Jeep divulga novas imagens do SUV grande Commander, que será lançado dia 26

Vídeo do carro real revela que o SUV de sete lugares terá visual diferenciado, com linhas retas e faróis full LED afilados. Serão duas opções de motorização

Jeep divulga novas imagens do SUV grande Commander, que será lançado dia 26 Vídeo do carro real revela que o SUV de sete lugares terá visual diferenciado, com linhas retas e faróis full LED afilados. Serão duas opções de motorização

 

Bem ao estilo conta-gotas, a Jeep vai aos poucos revelando teasers (imagens provocativas), fotos e vídeos do seu mais novo projeto, o Commander, SUV de sete lugares que será lançado no Brasil na próxima semana (26/8). Desta vez, a montadora usou uma unidade real para gravar as imagens do modelo, que será produzido na fábrica de Goiana (PE), de onde sairá para ser comercializado no mercado brasileiro e em outros países da América Latina. O Jeep Commander terá duas opções de motores: 1.3 turbo flex e 2.0 turbodiesel.

Desenvolvido em parceria pelas equipes do Polo Automotivo de Betim (MG) e do Polo Automotivo de Goiana (PE), o Jeep Commander traz o conceito global da marca. O SUV grande, do chamado segmento D, usa a mesma plataforma dos demais modelos da Jeep e será o quarto produto do grupo Stellantis produzido em Pernambuco, junto com o Jeep Renegade, Jeep Compass e Fiat Toro.

Modelo tem desenho muito parecido com o do Compass, mas se diferencia nos detalhes

VISUAL O desenho do Commander preserva a identidade dos modelos da marca, trazendo a tradicional grade frontal de sete fendas, mas com desenho interno diferenciado. A grade forma um conjunto retilíneo com os faróis full LED, que são mais estreitos e trazem novas setas dinâmicas. A luz diurna em LED e os faróis de neblina ficam no mesmo nicho nas extremidades do para-choque, interligados por um friso cromado. Nas laterais, o nome Commander aparece com detalhe na cor cobre.

A traseira é bem diferente, com lanternas bem estreitas e o nome da nova versão Overland

As imagens revelam que o modelo vai introduzir a nova versão Overland, que tem carroceria pintada em duas cores, sendo o teto preto. A traseira é mais limpa, com poucos elementos, mas mantém as formas retilíneas e traz lanternas afiladas com assinatura diferenciada. Além do nome da versão, na tampa do porta-malas o símbolo 4×4 revela que o modelo terá a opção de tração nas quatro rodas.

O volante traz todos os comandos necessários e o painel de instrumentos é digital e configurável

INTERIOR Pelas imagens do vídeo é possível perceber que o Jeep Commander terá interior sofisticado, com materiais de boa qualidade no acabamento. O volante multifuncional traz todos os comandos necessários ao motorista e o painel de instrumentos é todo digital e configurável, pelo menos nessa versão que deverá ser a topo de linha. A central multimídia Uconnect 5 tem tela flutuante de 10,25 polegadas e se destaca no painel – é o mesmo do Compass –, que é revestido com couro preto e suede marrom com costuras Burnished Cooper.

Os bancos são revestidos em couro marrom e trazem detalhes em suede na mesma cor

Os bancos são revestidos em couro marrom e trazem detalhes em suede na mesma cor, além de bordado classic no encosto. O apoia-braços traz a inscrição Jeep 1941, uma alusão à origem da marca, que surgiu durante a Segunda Grande Guerra. A versão de topo é equipada com teto solar panorâmico. De acordo com a Jeep, o Commander vai impressionar pelo amplo espaço interno, capaz de proporcionar conforto para os sete ocupantes. Será? Na terceira fileira de bancos é um feito quase impossível. Para quem senta na segunda fileira de bancos o Commander traz saída de ar-condicionado e tomadas USB. A terceira fileira é bipartida e traz bancos que podem ser rebatidos de forma independente, ampliando a capacidade do porta-malas.

O interior do Jeep Commander parece ser bem espaçoso, pelo menos nas duas primeiras fileiras

MOTORES Em relação ao conjunto mecânico, sabe-se que as versões de entrada serão equipadas com o novo motor 1.3 turbo flex, com potência máxima de 185cv e 27,7kgfm de torque, associado ao câmbio automático de seis marchas. Já as versões mais caras trarão sob o capô o motor 2.0 turbodiesel recalibrado, despejando cerca de200cv, atuando em parceria com a transmissão de nove velocidades e tração 4×4. A Jeep não revelou as medidas do Commander, mas sabe-se que a distância entre-eixos do modelo é cerca de 15cm maior que a do Compass, ou seja, cerca de 2,78m.