Chevrolet 2009 – Celta e Classic VHCE

Celta e Classic não tiveram alterações visuais As concessionárias Chevrolet de todo Brasil já estão vendendo a linha 2009/2009 do Celta e do Classic, os dois modelos mais vendidos da marca no país. A principal novidade está debaixo do capô, com a evolução do motor 1.0 Flexpower VHC, que agora se chama VHCE por estar

Publicidade
Celta e Classic não tiveram alterações visuais

As concessionárias Chevrolet de todo Brasil já estão vendendo a linha 2009/2009 do Celta e do Classic, os dois modelos mais vendidos da marca no país. A principal novidade está debaixo do capô, com a evolução do motor 1.0 Flexpower VHC, que agora se chama VHCE por estar mais “econômico, energético e ecológico”, atendendo à nova resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama 315/02), que entrou em vigor neste ano. De acordo com o site da GM, a versão mais barata do Celta 09/09 tem preço sugerido de R$ 24.693 – Life, duas portas; e a mais cara, R$ 28.180 – Spirit, quatro portas.

Veja detalhes do projeto Viva, modelo sucessor do Corsa!

Motor 1.0 Flexpower VHCE está mais potente, menos poluente e, de acordo com a GM, mais econômico

Tanto no sedã, quanto no hatch compacto, o propulsor ganhou força, ficando agora com 77 cv de potência e 9,5 mkgf de torque com gasolina e 78 cv e 9,7 mkgf com álcool, contra 70 cv (8,8 mkgf) e 72 cv (9,0 mkgf) da motorização anterior. De acordo com a Chevrolet, a autonomia dos dois carros melhorou, graças ao aumento do tanque de combustível, que foi de 47,8 litros para 54 l – cerca de 13% de crescimento.

Ainda segundo a marca, Celta e Classic, quando abastecidos com gasolina, fazem 13,3 km/l na cidade e 17,8 km/l na estrada (média de 15,3 km/l) de consumo. Já com álcool, os carros rodam 9,5 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada (média de 11 km/l).

Equipamentos
A Chevrolet também alterou as versões do Celta, em termos de conteúdo. O carro vem agora com luz auxiliar de freio (brake light) de série em todas as versões. Já o acabamento Super deixa de existir, aumentando o status da versão Spirit, que, com quatro portas, recebeu novas configurações, com a adição do sistema central de travas elétricas das portas com acionamento pela porta do motorista ou pelo “Keyless Entry System” (botão localizado no console), vidros elétricos dianteiros, com sistema “um toque” para subida e descida automáticas, dispositivo antiesmagamento e fechamento automático também pelo “Keyless Entry System”, e preparação para receber sistema de som (fiação elétrica dianteira para alto-falantes). O Celta Spirit, com duas ou quatro portas, passa a ter uma configuração contendo os opcionais ar-condicionado e direção hidráulica, antes oferecido somente na versão Super. Já a Life continua sendo a versão de entrada do modelo.