Três tigres: conheça a linha 2022 da Triumph Tiger 1200

A linha Tiger 1200 ganhou novo motor, mais eletrônica, perdeu peso e se multiplicou, com três modelos que desembarcam em 2022

Três tigres: conheça a linha 2022 da Triumph Tiger 1200 A linha Tiger 1200 ganhou novo motor, mais eletrônica, perdeu peso e se multiplicou, com três modelos que desembarcam em 2022

A Triumph apresentou a nova linha aventureira Tiger 1200, já como versão 2022. Completamente reformuladas, ganharam potência e perderam peso, além de novas versões. No Brasil desembarcarão oficialmente também em 2022, os modelos Tiger 1200 GT Explorer, Tiger 1200 Rally Explorer e Tiger 1200 Rally Pro. Também foram apresentadas as versões Tiger 1200 GT e Tiger 1200 GT Pro que, porém, não estão confirmadas para o Brasil. Os três modelos que virão para o Brasil, contam com o mesmo motor de três cilindros em linha, de nova geração, batizado de T-Plane.

O novo motor, com 1.160 cm3, ganhou 9 cv em relação ao modelo anterior. Agora são 150 cv a 9.000 rpm. O torque também aumentou 0,8 Kgfm, passando para 13,3 Kgfm a 7.000 rpm. O escapamento igualmente foi modificado, porém, a transmissão final continua por eixo cardan. O novo propulsor também está recheado de eletrônica. Todos os modelos contam com central de medição inercial (IMU), que monitora e intervém nos diferentes sistemas, como os freios ABS de curvas e controle de tração. Porém, os mapas de motor variam, conforme a utilização de cada modelo.

Tiger 1200 GT Explorer  O novo quadro comum aos modelos, ficou 5,4 kg mais leve, com subquadro em alumínio.  O novo tanque em alumínio e a balança da suspensão traseira também economizaram 1,5 kg, reduzindo 25 kg no total. O modelo GT Explorer é mais voltado para o asfalto e estradas. As rodas são em liga leve, com aros de 19 polegadas na dianteira e 18 na traseira, calçadas com pneus Metzeler Tourance. As suspensões são semi ativas Showa e o novo banco, mais fino junto ao tanque, pode ser regulado na altura entre 850 e 870 mm. O guidão ficou 16 mm mais alto.

A mudança na ergonomia é completada com novas posições das pedaleiras. O modelo tem ainda quick shift, manoplas e bancos aquecidos, monitoramento da pressão dos pneus, assistente de partida em rampas, interruptores iluminados, tomada USB e cavalete central. O painel tem tela colorida em TFT de 7 polegadas e pode ser espelhado ao celular. A eletrônica também está presente nos mapas de motor, incluindo o modo Rans (Chuva), quando a potência é reduzida para 100 cv. A iluminação é em led, com luz de posição diurna e farol de curvas.

Tiger 1200 Rally Explorer e Pro Os dois modelos são mais adaptados para encarar terra. Painel, iluminação, quadro e sistemas de assistência à pilotagem são comuns. Entretanto a roda dianteira tem aro de 21 polegadas com pneu sem câmara Metzeler Karoo para encarar a buraqueira. A ergonomia conta com banco mais alto, entre 875 e 895 mm. Uma novidade eletrônica comum aos modelos GT Explorer e Rally Explorer é o radar de ponto cego, voltado para trás, que avisa o piloto da aproximação de veículos e também alerta na hora de trocar de faixa nas estradas.

As suspensões são semi ativas com garfo invertido na dianteira de 49 mm de diâmetro e 220 mm de curso. Na traseira, sistema mono igualmente com 220mm.O piloto automático também está presente, além dos protetores de punho, de cárter, de quadro e de tanque. Para aumentar a autonomia o modelo Tiger Rally Explorer  vem equipada com tanque de 30 litros e também o modo de pilotagem Off-Road Pro (mais extremo), além de outros cinco, que desabilita o freio ABS e o controle de tração. Os freios são Brembo com duplo disco de 320 mm na dianteira e 282 na traseira. Também são oferecidos diversos opcionais, como malas e top case central.