Audi apresenta o e-tron, primeiro elétrico da marca no Brasil

Confira os detalhes deste SUV com design agressivo e dois motores elétricos que fazem o veículo acelerar até os 100km/h em 5,7 segundos. Vendido a partir de R$ 499.990, preços são salgados

Audi apresenta o e-tron, primeiro elétrico da marca no Brasil Confira os detalhes deste SUV com design agressivo e dois motores elétricos que fazem o veículo acelerar até os 100km/h em 5,7 segundos. Vendido a partir de R$ 499.990, preços são salgados

A Audi apresentou o e-tron, primeiro veículo totalmente elétrico da marca a ser comercializado no Brasil. Posicionado entre o Q5 e o Q7, o estreante é um SUV com linhas mais agressivas, provavelmente para ninguém duvidar do que um elétrico pode ser capaz. O veículo é fabricado na Bélgica, em uma planta com emissão neutra de carbono.

Para a Audi, a chegada do e-tron representa o início de uma nova era de sustentabilidade. Apesar disto, o investimento anunciado de R$ 10 milhões em infraestrutura de recarga no Brasil – com a instalação de 200 pontos em shoppings, academias, hotéis, clubes e restaurantes até 2022 – ainda represente muito pouco.

O design contribui para sua proposta sustentável, a começar pela grade ativa, que, assim como os retrovisores virtuais (que são câmeras instaladas nas laterais), melhora a aerodinâmica do veículo. O conjunto óptico de LED define a identidade visual do SUV durante a noite, sendo os faróis com um recorte contendo quatro linhas e as lanternas com um filete que “corta” toda a tampa traseira, ampliando a sensação de largura.

O interior tem bancos dianteiros elétricos em couro com ajuste lombar e memória para o motorista, ar-condicionado de quantro zonas, teto solar panorâmico, volante com ajuste elétrico de altura e luzes internas personalizáveis (com 30 opções). Além do quadro de intrumentos digital, o painel  traz duas telas no console central com diversos comandos do veículo e do sistema multimídia.

As dimensões do e-tron são 4,90 metros de comprimento, 2,92m de entre-eixos, 2,04m de largura e 1,63m de altura. Como não há túnel central, o assoalho é plano, o que dá mais conforto para o passageiro central do banco de trás. O porta-malas tem volume de 600 litros. A ausência de um motor tradicional na parte frontal dá lugar a um compartimento que acomoda o kit de ferramentas do veículo e o cabo do carregador.

O e-tron é equipado com dois motores elétricos, um dianteiro e um traseiro, que, juntos, somam 408cv de potência e 67,7kgfm de torque. Por se tratarem de motores elétricos, tudo isto está disponível imediatamente, sem precisar subir rotações. O SUV atinge os 100km/h em 5,7 segundos e sua velocidade máxima foi limitada eletronicamente em 200km/h. A tração nas quatro rodas é elétrica, com distribuição do torque entre os eixos conforme a necessidade. Já o Audi drive select permite variar as características de direção entre sete perfis, do conforto ao dinâmico, passando pelo fora de estrada. Já as suspensões são a ar, com ajuste em até 76mm.

O pacote de baterias de íons de lítio pesa cerca de 700kg e, para reduzir o centor de gravidade do veículo, foi posicionado abaixo do assoalho. Sua autonomia é de até 436 quilômetros (ciclo WLTP). De acordo com a marca, em estações de recarga ultra rápida de 150 kW, raríssimas no Brasil, é possível carregar até 80% da bateria em 30 minutos. Também é possível recuperar a energia durante as desacelerações, apenas tirando o pé do acelerador ou quando o pedal de freio é acionado.

O modelo será comercializado em duas versões. A de entrada é a Performance (R$ 499.990), que traz assistente de farol alto, controle de cruzeiro adaptativo com assistente de saída de faixa, abertura e fechamento elétrico do porta-malas, abertura de veículo por proximidade, assistente de estacionamento, oito airbags, sistema multimídia com navegação e quadro de instrumentos digital.

A mais equipada é a Performance Black (R$ 539.990), que acrescenta bancos dianteiros esportivos em Alcântara, soleiras em alumínio e iluminadas, capa do retrovisor externo na cor preta, frisos decorativos em preto brilhante, pinças de freio laranja e sistema de som premium com 16 alto-falantes. A garantia é de quatro anos para o veiculo e oito anos para as baterias. Durante o período de lançamento, não especificado pela Audi, o modelo será vendido com desconto, respectivamente R$ 459.990 e R$ 499.990, e quatro anos de manutenção já inclusos.

Apenas 14 concessionárias da marca vão comercializar e realizar a manutenção do e-tron no Brasil: Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Londrina, Florianópolis, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Vitória, e quatro em São Paulo. A marca também adiantou que, ainda neste ano, vai trazer o e-tron Sportback para o mercado brasileiro, além de um terceiro veículo elétrico ainda não divulgado, no próximo ano.