FALA, BORIS!

Carro zero arranhado: não aceite repintura, pois nunca ficará igual

Não é incomum o consumidor descobrir na hora da entrega que seu carro novo já está arranhado, por falta de cuidado no transporte ou dentro da concessionária

Publicidade

Você está encomendando um carro zero quilômetro, já decidiu a marca e o modelo, foi na concessionária, não tinha exatamente o que você queria, a cor, por exemplo, não era a desejada. Mas aí você escolhe a cor de sua preferência, faz a encomenda e, 30 dias depois, seu carro novo chega. Então, você vai até a concessionária, ansioso para ver a sua nova máquina, que está lá no showroom te esperando. Você olha, gosta, mas, de repente, tem um arranhado no para-lama.

Indignado, você chama o pessoal da concessionária e pergunta: O que é isso? Meu carro zero já veio arranhado de fábrica? O vendedor, constrangido, tenta explicar, dizendo que o carro pode ter sido arranhado no momento de ser manobrado na oficina ou ao ser retirado da “cegonha”, aquele caminhão grande e aberto que transporta os carros da fábrica para as concessionárias.

“Realmente tem um arranhado aqui, profundo, mas não se preocupe. Volte em dois dias, pois vamos reparar isso e seu carro zero vai ficar perfeito”, diz o prestativo vendedor da concessionária. Não aceite! Não existe nenhuma oficina no mundo e nem mesmo a melhor oficina de Rolls-Royce é capaz de pintar seu carro zero com a mesma qualidade da fábrica.

Pois quando seu carro zero foi pintado na fábrica, foi mergulhado em um tanque de tinta, para receber uma pintura especial eletroforética. Depois, veio a tinta de fundo, com primer e verniz. Nenhuma pintura refeita é capaz de manter a qualidade da original. Lembre-se sempre disso.

Você acompanha o Boris Feldman pelo www.vrum.com.br e pelo canal no Youtube? Então lembre-se de curtir o vídeo, ativar o sininho e se inscrever no canal, para você ser notificado das publicações do VRUM. Todas tão exclusivas como essa e contando as verdades, as maracutaias, as picaretagens do mercado. E esteja sempre conosco também nas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. E é claro, no portal vrum.com.br.

Confira os vídeos do VRUM no canal do YouTube: dicas, lançamentos e testes