UAI
Briga no quintal

Comparativo: Fiat Titano 'pelada' ou Fiat Toro completona?

Confira o comparativo entre a versão de topo da Fiat Toro contra o pacote intermediário da nova Titano. Diferença de preço é de R$ 17 mil

Publicidade
Fiat Titano Volcano
Fiat Titano Volcano Foto: Fiat/Divulgação

A Fiat Lançou a picape Titano com preços entre R$ 220 mil e R$ 260 mil. Agora é possível mensurar quão competitiva a nova caminhonete média ficou frente a Toro, que tem um porte menor, já que essa é uma dúvida que pode surgir dentro de uma concessionária da marca.

Vamos comparar a Titano em sua versão intermediária Volcano, que custa R$ 239.990, já que o pacote de entrada Endurance (R$ 219.990) é mais voltado para o trabalho. Já a Toro tem duas versões de topo, ambas equipadas com motor a diesel. Escolhemos o pacote Ranch (por R$ 212.990), que parece ser mais atraente para quem gosta de caminhonetes.

Visual da Fiat Toro tem mais personalidade

Comparativo entre a Fiat Titano Volcano e a Fiat Toro Ranch.
Fiat Toro Ranch Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press

O visual da Toro foi revolucionário à sua época, sendo o primeiro veículo no Brasil a trazer os faróis deslocados para o para-choque, o que lhe deu muita personalidade. Seu porte robusto, com capô anabolizado e linha de ombro alta, traz a limitação de suas dimensões intermediárias. A traseira, muito alta e até um pouco desproporcional, tem na tampa da caçamba com abertura horizontal outro ponto bastante original. A versão Ranch ainda agrega vários enfeites: santantônio, estribos, para-barro, além de muitos cromados. As rodas são de 18 polegadas.

Já a Fiat Titano tem visual mais tradicional de picape, com porte encorpado e equilibrado. No entanto, essa versão Volcano não traz muitos enfeites. Sua rodas são de 17 polegadas. Outra coisa que a nova caminhonete média da Fiat fica devendo é personalidade, já que se trata de um projeto desenvolvido pela chinesa Changan em parceria com a PSA (Peugeot/Citroën) para ser a Peugeot Landtrek. Ou seja, não tem DNA da Fiat nessa receita.

Ponto para a Toro!

Design é um conceito relativo, mas a Toro se destaca pela personalidade.

Conjunto mecânico

Comparativo entre a Fiat Titano Volcano e a Fiat Toro Ranch.
Versão intermediária tem pouco enfeites na carroceria Foto: Fiat/Divulgação

Ambas as picapes escolhidas para o comparativo trazem motorização diesel.

A Toro traz sob o capô um motor 2.0  diesel, com 170cv de potência e 35,7kgfm de torque. O peso do veículo é de 1.930 quilos. A aceleração até os 100 km/h é feita em 12,4 segundos e a velocidade máxima é de 193 km/h. A transmissão tem câmbio automático de 9 marchas, com tração 4x4 e reduzida. A suspensão traseira traz uma refinada configuração multilink, um dos responsáveis por dar uma dinâmica exemplar para uma picape. O porém é a pouca agilidade desse modelo durante as manobras (o diâmetro de curva é de 12,4 metros, ainda sim é melhor que os 14 metros da Titano). O consumo é de 10,4 km/l na cidade e 12,7 km/l na estrada.

Comparativo entre a Fiat Titano Volcano e a Fiat Toro Ranch.
Picape tem direito a todos os apetrechos típicos Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press

Todas as versões da Titano são equipadas com motor 2.2 a diesel, com até 180cv e 40,7kgfm. Isso para um veículo de 2.097 quilos. A aceleração até os 100km/h é feita em 12,4 segundos e a máxima é de 175 km/h. Ela tem câmbio automático de 6 marchas e tração 4x4 com reduzida. Já a suspensão traseira traz um convencional eixo rígido com feixe de molas, pensado para dar conta da carga, mas bastante desconfortável quando o veículo está descarregado. A direção com assistência hidráulica é característica de projetos antigos. O consumo é de 8,6 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada

Ponto para a Toro!

Do ponto de vista dinâmico, a vantagem da Titano não se concretiza na aceleração, talvez devido ao maior peso da picape média. Em ambos os casos a capacidade de carga beira os 1.000 quilos. Talvez, para um uso mais severo, a construção sobre chassi e o torque poderiam dar vantagem à Titano, já que a Toro usa monobloco. A Toro se dá melhor em conforto de rodagem, velocidade máxima e consumo de combustível.

Espaço interno e acabamento

Comparativo entre a Fiat Titano Volcano e a Fiat Toro Ranch.
Painel da Titano Volcano é todo em plástico Foto: Fiat/Divulgação

 A Fiat Toro tem o espaço interno restrito, principalmente no banco traseiro, que, ainda por cima, tem o encosto com quase em 90 graus, o que é desconfortável. O acabamento dessa versão Ranch tem apliques imitando madeira, bancos em couro marrom, tapetes em carpete

 Já a Titano tem acabamento mais simples, com todo o painel em plástico duro. O couro está presente nos bancos, apliques nas portas e apoio de braço central. O espaço interno é um pouco melhor que o da Toro, mas com ressalvas no banco traseiro: assento baixo em relação ao assoalho e encosto com ângulo pequeno, o que é desconfortável.

Empate técnico

Se você precisa de espaço interno, a Titano tem uma ligeira vantagem. Se valoriza mais um acabamento diferenciado, vá de Toro Ranch!

Comparativo entre a Fiat Titano Volcano e a Fiat Toro Ranch.
Acabamento da Toro Ranch tem couro marrom e apliques em madeira Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press

Equipamentos: Toro Ranch x Titano Volcano

 Comparando o pacote de equipamentos, fica clara a vantagem da Toro Ranch frente a Titano Volcano. Confira abaixo:

Titano Volcano
Toro Ranch
Capota marítima Capota marítima
Multimídia de 10" Multimídia de 10"
Faróis de neblina Faróis de neblina em LED
ND Faróis Full LED
Protetor de caçamba Protetor de caçamba
Rodas em liga leve 17" Rodas em liga leve 18"
Sensor de estacionamento traseiro Sensor de estacionamento frontal e traseiro
Chave canivete Chave presencial e partida remota
6 airbags
6 airbags
Ar-condicionado  Ar-condicionado digital dual-zone 
Bancos em couro com ajuste manual  Bancos em couro, com ajuste elétrico para o motorista
Câmera de ré  Câmera de ré
Direção hidráulica  Direção elétrica
Controle de estabilidade e tração  Controle de estabilidade e tração
Assist. de partida em rampa  Assist. de partida em rampa
ND Assist. de descida
Iluminação da caçamba  Iluminação da caçamba
Piloto automático  Piloto automático
Retrovisores com comando elétrico  Retrovisores com comando elétrico e tilt-down 
Controle de trailer  ND
Volante com regulagem de altura e distância  Volante com regulagem de altura e distância
Vidros elétricos
 Vidros elétricos
ND ADAS: frenagem autônoma de emergência; aviso de saída de pista; comutação automática do farol alto
ND Estribos
ND Santantônio
Cluster de 4,2" Cluster de 7"
ND Desembaçador do vidro traseiro
ND Monitoramento da pressão dos pneus
ND Luz ambiente
ND Carregador sem fio do celular
Fonte: Site comercial da Fiat em 15/03/2024