UAI
Menor que mala!

Moto compacta japonesa de 42 quilos cabe em porta-malas; confira

Modelo foi inspirado em veículo da Segunda Guerra Mundial projetado pelo serviço secreto britânico

Publicidade
Veículo foi considerado um ícone do design industrial
Veículo foi considerado um ícone do design industrial Foto: Bring a Trailer / Divulgação

Se atualmente bicicletas elétricas fazem sucesso por serem compactas, no século passado algumas motos tiveram seus momentos de fama pelo mesmo motivo. Um dos exemplos mais famosos é a Honda Motocompo, lançada pela montadora japonesa nos anos 1980, se tornando um ícone do design industrial.

Moto compacta podia ser guardada em porta-malas de carro

A Honda Motocompo estreou em 1981 como uma companheira para carros subcompactos japoneses, como o Today e o Civic. A moto podia ser dobrada e guardada no porta-malas graças a seu tamanho compacto e oferecia um transporte urbano alternativo, podendo ser usada como solução para enfrentar grandes engarrafamentos. 

O guidão e o assento da motinha podem ser dobrados, deixando o topo plano e adequando-a para o transporte. Pesando apenas 42 quilos, foi considerada leve para os padrões de scooters motorizados, mas ainda assim era difícil levantá-la com as próprias mãos, o que pode ter contribuído para as lentas vendas do modelo.  

Entre 1981 e 1983, a Honda vendeu apenas 53.369 unidades da moto compacta, número muito abaixo da projeção inicial de 10 mil por mês. Embora tenha sido um fracasso, o pequeno veículo influenciou vários outros produtos conceituais da montadora japonesa, entre eles o e-Dax, e-NSR e o scooter elétrico Motor Compo de 2011.

A potência da moto compacta é fornecida por um motor monocilíndrico de dois tempos e 49cm³. O propulsor é refrigerado a ar e conta com transmissão de velocidade única. A motinha ainda é equipada com freios a tambor dianteiros e traseiros, estrutura tubular de aço e carenagem de fibra de vidro cobrindo as peças internas.

Moto compacta foi usada em campo de guerra antes do modelo japonês

Welbike verde musgo estacionada é vista pela lateral esquerda. Ao fundo diversas pernas utilizando calças jeans claras e escuras são vistas em gramado
Welbike era entregue aos paraquedistas que podiam utilizar veículo após chegarem em terra firme Foto: Wikimedia Commons / Reprodução

Durante a Segunda Guerra Mundial, um scooter dobrável foi desenvolvido pela Estação IX ou Inter-Services Research Bureau. Conhecida por ter sido inspiração do autor Ian Fleming para a Q Branch, divisão fictícia de pesquisa e desenvolvimento do Serviço Secreto Britânico, local onde trabalhava James Bond.

O veículo, chamado de Welbike, foi projetado para caber dentro de um CLE Canister – contêiner de lançamento aéreo de paraquedas –, que media 130cm de comprimento, 38cm de altura e 30cm de largura. Mais de 3 mil unidades foram feitas, fornecendo transporte para os paraquedistas ao pousar. A Honda Motocompo chegou bem depois e, caso tenha interesse, pode ser adquirida atualmente. Uma unidade da moto compacta com acabamento Caribbean Red está sendo leiloada na plataforma Bring a Trailer.

  • Confira os vídeos do VRUM nos canais do YouTube e Dailymotion: lançamentos, testes e dicas!