Ford Bronco apresenta falhas no motor e está sob investigação nos Estados Unidos

Defeito é no propulsor EcoBoost 2.7, que está presente na versão Wildtrak

Ford Bronco na cor verde, visto lateralmente em um deserto.
Defeito é no motor 2.7 EcoBoost, presente na versão topo de linha Wildtrak Imagem: Ford/Divulgação

O National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), órgão nacional de segurança rodoviária dos Estados Unidos (EUA), abriu uma investigação com base em múltiplas denúncias de “falhas catastróficas no motor” nos modelos do Ford Bronco 2021.

De acordo com um arquivo que se tornou público nesta semana, o órgão americano recebeu relatos de que, em altas velocidades, os veículos estavam perdendo força motriz.

A Ford identificou a raiz do suposto defeito: nos propulsores EcoBoost 2,7 litros, há uma interferência entre a válvula e o pistão que pode resultar no travamento do motor. Dados da agência de segurança americana corroboram a tese: existem 26 relatórios com diferentes incidentes do Ford Bronco que descrevem essa mesma falha.

O Bronco tem como padrão um motor EcoBoost Turbo 2.3 de quatro cilindros com 300 cv de potência. O propulsor 2.7 EcoBoost V6 de 330 cv. é um aprimoramento adicional – e padrão no modelo Wildtrak, topo de linha do Bronco. Segundo a investigação, existem mais de 25 mil veículos com esse motor defeituoso nos Estados Unidos.

Até o momento a Ford ainda não solicitou um recall. Em nota, a fabricante se pronunciou sobre a falha:

Estamos cientes de um número específico de motores no início do lançamento que exibiram essa preocupação e estamos investigando. Se algum cliente estiver com problemas, ele será coberto pela garantia do trem de força de 5 anos e 60.000 milhas do veículo. Iremos cooperar com a NHTSA como sempre fazemos.

E o Ford Bronco vendido no Brasil?

No Brasil, o propulsor V6, que está apresentando a falha, não é comercializado. Por aqui, o modelo vem apenas com o motor menos potente, que não tem, até o momento, relatos e vícios ocultos.

O VRUM já testou o Ford Bronco: assista ao vídeo e saiba tudo sobre o modelo!