Toyota Hilux ganha reestilização discreta e já passa dos R$ 240 mil

Picape média mais vendida do país ganha retoque focado na dianteira, novos equipamentos de série e melhoria de performance do motor a diesel. Mas preços assustam

Toyota Hilux ganha reestilização discreta e já passa dos R$ 240 mil Picape média mais vendida do país ganha retoque focado na dianteira, novos equipamentos de série e melhoria de performance do motor a diesel. Mas preços assustam

A Toyota apresentou a linha 2021 da Hilux, picape que está em sua oitava geração e acaba de passar por uma leve reestilização. O facelift alcança as versões SRX, SRV, SR e Power Pack, e se concentra na dianteira: faróis mais finos, grade maior e para-choque mais limpo. A versão de topo SRX agora tem novos faróis bi-LED, lanternas em LED com novo grafismo e, junto à versão SRV, rodas de 18 polegadas com acabamento em preto. Fabricado na Argentina, o modelo chega às concessionárias do Brasil a partir de 26 de novembro.

INTERIOR
O interior ganhou apenas um “tapinha”. O quadro de instrumentos recebeu novo design e combinação de cores. Já a versão STD Power Pack passa a trazer sistema de áudio com tela tátil de 8 polegadas.

CONTEÚDO
A reestilização vem acompanhada com ganho de conteúdo em todos os pacotes. Todas as versões agora trazem assistente de partida em rampa, sinalização de frenagem emergencial automática, controles de estabilidade e tração. Todas as versões cabine dupla, diesel ou flex, ainda trazem airbags laterais e de cortina, Isofix para fixação de assentos infantis e assistente de reboque.

A versão de topo SRX passa a trazer bancos dianteiros com sistema de ventilação, mas o destaque fica a cargo do Toyota Safety Sense, pacote de segurança ativa que inclui sistema de pré-colisão frontal, alerta de mudança de pista e controle de cruzeiro adaptativo. Já a versão SRV incorporou sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, além de assistente de frenagem de emergência.

Demorou muito, mas o  modelo ganhou velocímetro digital a partir da versão SR, que vem junto com o indicador de posição das rodas dianteiras com três ângulos diferentes. Ainda na versão SR, o sistema multimídia com tela de 8 polegadas passa a contar com espelhamento do smartphone pelo Android Auto e Apple CarPlay.

MOTORES
Os motores diesel e flex disponíveis são os mesmos. Mas o propulsor 2.8 a diesel foi aperfeiçoado, ganhando 15% de potência, totalizando agora 204cv, e 11% de torque (nas versões equipadas com câmbio automático), gerando 50,9kgfm. Quando associado ao câmbio manual, o motor mantém o torque de 42,8kgfm. Já o motor 2.7 flex traz potências de 159cv (com gasolina) e 163cv (com etanol) e torque de 25kgfm (g/e).

De acordo com a Toyota, as versões com cabine dupla receberam melhorias nos amortecedores e molas com foco no conforto. Porém, todas as versões receberam novas buchas na junção das molas com o chassi, além de novos suportes de cabine, que proporcionam maior rigidez lateral e reduzem o nível de vibrações transmitidas à cabine.

PREÇOS
Confira os valores de todas as versões da linha 2021 da picape média.

Toyota Hilux 2.8 Diesel 4×4
SRX AT – R$ 241.990
SRV AT – R$ 216.990
SR AT – R$ 201.790
STD Power Pack MT – R$ 188.990
Cabine Simples MT – R$ 170.890
Chassi MT – R$ 164.790

Toyota Hilux 2.7 Flex
SRV AT 4×4 – R$ 169.790
SRV AT 4X2 – R$ 157.490
SR AT 4X2 – R$ 145.390