Vendas de automóveis e comerciais leves caem em fevereiro, e Ford afunda

Relatório mensal da Fenabrave mostra que a Fiat é líder na soma dos dois segmentos, mas a Ford caiu para a nona posição no ranking geral

Vendas de automóveis e comerciais leves caem em fevereiro, e Ford afunda Relatório mensal da Fenabrave mostra que a Fiat é líder na soma dos dois segmentos, mas a Ford caiu para a nona posição no ranking geral

Chevrolet Onix permanece na liderança como o veículo mais emplacado no país

 

De acordo com o relatório mensal da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), divulgado nesta semana, as vendas de automóveis e comerciais leves caíram em fevereiro em relação a janeiro, e mais ainda se comparadas com o mesmo mês de 2020. Na soma dos emplacamentos dos dois segmentos, a Fiat lidera no acumulado do ano, enquanto a Ford despencou para a nona posição no ranking. Entre os modelos mais vendidos, o Chevrolet Onix mantém a liderança absoluta, enquanto entre os SUVs o Jeep Renegade reassumiu a liderança. Confira os números.

Em fevereiro, de acordo com a Fenabrave, foram emplacadas 158.237 unidades de automóveis e comerciais leves, contra 162.556 em janeiro. Houve queda também se o resultado do mês passado for comparado com fevereiro de 2020, quando foram emplacadas 192.610 unidades de automóveis e comerciais leves. No acumulado de janeiro e fevereiro deste ano, a soma dos dois segmentos registra 320.793, contra 376.722 de igual período em 2020.

POR MARCAS No segmento de automóveis, a Volkswagen lidera, com 18,59% de participação na soma de janeiro e fevereiro, tendo a General Motors fungando em seu cangote com 18,17%, e a Fiat em terceiro com 11,90%. Neste segmento, a Ford despencou para a 10ª posição, ficando com 1,90% de participação em fevereiro, e 3,34% no acumulado do ano, na nona posição.

Já no segmento de comerciais leves, a Fiat lidera com folga com a Strada e a Toro, com 57,11% de participação em fevereiro e 54,26% no acumulado do ano. A Toyota vem em segundo lugar, com 9,64% na soma de janeiro e fevereiro, seguida pela Volkswagen (8,45%), General Motors (7,33%), Ford (5,22%) e Renault (4,96%).

Na soma de automóveis e comerciais leves, a Fiat é a marca que mais vendeu no acumulado do ano

Na soma de automóveis e comerciais leves, a Fiat lidera no acumulado do ano, com 20,07% de participação. A VW aparece na segunda posição, com 16,63% de participação, seguida por Generaal Motors (16,08%), Hyundai (9,39%), Renault (6,57%), Jeep (7,04%), Toyota (6,38%), Honda (4,27%), Ford (3,70%) e Nissan (3,60%).

OS 10 MAIS No ranking geral dos automóveis mais emplacados, no acumulado de janeiro e fevereiro, o Chevrolet Onix permanece líder soberano, com 20.827 unidades. Depois dele, aparecem o Hyundai HB20, com 15.653 unidades emplacadas, o Onix Plus (13.640), o Jeep Renegade (12.925), o jurássico VW Gol (12.124), Fiat Argo (11.242), Fiat Mobi (10.799), VW T-Cross (10.764), Jeep Compass (9.663) e Chevrolet Tracker (9.635). Repare que na lista dos 10 mais já não aparece nenhum modelo Ford. É que o Ka, que no passado recente chegou a ficar na segunda e terceira posições, despencou para a 18º colocação, com 4.921 unidades emplacadas no acumulado do ano. Resultado do anúncio do fim da produção da Ford no Brasil.

Já no segmento de comerciais leves os tronos de rei e rainha permanecem com a Fiat. Na soma de janeiro e fevereiro, a liderança permanece com a picape compacta Strada, com 18.602 unidades emplacadas, seguida pela intermediária Toro, com 10.858. O ranking continua com a Toyota Hilux, com 5.964 unidades emplacadas nos dois meses, VW Saveiro (5.019), Chevrolet S10 (4.122), Fiat Fiorino (3.738), Ford Ranger (3.233), Renault Oroch (1.962), Nissan Frontier (1.659) e Mitsubishi L200 (1.244).

O jurássico VW Gol, apesar de ultrapassado, é o modelo mais vendido entre os hatches de entrada

COMPACTOS DE ENTRADA Neste segmento de modelos teoricamente “mais baratos”, a liderança está nas mãos do velho VW Gol, um projeto pra lá de ultrapassado, mas que somou nos dois primeiros meses do ano 12.124 unidades emplacadas. Depois dele, aparecem o Fiat Mobi, com 10.799 unidades emplacadas, Renault Kwid (8.801), o Fiat Uno (4.022), o VW up! (1.276) e o Toyota Etios hatch (588), que assim como o sedã deixará de ser vendido no Brasil a partir de abril.

O Hyundai HB20 teve 15.653 unidades emplacadas nos dois primeiros meses do ano

HATCHES PREMIUM Neste segmento não tem pra ninguém! A liderança continua com o Chevrolet Onix, com 20.827 unidades emplacadas na soma de janeiro e fevereiro. Depois aparecem o Hyundai HB20 (15.653), Fiat Argo (11.242), VW Polo (5.015), Toyota Yaris (3.801), VW Fox (2.592), Renault Sandero (2.463) e o reestilizado Peugeot 208 (1.406). Parece que nem mesmo o belo visual do hatch da marca francesa compensa a ausência de uma motorização mais eficiente.

