Volkswagen Fox e SpaceFox recebem apenas três estrelas no teste do Latin NCAP

Modelos Fox e SpaceFox foram submetidos a novo teste de impacto do Latin NCAP e alcançaram apenas três estrelas para proteção de adultos e crianças

Volkswagen Fox e SpaceFox recebem apenas três estrelas no teste do Latin NCAP Modelos Fox e SpaceFox foram submetidos a novo teste de impacto do Latin NCAP e alcançaram apenas três estrelas para proteção de adultos e crianças

Apesar de já estar próximo do seu fim de vida, o Volkswagen Fox foi submetido mais uma vez ao teste de impacto do Programa de Avaliação de Novos Veículos para a América Latina e o Caribe, o Latin NCAP, juntamente a perua SpaceFox, que já deixou de ser produzida na Argentina. Ambos receberam apenas três estrelas para proteção de adultos e crianças nos testes de impacto frontal e lateral, contando com dois airbags. Foi o primeiro resultado divulgado pelo Latin NCAP este ano.

O Volkswagen Fox já havia sido avaliado pelo programa em 2015, quando era utilizado um protocolo de segurança menos rígido. Na ocasião, o hatch obteve quatro estrelas na proteção para adultos e duas para a segurança de crianças. Agora, ambos os modelos foram avaliados sob um protocolo mais rigoroso.

De acordo com o Latin NCAP, embora a SpaceFox tenha apresentado alta intrusão no impacto lateral, os registros no peito do dummy alcançaram pontuação para obter apenas três estrelas. A estrutura lateral do assento e os elementos de absorção de energia localizados na porta e no banco ajudaram o dummy a manter os valores biomecânicos críticos abaixo dos limites máximos permitidos. A perua tem ancoragens Isofix como equipamento padrão, mas não atende aos requisitos do Latin NCAP por não ter a sinalização adequada. Outro ponto negativo é que o modelo ainda traz cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira. Falha grave também considerada pelo Latin NCAP é a ausência do Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) como equipamento padrão.

O relatório da entidade apontou que no impacto frontal as cabeças e os pescoços do motorista e do passageiro receberam boa proteção dos airbags e cintos de segurança. Os cintos de segurança dianteiros estão equipados com pretensores e limitadores de carga. O tórax do passageiro apresentou boa proteção e o do motorista, proteção marginal. Mas os joelhos dos passageiros poderiam atingir estruturas perigosas do painel. As canelas do motorista e do passageiro mostraram boa e adequada proteção, respectivamente. Os pés do motorista obtiveram boa proteção, com deformação insignificante na área. A estrutura do veículo foi considerada estável.

Já no teste de impacto lateral, a proteção para a cabeça e a pelve de adultos foi considerada boa. Em relação ao abdome, a proteção é adequada, mas para o tórax, é fraca. Atendendo aos requisitos do Latin NCAP, os modelos trazem o lembrete do uso do cinto de segurança (SBR) para o motorista.

CRIANÇAS No teste para proteção a crianças de três anos, o Sistema de Retenção Infantil (SRI) foi instalado no VW Fox voltado para frente e não conseguiu impedir o movimento brusco durante o impacto. Já o SRI para a criança de 18 meses foi instalado olhando para trás, proporcionando resultado melhor. Nos testes de impacto lateral, a proteção para crianças foi considerada boa.