Papo de Estúdio: Mission Failed! Latin NCAP rebaixa a nota do Hyundai HB20

Entenda porque o programa de segurança veicular revisou a nota do compacto de quatro para apenas uma estrela, após auditoria do teste de impacto patrocinado pela Hyundai

Papo de Estúdio: Mission Failed! Latin NCAP rebaixa a nota do Hyundai HB20 Entenda porque o programa de segurança veicular revisou a nota do compacto de quatro para apenas uma estrela, após auditoria do teste de impacto patrocinado pela Hyundai

No Papo de Estúdio de hoje, conversamos sobre o rebaixamento da nota do Hyundai HB20 no Latin NCAP (Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe). Em uma nova bateria de testes, o modelo teve a nota de segurança dos passageiros adultos reduzida de quatro para apenas uma estrela. A nota relativa à segurança das crianças, três estrelas, foi mantida.

O resultado do teste de auditoria revelou que o HB20 ofereceu menor proteção no tórax do ocupante adulto do que no teste original durante o ensaio de impacto lateral, ultrapassando os limites biomecânicos máximos permitidos para o corpo. De acordo com o protocolo do Latin NCAP 2016-2019, sob o qual o veículo foi avaliado, quando uma área crítica do corpo é detectada, a nota máxima do veículo é de uma estrela.

Alejandro Furas, Secretário-Geral do Latin NCAP criticou a estratégia adotada pela Hyundai quanto aos sistemas de retenção de impacto lateral do HB20. Ele diferenciou os projetos de segurança feitos para “ganhar estrelas” dos que foram pensados para realmente proteger pessoas. Segundo ele, a aposta da Hyundai de apenas reforçar elementos estruturais seria menos efetiva que a adoção de airbags laterais. O Secretário-Geral do Latin NCAP explicou que a opção de proteger o habitáculo a partir de elementos estruturais deixa a segurança mais sujeita às variações de produção, o que pode ser muito arriscado, dependendo da tolerância que as marcas têm em questões de qualidade.

De acordo com a Hyundai Motor Brasil, não houve qualquer mudança no processo de produção ou na especificação do veículo que possa justificar a  extrema variação entre os dois testes realizados pelo Latin NCAP em menos de um ano. “A Hyundai está investigando profundamente os testes do Latin NCAP a fim de entender a causa real para resultados tão diferentes entre o recente teste de auditoria e o teste original de setembro de 2019. Nenhuma conclusão pode ser elaborada antes dessa investigação completa”, informou o fabricante.