Fiat Mobi ganha versão ‘aventureira’ e fica até R$ 2.800 mais caro

Com roupagem aventureira, Mobi Trekking custa R$ 47.390. Sem adição de conteúdo, versões ficaram mais caras na linha 2021

Fiat Mobi ganha versão 'aventureira' e fica até R$ 2.800 mais caro Com roupagem aventureira, Mobi Trekking custa R$ 47.390. Sem adição de conteúdo, versões ficaram mais caras na linha 2021

A principal novidade da linha 2021 do Fiat Mobi é o lançamento da versão aventureira Trekking, com preço sugerido de R$ 47.390. A roupagem aventureira traz rodas em aço estampado de 14 polegadas enfeitadas com calotas, barras longitudinais de teto, adesivos, retrovisores e teto em preto, alem de bancos em tecido com costura laranja.

Ao citar a “robustez” do veículo, com altura mínima em relação ao solo de 19 centímetros, e reivindicar o maior ângulo de entrada da categoria (24 graus), a Fiat deve estar prestes a colocar o Mobi na prateleira dos SUVs. A única opção de motor é o velho 1.0 Fire Evo, com potências de 73cv (gasolina) e 75cv (etanol) e torques de 9,5kgfm (g) e 9,9kgfm (e). O câmbio é manual de cinco velocidades.

Como toda a linha também ganhou uma remarcação de preços – com a versão de entrada Easy a partir de R$ 38.990 (era R$ 37.390) e a intermediária Like vendida por R$ 46.490 (era R$ 43.690) –, o Mobi também deixa de ser o modelo mais barato do país, cedendo novamente o título para o Renault Kwid (a partir de R$ 38.690). O Mobi agora tem como opcional (sem preço divulgado) a nova geração da central multimídia UConnect 7”, com recursos como projeção sem fio  para Apple Carplay e Android Auto.

Quer mais? Depois da nova Strada e o Argo, o Mobi é o terceiro modelo a receber a nova logomarca da Fiat, além da bandeirinha da Itália estilizada na grade do radiador (Fiat Flag). O modelo também ganhou uma discreta renovação visual, presente no novo para-choque dianteiro, nova moldura na caixa de rodas, pintura lateral inferior e novas calotas para a versão Like.