UAI

Pneus: tudo que você precisa saber para não derrapar na hora da escolha

Medidas, dicas de manutenção e todas as informações para garantir o uso seguro e duradouro dos pneus do seu carro

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Pneus guardam especificidades relacionadas à aderência, resistência e ruído
Pneus guardam especificidades relacionadas à aderência, resistência e ruído Fotos: Pneus guardam especificidades relacionadas à aderência, resistência e ruído

Os pneus são um dos componentes mais importantes de um veículo. Eles são responsáveis por garantir a aderência ao solo e a dirigibilidade do veículo durante a condução. Além disso, eles absorvem impactos e influenciam diretamente no conforto dos passageiros. 

Por isso, é essencial que o motorista entenda as características, e o funcionamento dos pneus do carro. Assim, os riscos de errar na hora da compra vão ser bem menores, proporcionando uma sua experiência de direção mais satisfatória e segura. Pensando nisso, o VRUM fez um compilado de tudo o que você precisa saber sobre essa peça tão importante. Confira!

O TWI indica a hora de trocar os pneus.
Quando o ressalto do sulco se nivela com a banda rodagem, é hora de trocar o pneu

Qual a hora certa de trocar? 

Todos os pneus, nacionais ou importados, contam com um recurso que vai facilitar sua vida. É o TWI (Tread Wear Indicator) ou Índice de Desgaste da Banda de Rodagem é um indicador padrão universal encontrado no fundo dos sulcos da banda de rodagem pneu. Esse sinal só fica evidente quando está na hora de trocar o componente, mostrando que o sulco já atingiu sua espessura mínima e a peça precisa ser substituída.

Além da espessura, como funciona largura e altura dos pneus?

infográfico usando um exemplo de medidas de pneus
Letras e números não precisam ser um problema quando falamos de pneus

Você já deve ter se assustado com uma “fórmula matemática” na hora de comprar pneus. Mas, fique tranquilo: a junção de alguns números e letras sinaliza as medidas de cada pneu. Por exemplo: 255/75 R15 109V. Essa medida mostra o modo de construção do pneu, o diâmetro da roda, o índice de carga e, principalmente, a largura e altura dos pneus.

No caso, a largura do pneu é o primeiro número (255), indicada em milímetros. Essa informação é importante para que você compre o pneu adequado e equivalente ao diâmetro da roda.

Já a altura do pneu é o número que vem logo após a largura (75). Para encontrar a distância entre a banda de rodagem e o aro, você precisa multiplicar a altura (75) pela largura (255). O resultado mostra se o perfil do pneu é alto ou baixo.

Perfil alto ou perfil baixo?

Cada um dos perfis tem suas particularidades. Um pneu de perfil alto promove maior absorção de impactos, protege as rodas de danos causados por buracos e acidentais raspagens no meio fio, além de deixar a direção mais macia. Já os de perfil baixo podem executar as manobras exigidas com mais facilidade, melhoram o controle da velocidade e possibilitam melhor frenagem em alta velocidade.

Mas é preciso estar atento. A escolha por cada um dos tipos de pneus exige atenção com a calibragem, que pode mudar. Com pressão mais alta, a suspensão sofrerá. Com pressão mais baixa, o consumo pode aumentar.

Como saber qual pneu devo usar?

banda de rodagem do pneu; para matéria sobre medidas dos pneus
Saber escolher os pneus certos para cada situação de condução é essencial para uma a direção mais segura

Uma escolha errada de pneus pode colocar em risco a segurança no trânsito e comprometer a performance do veículo. Por isso, é fundamental entender as características dos diferentes tipos de pneus disponíveis no mercado. Os tipos mais comuns e mais usados nas estradas brasileiras são:

  • On-road ou convencional

Esse tipo de pneu é o mais comum e são próprios para o asfalto. São desenvolvidos para favorecer o desempenho do veículo nas ruas e estradas. Esse modelo traz mais aderência, por aumentar a área de contato, e é muito eficiente no escoamento de água;

  • Off-road

Já os pneus off-road são mais indicados para estradas de terra e lama. Suas características principais, a alta frenagem e estabilidade, são essenciais para terrenos irregulares. Esse tipo de pneu ajuda o carro a ter estabilidade e frear mesmo em condições extremas de direção, como na lama ou no cascalho;

  • Pneu misto

Esse pneu une as características dos on-road e dos off-road. Ele possui alta resistência, ideal para solos asfaltados e estradas de terra. Apesar disso, ele pode aumentar o consumo de combustível e seu custo é maior - em comparação aos outros tipos de pneu;

  • Pneus para carga

Já para os pneus de carga existem dois tipos principais: os marcados com o código “C”, indicados para caminhonetes de passeio, como Chevrolet Montana ou Fiat Strada, e os pneus com a sigla “LT”, feitos para utilitários leves, como furgões, SUV e caminhonetes maiores.

Como eu posso aumentar a vida útil dos pneus do meu carro?

É simples! Esteja atento para o tipo certo de pneu para seu veículo e faça todas as manutenções indicadas. A falta de manutenção adequada pode levar a problemas como desgaste irregular, deformações e até mesmo estouros. Por isso, sempre calibre os pneus com a pressão indicada no manual do veículo e faça o alinamento no tempo certo. Além disso, dirigir de forma consciente também é essencial para aumentar o tempo de vida útil do pneu.

Atenção na hora do rodízio

Ao contrário do que muitos pensam, na hora de trocar um par de pneus sempre dê preferência para substituir os do eixo traseiro. Isso porque o eixo traseiro pode perder o controle com maior facilidade caso aconteça algum problema, já que não esterça. Já o eixo dianteiro ainda tem o volante para controlar o veículo. Por isso, pneus novos sempre devem ser colocados na traseira para não perder a estabilidade e aderência com o solo.

  • Confira os vídeos do VRUM nos canais do YouTube e Dailymotion: lançamentos, testes e dicas