Toyota Yaris tem nota de segurança rebaixada para 1 estrela pelo Latin NCAP

Além de ter apresentado estrutura do habitáculo instável, a porta do veículo se abriu durante a colisão lateral, com risco de ejeção do passageiro

Toyota Yaris tem nota de segurança rebaixada para 1 estrela pelo Latin NCAP Além de ter apresentado estrutura do habitáculo instável, a porta do veículo se abriu durante a colisão lateral, com risco de ejeção do passageiro

O Toyota Yaris obteve uma vergonhosa avaliação de 1 estrela, de 5 possíveis, na nova rodada de testes de segurança do Latin NCAP (Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe).

Quando submetido aos novos e mais exigentes protocolos, o modelo, que em 2019 tinha obtido 3 estrelas na proteção a adultos e 4 estrelas na proteção infantil, teve a nota drasticamente rebaixada.

Produzido no Brasil e Tailândia, o modelo atingiu 41,43% em Proteção de Ocupantes Adultos, 63,85% em Proteção de Ocupantes Crianças, 61,63% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis de Estradas e 41,86% em Sistemas de Assistência à Segurança. Os resultados são válidos para as carrocerias hatch e sedã.

De acordo com o Latin NCAP, no teste de colisão frontal a estrutura do habitáculo e a área dos pés se mostraram instáveis. Para piorar, o aviso de uso do cinto de segurança do banco do passageiro dianteiro não funcionou.

 Outra falta grave foi a abertura da porta durante o impacto lateral. Segundo o Latin NCAP, a abertura da porta apresenta um sério risco de ejeção do passageiro no caso de um impacto e requer ação imediata por parte da Toyota.

Por aqui, o Totota Yaris só oferece mais airbags que os obrigatórios frontais na versão de topo 1.5 XLS Connect, vendida por R$ 104.760, que agrega bolsas laterais, de cortina e de joelho para motorista. Ao menos o modelo oferece controle de tração e estabilidade de série desde a versão básica.

"O Latin NCAP incentiva a Toyota a melhorar significativamente os equipamentos de segurança padrão desse modelo o mais rápido possível e submetê-lo à avaliação para demonstrar possíveis melhorias. A segurança básica dos veículos, considerada um dado adquirido em mercados maduros, é um direito que os consumidores latino-americanos devem exigir sem ter que pagar mais por isso", declarou Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP,

"Quanto ao Toyota Yaris, é muito decepcionante ter obtido apenas uma estrela, sendo este carro tão popular na nossa região, com uma penetração de mercado muito alta. Fazemos um apelo enérgico para que a Toyota se comprometa com a segurança da população da América Latina e do Caribe, não queremos mais carros de zero e uma estrela circulando em nossos países", disse Stephan Brodziak, Presidente do Conselho de Administração do Latin NCAP.

Confira o relatório do Latin NCAP para o Toyota Yaris

Impacto frontal: a proteção oferecida à cabeça e pescoço do motorista e do passageiro foi boa. A proteção proporcionada ao peito do motorista foi marginal, enquanto a proteção do peito do passageiro foi boa. Os joelhos do motorista e do passageiro receberam proteção marginal, pois podem impactar estruturas perigosas atrás do painel. As canelas do motorista receberam proteção boa e adequada e as do passageiro, adequada. A área dos pés foi considerada instável, bem como a estrutura do habitáculo, que não foi capaz de suportar cargas maiores.

Impacto lateral:
a cabeça e a pelve obtiveram boa proteção, enquanto o tórax e o abdome ofereceram proteção adequada. Durante o impacto lateral, a porta foi aberta.

Impacto lateral de poste
: não foi realizado porque o modelo não oferece proteção lateral de cabeça como equipamento padrão.

Efeito “chicote”: o assento apresentou proteção marginal para o pescoço do adulto.