Kia Rio x concorrentes: quem tem melhor relação custo/benefício no comparativo de equipamentos

Usando como base o preço e os itens de série da versão de entrada, comparamos o hatch sul-coreano com Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Volkswagen Polo, Toyota Yaris e Fiat Argo

Kia Rio x concorrentes: quem tem melhor relação custo/benefício no comparativo de equipamentos Usando como base o preço e os itens de série da versão de entrada, comparamos o hatch sul-coreano com Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Volkswagen Polo, Toyota Yaris e Fiat Argo

Na próxima semana a Kia lança o Rio no Brasil. O hatch compacto fabricado no México já está disponível em várias concessionárias da marca em duas versões, a de entrada LX (R$ 69.990) e a EX (R$ 78.990). Com participação inexpressiva nos últimos anos, quando foi penalizada por uma sobretaxa de importação, era de se esperar que a marca lançasse o modelo com preço bastante competitivo, já que o segmento dos compactos premium tem ganhado importância.

Com preços e principais equipamentos já divulgados, comparamos a versão de entrada do novo hatchback sul-coreano com seus principais concorrentes – Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Volkswagen Polo, Toyota Yaris e Fiat Argo – para descobrir se ele é mais sedutor que seus adversários. Mas parece que o modelo chegou por aqui de salto alto. É que, de forma geral, seus concorrentes trazem mais equipamentos e, no caso dos que trazem motor 1.0 turbo, melhor desempenho.

Do ponto de vista dos equipamentos, o Kia Rio traz como destaque na versão de entrada LX (R$ 69.990) airbags dianteiros, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sistema multimídia com tela de 7 polegadas e conexão com smartphones, rodas de liga leve de 15 polegadas, ar-condicionado, faróis de neblina, medidor de pressão dos pneus e banco do motorista com ajuste em altura.

Por um pouco mais (R$ 71.790), o Chevrolet Onix Premier, equipado com motor 1.0 turbo de até 116cv e 16,8kgfm, oferece 6 airbags (frontais, laterais e de cortina), rodas de liga leve de 16 polegadas, chave presencial (que destrava as portas dá partida no motor por botão) e bancos que mesclam couro e tecido. É o bastante para ser eleito o melhor custo/benefício quando o assunto é conteúdo.

Ainda na leva dos novos modelos que entraram no time dos hatches compactos premium, o novo Hyundai HB20 1.6 AT Launch Edition, que também custa R$ 69.990, de destaca com itens como airbags frontais e laterais, ar-condicionado digital e chave presencial. O Toyota Yaris 1.5 AT X Plus Connect é um pouco mais caro, R$ 72.490, e traz ar-condicionado digital e chave presencial. O Volkswagen Polo 1.0 TSI AT Comfortline (R$ 71.560) traz airbags frontais e laterais, além de bloqueio eletrônico de diferencial. Por fim, o Fiat Argo Trekking 1.8 AT é um pouco mais barato R$ 68.990, mas fica devendo controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

O CARRO A quarta geração do Kia Rio foi mostrada ao público no último Salão do Automóvel de São Paulo. Trata-se de um dos produtos mais vendidos da história da montadora sul-coreana no mundo, com mais 6,7 milhões de unidades comercializadas a partir do ano de 2000.

A versão mais equipada EX (R$ 78.990) acrescenta ainda grade dianteira com acabamento preto brilhante, bancos revestidos em couro, luzes de rodagem diurna, controle de velocidade de cruzeiro, ar-condicionado digital, retrovisores com rebatimento e setas integradas.

Ambos os pacotes vêm com motor 1.6 flex (o mesmo usado em algumas versões do Hyundai HB20), com potências de 123cv/130cv (gasolina/etanol) e torques de 16kgfm/16,5kgfm (g/e), sempre com câmbio automático de seis marchas. O Rio chega a todas as concessionárias da marca na segunda quinzena deste mês. Assim como toda a linha de passeio da Kia, o modelo conta com garantia de cinco anos ou até o limite de 100 mil quilômetros rodados.