O Chevrolet Cruze navega praticamente sozinho no segmento dos hatches médios

HATCHES MÉDIOS Este é o segmento de um modelo só, pelo menos por enquanto. É que o único no ranking é o Chevrolet Cruze, que teve apenas 211 unidades emplacadas na soma de janeiro e fevereiro. O modelo deve ser descontinuado no Brasil em breve, já que a chegada da nova geração não foi confirmada para o nosso mercado. Mas os apreciadores desse segmento podem ser surpreendidos em um futuro próximo com a chegada do Toyota Corolla hatch. Quem sabe?

Entre os sedãs compactos de entrada o primeiro lugar está com o VW Voyage

SEDÃS PEQUENOS Entre os modelos de entrada deste segmento, o também jurássico VW Voyage está na liderança dos emplacamentos no acumulado dos dois primeiros meses do ano, com 4.299 unidades. O modelo é seguido pelo também velho Fiat Siena (2.455), o Renault Logan (2.176), Nissan V-Drive (1.418), Ford Ka Sedan (1.214) e o Toyota Etios Sedan, com apenas 463 unidades emplacadas.

E no segmento de sedãs compactos premium o destaque é o Chevrolet Onix Plus, com 13.640 unidades emplacadas

SEDÃS COMPACTOS PREMIUM Por aqui, a diferença do primeiro lugar para os demais é gritante. O Chevrolet Onix Plus é líder absoluto, com 13.640 unidades emplacadas no acumulado do ano. Depois, aparece o VW Virtus na segunda posição, mas com 4.065 unidades emplacadas. A lista continua com o Hyundai HB20S (3.849), Toyota Yaris Sedan (2.852), Nissan Versa (2.096), Fiat Cronos (1.481) e Honda City (1.149).

Toyota Corolla teve 5.041 unidades emplacadas nos dois primeiros meses do ano

SEDÃS MÉDIOS Neste segmento também, nada de novo. O Toyota Corolla permanece na frente com 5.041 unidades emplacadas nos dois primeiros meses do ano. O ranking continua com o Honda Civic em segundo lugar, com 3.409 unidades emplacadas, VW Jetta (720), Chevrolet Cruze Sedan (601), Chery Arrizo 6 (481) e Kia Cerato (196). Trata-se de um segmento que vem perdendo cada vez mais clientes para os SUVs.

Em 2020, o Jeep Renegade perdeu a liderança, que foi recuperada nos dois primeiros meses de 2021

SUVS COMPACTOS Depois de perder a liderança do segmento em 2020 por uma diferença de pouco mais de 3.200 unidades, o Jeep Renegade recuperou a primeira posição no acumulado dos dois primeiros meses do ano com 12.925 unidades emplacadas. O modelo ultrapassou o VW T-Cross, que registrou 10.746 unidades vendidas no mesmo período. A lista do segmento segue com o Chevrolet Tracker (9.635), Hyundai Creta (8.893), VW Nivus (6.947), Honda HR-V (6.360), Nissan Kicks (6.302), Renault Duster (2.972) e Ford EcoSport (2.102).

O Jeep Compass é o líder entre os SUVs médios, com 9.663 unidades emplacadas

SUVS MÉDIOS É o segmento em que o Jeep Compass se isolou na dianteira, com 9.663 unidades emplacadas no acumulado de janeiro e fevereiro. Depois, bem distantes, aparecem o Hyundai Tucson, com 509 unidades emplacadas, o Mitsubishi Eclipse Cross (339), o VW Tiguan (318), Ford Territory (273), Chery Tiggo 7 (261), Kia Sportage (197) e Toyota RAV4 (196). O detalhe curioso é que na listagem dos mais emplacados da Fenabrave modelos como Peugeot 3008, Chevrolet Equinox e Honda CR-V não estão entre os 40 relacionados.

A campeã de vendas, Fiat Strada, foi o segundo modelo mais vendido no Brasil no acumulado do ano

PICAPES COMPACTAS Há alguns anos a Fiat Strada lidera este segmento com folga. E neste ano não está sendo diferente, já que o modelo aparece em primeiro lugar da lista com 18.600 unidades emplacadas na soma de janeiro e fevereiro. A VW Saveiro vem em segundo lugar, com 5.019 unidades vendidas, e a Chevrolet Montana, que quase não se vê mais, com 412 unidades.

A picape intermediária Fiat Toro não é incomodada pela concorrência

PICAPES INTERMEDIÁRIAS Neste segmento, acontece o que a gente pode chamar de covardia. A picape Fiat Toro, que passará por um facelift em breve, está disparada na frente, com 10.858 unidades emplacadas no acumulado do ano. A única concorrente é a Renault Oroch, que inaugurou o segmento, mas que na soma de janeiro e fevereiro emplacou apenas 1.962 unidades.

No segmento de picapes médias, a Toyota Hilux permanece na liderança

PICAPES MÉDIAS E por último, um segmento que já teve números melhores no passado. Por aqui a liderança continua com a Toyota Hilux, que teve 5.964 unidades emplacadas nos dois primeiros meses do ano. Em seguida, aparecem a Chevrolet S10 (4.122), Ford Ranger (3.233), Nissan Frontier (1.659), Mitsubishi L200 (1.244) e a VW Amarok com apenas 214 unidades emplacadas.