Toyota Hilux GR-S chega com preços a partir de R$ 204.990

Projetada pela Gazzo Racing, divisão esportiva da Toyota, linha 2020 de Hilux GR-S é lançada com opções de motor V6 4.0 a gasolina de 234cv e o tradicional 2.8 a diesel

Toyota Hilux GR-S chega com preços a partir de R$ 204.990 Projetada pela Gazzo Racing, divisão esportiva da Toyota, linha 2020 de Hilux GR-S é lançada com opções de motor V6 4.0 a gasolina de 234cv e o tradicional 2.8 a diesel

No lugar da tradicional logomarca, a grade em colmeia ostenta o emblema Toyota, além do símbolo GR

 

A Toyota apresentou a linha 2020 da Hilux GR-S, versão extrema da sua picape média, que já começa a chegar às concessionárias. A versão foi projetada pela Gazoo Racing, divisão esportiva da Toyota, para uso preferencialmente no fora de estrada. O modelo é limitado a 400 unidades para a versão a diesel, com preço sugerido de R$ 220.090, e apenas 100 unidades para a V6 a gasolina, que custa R$ 204.990.

Seu visual é mais agressivo. A carroceria pode vir nas cores preto Mica, vermelho metálico ou branco pérola, sendo esta última mesclada com preto no teto e no capô. No lugar da tradicional logomarca, a grade em colmeia ostenta o emblema Toyota, além do símbolo GR. O para-choque exclusivo dá mais robustez à Hilux. Nas laterais, adesivos com desenho geométricos estão concentrados na área inferior das portas.

Maçanetas das portas e as capas dos retrovisores são pintados de preto metálico. O veículo também traz estribos laterais, que são fundamentais para acessar uma picape tão alta. O santantônio tem novo design, com linhas mais dinâmicas, na cor cinza. Para completar, a capota marítima é de série. As rodas de liga leve de 17 polegadas calçam pneus 265/65 R17 de uso misto. Na versão a diesel as rodas são pretas.

Com oferta limitada a 500 unidades, versão GR-S é cheia de itens exclusivos

DENTRO O interior é todo em preto, presente no revestimento do teto e nas colunas. Os bancos também são revestidos em couro preto perfurado com fundo vermelho, assim como as costuras e alguns detalhes. O toque final fica para o botão de partida, a smart key, a placa numerada, os apoios de cabeça e os tapetes com a logo GR. A Hilux GR-S traz uma câmera frontal, instalada no para-brisa, para gravação com qualidade Full HD, que pode ser usada como meio de segurança e registro.

O modelo traz de série faróis de LED e sistema multimídia com tela de oito polegadas e navegador nativo por GPS. O pacote de segurança reúne airbags frontais, de joelho para motorista, laterais e de cortina, controle de tração e estabilidade, controle de balanceamento de reboque, controle de tração ativo, faróis e lanternas de neblina, assistente de partida em aclive e sistema Isofix para ancoragem de assentos infantis.

O interior tem acabamento todo em preto, mas traz alguns detalhes em vermelho

DOIS CORAÇÕES Serão duas opções de motorização. A primeira com o tradicional motor 2.8 a diesel – com 177cv de potência a 3.400rpm e 45,9kgfm de torque entre 1.600rpm e 2.400rpm – com câmbio automático de seis marchas. A segunda opção que é “o bicho”, um V6 de 4.0 litros a gasolina, com 234cv a 5.200rpm e 38,3kgfm a 3.800rpm, também em dupla com câmbio automático de seis velocidades. A transmissão oferece tração nas quatro rodas e relações reduzidas.

Porém, de acordo com a Toyota, esses conjuntos proporcionam aceleração mais enérgica, com reações mais rápidas, dando à picape um caráter esportivo típico dos veículos que levam a insígnia GR. Conforme sua intenção, o motorista pode escolher os modos Eco ou Power, que atuam modificando a curva do acelerador para obter reações mais poderosas ou menor consumo de combustível. Com um novo conjunto de molas e amortecedores monotubo, as suspensões receberam calibração específica para proporcionar conforto de condução sem afetar a capacidade de carga.