Com reforços estruturais, Chevrolet Onix ganha 3 estrelas em nova avaliação do Latin NCAP

Depois de zerar o teste de impacto, modelo volta a ser avaliado e recebe três estrelas para proteção aos adultos. Reforços estruturais foram aplicados em veículos fabricados a partir de 15 de janeiro de 2018

Com reforços estruturais, Chevrolet Onix ganha 3 estrelas em nova avaliação do Latin NCAP Depois de zerar o teste de impacto, modelo volta a ser avaliado e recebe três estrelas para proteção aos adultos. Reforços estruturais foram aplicados em veículos fabricados a partir de 15 de janeiro de 2018

Depois de amargar a nota zero nos testes de impacto do Latin NCAP (Programa de Avaliação de Veículos Novos para América Latina e o Caribe), em maio de 2017, o Chevrolet Onix ganhou reforços estruturais e voltou ao ringue. O nível de proteção melhorou, obtendo desta vez 3 estrelas (de um total de 5) para proteção aos adultos e mantendo as mesmas 3 estrelas para proteção infantil. Mas é preciso deixar claro que isto vale apenas para as unidades fabricadas a partir de 15 de janeiro de 2018 (a partir do VIN 9BGKS48U0JG313644). A nova avaliação foi patrocinada pela Chevrolet e, junto aos novos reforços estruturais aplicados no veículo, é uma prova de que a repercussão negativa gerada no ano passado pressionou o fabricante a aprimorar o Onix, líder absoluto do mercado brasileiro há três anos.

A evolução deve ser comemorada, mas, se debruçando sobre os resultados, fica claro que esta ainda é muito tímida. Analisando os gráficos de proteção aos dummies (como são chamados os bonecos colocados dentro do veículo) no teste de impacto frontal do Onix, nota-se que apenas as cabeças dos passageiros tiveram uma boa proteção durante o impacto. O peito do motorista teve proteção fraca. Os joelhos de ambos os passageiros adultos receberam proteção marginal, já que foram lesionados ao se chocar contra estruturas do painel consideradas perigosas.

Resultados do Chevrolet Onix no Latin NCAP

Resultados do VW Polo no Latin NCAP

Ao colocar lado a lado os gráficos de proteção do Onix e do Volkswagen Polo, que obteve nota máxima, fica ainda mais clara a diferença entre um modelo que obteve nota 3 e outro que foi avaliado com 5 estrelas. No caso do Polo, a proteção para qualquer parte do corpo dos dummies foi considerada boa ou adequada. E é curioso notar que a diferença de preço entre as versões de entrada dos dois compactos é de apenas R$ 2.400: enquanto o Onix 1.0 LT custa R$ 47.590, o Polo 1.0 MPI custa R$ 49.990.

A Chevrolet não detalhou o que foi alterado no projeto do veículo. De acordo com o Latin NCAP, o modelo recebeu barras de proteção lateral nas portas, mas é certo que outros elementos estruturais foram reforçados. Nesta revisão, o Onix também ganhou sistemas Isofix e Top Tether para fixação de cadeirinhas infantis. De acordo com a Chevrolet, desde a publicação da nova norma da ABNT (NBR 16204-3:2013) sobre impactos laterais, em agosto de 2013, o fabricante trabalha na evolução estrutural do Onix e que esses reforços estruturais antecipam a entrada em vigor da norma, prevista para 16 de agosto de 2018.

VIRTUS Outro resultado importante dessa primeira série de resultados de 2018 do Latin NCAP foi o do Volkswagen Virtus. Assim como o Polo, o novo sedã da marca alemã obteve 5 estrelas para a proteção ao adulto e 5 estrelas para a proteção às crianças. De acordo com o Latin NCAP, como o Virtus e o Polo são idênticos da frente até a coluna B, os resultados do impacto frontal e do lateral de poste do hatch também são válidos para o sedã. Como ambos compartilham a mesma plataforma e o assento traseiro, a proteção frontal dos ocupantes infantis também é considerada igual à do Polo. O teste de impacto lateral foi mesmo realizado com o Virtus, já que sua distância entre-eixos é maior. Pelo grau de proteção oferecido ao pedestre num eventual atropelamento, o Virtus também recebeu a classificação complementar Advanced Award.