Chevrolet Montana deixa de ser fabricada para ceder espaço a nova picape

Informação foi passada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul, mas concessionárias ainda vendem o estoque do modelo

Chevrolet Montana deixa de ser fabricada para ceder espaço a nova picape Informação foi passada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul, mas concessionárias ainda vendem o estoque do modelo

Enquanto a Chevrolet anunciava a chegada de uma picape inédita no mercado brasileiro, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul decretou o fim da produção da compacta Montana a uma publicação eletrônica. A informação existente é que o modelo deixou a linha de montagem, mas a Chevrolet nega que o modelo tenha “subido no telhado”.

A postura do fabricante é normal, já que ainda existe um estoque a ser vendido, mas os fatos apontam mesmo para o fim da produção da picapinha do finado Agile. O modelos “patina” em vendas há anos, em detrimento do sucesso da Fiat Strada e uma atuação discreta da mais que defasada Volkswagen Saveiro. A gradual perda de versões e a adoção de preços poucos competitivos também deram sinal de que a marca havia desistido do modelo.

O design da Montana não é apenas defasado devido aos quase 11 anos de produção sem grandes investimentos, sem atualização desde o lançamento da segunda geração, no fim de 2010, mas também devido ao visual do hatch Agile, modelo que durou muito pouco na gama da Chevrolet e se tornou irrelevante em sua história.

Primeira geração da Montana, baseada no Corsa de segunda geração

Vale lembrar que a primeira geração da Montana, vendida entre 2003 e 2010, era baseada no Corsa de segunda geração. Nesta troca, a picape passou por uma inusitada involução, abandonando a arquitetura C do Novo Corsa para abraçar a base da antiga picape Corsa (de primeira geração), que foi antecessora à primeira Montana.

Picape Corsa

Mas o modelo tem seus méritos, como a capacidade de carga de 744 quilos e uma caçamba espaçosa. Além disso, a cabine conta com um pequeno espaço atrás dos bancos para carregar objetos que não podem ir na caçamba. As dimensões do modelo são 4,51 metros de comprimento, 1,70m de largura, 1,57m de altura e 2,66m de entre-eixos. A massa é de 1.097 quilos.

No site da marca o modelo está disponível apenas na versão LS, que custa R$ 78.790. O modelo é equipado com motor 1.4 flex, com até 99cv de potência e 13kgfm de torque (abastecido com etanol), e câmbio manual de cinco marchas. Mesmo beirando os R$ 80 mil, o modelo oferece apenas os obrigatórios airbags frontais e freios ABS, as rodas são em aço estampado com calotas, além de ar-condicionado, protetor de caçamba, direção hidráulica, computador de bordo, retrovisores com ajustes elétricos, vidros e travas elétricos.