UAI
Tudo pode?

Carnaval: 5 multas de trânsito típicas dos dias folia

A euforia do Carnaval pode te levar a cometer alguns deslizes no trânsito. Saiba como não ser multado durante a festa

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Carnaval é uma época propícia para tomar prejuízo com multas
Carnaval é uma época propícia para tomar prejuízo com multas Fotos: Cátia Bonini/Divulgação

Carnaval é sinônimo de alegria, liberdade e da falsa sensação de que tudo é permitido. Porém, no que diz respeito às leis de trânsito, nada se altera durante a festividade. 

Pensando nisso, saiba quais são as cinco formas mais comuns de ser multado no Carnaval e evite prejuízos e dores de cabeça depois da folia.

1. Alta velocidade é campeã de multas no Carnaval

radar 2
Radares tem tolerância , mas não se deve abusar Foto: Reprodução

Se você vai viajar nesse carnaval ou curtir a folia de carro, indo de um bloquinho para o outro, fique atento. Por mais que você queira chegar rápido ao seu destino para curtir a festa, a multa por excesso de velocidade é um prejuízo que pode ser evitado. 

Porém, caso você se distraia e ultrapasse o limite de velocidade, você será punido. No entanto, a gravidade da punição vai variar de acordo com o percentual de velocidade excedida. 

A
Se for visto estacionado irregularmente por um fiscal, multa acontecerá independente de quem for o motorista Foto: Reprodução

Se o condutor exceder em até 20% do limite, é considerado uma infração média, que em números seria o equivalente a passar a até 72km/h em um radar de 60km/h, por exemplo. Com isso, o motorista ganhará quatro pontos na CNH e uma multa de R$ 130,16.

Caso a velocidade máxima seja excedida entre 20% e 50%, a infração é grave, com cinco pontos adicionados à CNH e R$ 195,23 de multa.

Por fim, se o veículo estiver acima de 50% do limite de velocidade permitido, a infração é gravíssima, com multa de R$ 293,47 e sete pontos na CNH.

2. Beber e dirigir

bEBENDO CERVEJA
Lei Seca fica ainda mais severa no Carnaval pela possibilidade de aumento de condutores embriagados Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Para além do Carnaval, álcool e direção só combinam se for no tanque de combustível. No restante, essa é uma das piores combinações que você pode escolher fazer. 

Além de colocar a sua vida e a dos outros motoristas e pedestres em risco, desobedecer a famosa frase "se beber, não dirija", pode te fazer ser pego na Lei Seca.

A punição para quem é pego dirigindo sob efeito de álcool é a seguinte: reclusão de seis meses a três anos, multa com fator multiplicador de 10 vezes, totalizando R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir.

Dois copos de cerveja
Cervejas zero álcool, nem sempre são 100% livres de teor alcoólico Foto: BBC/Reprodução

Além disso, no caso de reincidência da infração, no período de 12 meses, a pena é aplicada em dobro, chegando a R$ 5.869,40 e a CNH será cassada.

Portanto, se você vai curtir o Carnaval e não quer deixar de beber, opte pelo uso de carros de aplicativo, transporte público ou uma carona com aquele amigo que não bebe. 

Lembrando que, até mesmo as cervejas consideradas zero álcool podem ter uma ligeira porcentagem e vão te causar problemas no teste do bafômetro. Para saber até quantas você pode tomar, sem se preocupar, clique aqui.

3. Não usar cinto de segurança no Carnaval

 04/05/2010. Credito: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press. Brasil. Belo Horizonte - MG. Os jovens menores de idade, Guilherme Jacobs, Lorayne Mendes e Sheina Plisto - Pesquisa do DETRAN (Departamento nacional de Transito) revela que apenas 2 em cada 10 jovens de 15 a 17 anos usam o cinto de seguranca no banco traseiro do veiculo
Uso do cinto de segurança é indispensável, seja no Carnaval ou no dia a dia Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Por ser essencial para a segurança dos passageiros, o cinto de segurança é um item de uso obrigatório. Portanto, se o condutor e os demais passageiros não cumprirem essa regra, estarão cometendo uma infração grave, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Caso seja pego pela fiscalização, o motorista pode receber uma multa no valor de R$ 195,23, além de ter cinco pontos acrescentados à sua CNH.

4. Estacionar em local proibido 

Carro estacionado em porta de garagem
Estacionar em porta de garagem é uma infração média Foto: Marlos Ney Vidal / EM / D.A Press

Além de atrapalhar o fluxo de veículos, que já fica um caos em época de Carnaval, estacionar em locais indevidos pode te gerar um grande prejuízo.

A infração é passível de multa, cujo valor dependerá do local em que o motorista decidiu estacionar incorretamente. Dentre as opções, há as seguintes punições por estacionar:

  • em esquinas: infração média, com multa no valor de R$ 130,16, quatro pontos na CNH e até remoção do veículo;
  • a mais de um metro do meio-fio, em ciclovias ou jardins públicos: infração grave, com acréscimo de cinco pontos na carteira e multa no valor de R$ 195,23;
  • em estradas, acostamento e rodovias: infração gravíssima, com multa no valor de R$ 293,47, sete pontos na CNH e apreensão do veículo.

5. Ultrapassar sinal vermelho no Carnaval

Semáforo de trânsito fechado, com luz vermelha acesa
Avançar um semáforo é infração passível de multa Foto: Reprodução

Para os apressadinhos de plantão, que não querem perder um minuto da folia, o tempo gasto nos semáforos pode ser um problema. 

Porém, ignorar o sinal vermelho e as sinalizações, além de resultar em acidentes graves, é uma infração gravíssima. Com isso, o motorista precisará arcar com sete pontos na CNH e punição de R$ 293,47.

Vale a pena esperar, principalmente, pela sua segurança e de todos, mas também pelo seu bolso.