfrenta a esparsa concorrência com bons atributos, com destaque para o consumo de combustível e a oferta de itens de segurança. Entretanto, a tranquilidade deve diminuir com a chegada do Hyundai HB20S resstilizado, em setembro, e do Fiat Cronos 2023 com motor 1.0, ainda neste mês. Dependendo dos preços e dos equipamentos, ambos poderão se colocar em vantagem.

Ficha técnica – Chevrolet Onix Plus LT 2022

MOTORDianteiro, transversal, flex, três cilindros em linha com 74 mm de diâmetro e 77,49 mm de curso, 12 válvulas, 999cm³ de cilindrada, com injeção multiponto de combustível
POTÊNCIA78cv (gasolina) e 82cv (etanol) a 6.400rpm
TORQUE9,6kgfm (g) 10,6kgfm (e) a 4.100rpm
TRANSMISSÃOTração dianteira, e câmbio manual de seis marchas
SUSPENSÃODianteira, independente, tipo McPherson, barra estabilizadora; traseira, semi-independente, eixo de torção
RODAS/PNEUS15 polegadas (liga leve) / 185/65 R15
DIREÇÃODo tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica
FREIOSA discos ventilados na frente e tambores na traseira, com ABS e EBD
CAPACIDADESTanque, 44 litros; capacidade de carga (passageiros e bagagem), 375 quilos
DIMENSÕESComprimento, 4,47m; largura, 1,73m; altura, 1,47m; distância entre-eixos, 2,60m; e altura em relação ao solo, 12,8cm
PORTA-MALAS469 litros
PESO1.073 quilos
PERFORMANCEVelocidade máxima: não informada
Aceleração até 100km/h: não informada

Dados do fabricante

Equipamentos

DE SÉRIESeis arbags (frontais, laterais e do tipo cortina); controles de tração e estabilidade; assistente de partida em rampa; ar-condicionado manual; vidros elétricos com função one-touch; retrovisores com regulagem elétrica; desembaçador do vidro traseiro; banco do motorista com regulagem de altura; computador de bordo; controlador de limite de velocidade; central multimídia com tela e 8 polegadas.
OPCIONALPintura metálica (R$ 1.600); Pacote PCJ, composto por câmera de ré; sensor crepuscular; rodas de liga leve de 15 polegadas; chave presencial com botão de partida (R$ 2.910).

Quanto custa?

O Chevrolet Onix Plus, na versão de entrada com motor 1.0 aspirado, custa R$ 82.050. Com todos os equipamentos, como a unidade testada, o preço vai para R$ 86.560.

Assista ao vídeo e conheça também a versão top de linha Premier: