Fit ganha série especial

Edição limitada traz visual mais esportivo ao modelo da Honda

Além de pequenas mudanças internas, Fit S possui nova grade frontal e saias laterais

A partir do dia 17 de janeiro, todas as concessionárias Honda do Brasil vão receber uma edição especial do Fit. Batizado de Fit 1.5 S, o modelo sofreu algumas mudanças no visual para ficar com um ar mais esportivo. Limitada a mil unidades, a versão tem nova grade frontal, saias laterais, pára-choque traseiro exclusivos e está disponível com transmissão manual de cinco velocidades ou automática CVT (Continuously Variable Transmission).

Entre os itens de acabamento interno do Fit 1.5 S estão volante revestido de couro, detalhes na cor prata no rádio, nos acionamentos dos vidros elétricos, na base da alavanca seletora da transmissão (versão CVT) e nas maçanetas internas. Além disso, o carro conta também com abertura automática do bocal de combustível ao destravar as portas, alarme com travamento e destravamento à distância, ar-condicionado, airbag duplo, CD Player integrado ao painel com quatro alto falantes, ajuste de altura do banco do motorista e da coluna de direção, travas, vidros e retrovisores elétricos, direção elétrica, freios com sistemas ABS e EBD e sistema ULT (sigla que reúne as palavras “utilitário”, “longo” e “alto”, em inglês), que permite mais de dez configurações dos bancos do veículo, tornando o interior bastante versátil para o transporte de bagagem.

Pára-choque traseiro tem desenho exclusivo. Já o motor é o mesmo 1.5 16V de 105 cv

Debaixo do capô, nenhuma novidade. O motor 1.5 16V a gasolina possui sistema de variação de abertura de válvulas eletronicamente controlado (VTEC) e desenvolve 105 cv de potência a 5.800 rpm e torque de 14,2 kgfm a 4.800 rpm. O Honda Fit 1.5 S possui dois anos de garantia sem limite de quilometragem e está disponível nas cores Prata Global, Grafite Magnesium, Vermelho Rally e Preto Nighthawk. O preço sugerido da versão manual para as regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste é de R$ 54.625 e R$ 55.370 para as regiões Norte e Nordeste. Já o modelo com câmbio automático CVT custa a partir de R$ 59.020 e R$ 59.685 nas mesmas regiões, respectivamente.

Mudanças radicais
Está previsto para o segundo semestre deste ano a chegada do novo Honda Fit ao Brasil. Lançado no Japão em outubro no ano passado, ele cresceu para todos os lados: mede agora 3,90 m de comprimento (5,5 cm a mais), 1,69 m de largura (2 cm a mais) e 2,50 de entreeixos (5 cm a mais). Na prática o modelo tem o espaço interno para os ocupantes e para bagagem ainda melhor (porta-malas aumentou de 380 l para 427 l). O visual do carro também mudou, ficando com aspecto mais moderno e robusto.

Veja mais fotos do novo Honda Fit!

Internamente, o painel tem influências do novo Civic, como no volante, o mesmo para os dois carros. Além disso, o acabamento está mais refinado. Na lista de equipamentos, o novo Fit oferece, por exemplo, ar-condicionado digital e ajuste de altura e profundidade da coluna de direção. Entre as motorizações, o propulsor 1.4 (que na verdade é 1.3) ganhou cabeçote 16V e comando de válvulas variável, subindo de 80 cv para 100 cv de potência com gasolina. O Fit Flex brasileiro, quando abastecido com álcool, gera 83 cv. Já o motor 1.5 16V recebeu algumas melhorias e pulou de 105 cv para 120 cv. Resta saber se os motores do novo Fit receberão injeção eletrônica bicombustível no Brasil. É bem provável que sim.