Nova Yamaha Fluo ABS 125 é scooter repleta de comodidades urbanas

Vendido a partir de R$ 13.390, modelo de baixa cilindrada conta com freio ABS na roda dianteira, sistema stop&start e chave inteligente

Nova Yamaha Fluo ABS 125 é scooter repleta de comodidades urbanas Vendido a partir de R$ 13.390, modelo de baixa cilindrada conta com freio ABS na roda dianteira, sistema stop&start e chave inteligente

O novo Fluo ABS 125 chega para disputar um mercado de scooters aquecido, colocando lenha na fogueira, com itens de segurança e praticidades urbanas, inéditos no segmento. Começando pelo freio com sistema antitravamento ABS na roda dianteira, equipada com disco de 200mm de diâmetro. A roda traseira, tem tambor de 130mm. Um conjunto bem dimensionado para um peso de 98 quilos a seco. Talhado para curtos deslocamentos e para driblar o trânsito das cidades, conta com um motor monocilíndrico, com arrefecimento a ar forçado de 125cm³ de cilindrada que entrega 9,5cv a 8.000rpm e um torque de 1kgfm a 5.500rpm.

As comodidades urbanas explícitas, porém, tornam a pilotagem mais confortável e prática. Como nos scooters, o câmbio é automático, tipo CVT, continuamente variável. Contudo, um bom arranjo nas polias e correia do sistema, deixam o pequeno motor mais alerta, reagindo com mais vigor nas retomadas, ponto fundamental nos deslocamentos das cidades, por exemplo. O motor fica ligado diretamente à roda traseira, fazendo também o papel de balança da suspensão traseira, com amortecedor único de 88mm de curso. Na dianteira, a suspensão é telescópica convencional com 90mm de curso.

As rodas em liga leve possuem aros de apenas 12 polegadas de diâmetro. Porém, são calçadas com pneus mais largos e altos, com medidas de 100/90 na dianteira e 110/90 na traseira. O conjunto de suspensões e pneus, entretanto, compensam em parte a maior vulnerabilidade na buraqueira do dia a dia. Outro item que contribui no conforto dinâmico é o banco. Com medidas generosas, tem 845mm de comprimento e fica a 780mm do chão. Além disso, o assoalho é baixo e plano, facilitando o embarque e desembarque, situação corriqueira nos curtos deslocamentos.

Por outro lado, as rodas de diâmetro reduzido conferem extrema agilidade nas mudanças de direção, outro fator relevante no trânsito. As comodidades urbanas também estão presentes no porta-objetos embaixo do banco, com volume de 25 litros que comporta um capacete fechado, por exemplo. O bocal do tanque de combustível, com capacidade de 4,2 litros e posicionado sob o assoalho, fica na lateral do escudo frontal e permite o abastecimento sem descer do scooter. Ambos, tanque e banco, podem ser destravados através de teclas também no escudo frontal, que tem ainda um gancho para pendurar sacolas e bolsas e uma essencial tomada 12 volts para carregar o celular.

Outra praticidade é a chave inteligente. Basta portar no bolso que a ignição é liberada. Ao se afastar, o efeito é contrário. A chave trava ignição, guidão, banco e tanque. Na hora de estacionar o Fluo ABS 125, conta com o apoio lateral (que acionado impede a ignição) e o descanso central. Contudo, outro sistema "inteligente", ajuda a diminuir a frequência nos postos de abastecimento. A tecnologia do stop&start. Parado em mais de 1,5 segundo, em um semáforo, por exemplo, o motor desliga e religa automaticamente ao menor toque do acelerador. No trânsito pesado e lento, o sistema percebe e só desliga depois de 5 segundos.

O painel digital tem tela LCD, além de velocímetro, hodômetro e indicador do nível do combustível, também contribui na "economia" com a função ECO. Um indicador que, através de uma escala progressiva, segue monitorando o grau de economia da tocada. O modelo tem formas compactas, mas o visual tem conjunto óptico amplo na dianteira com farol recortado com iluminação em LED. O para-lama dianteiro também é robusto. Já as setas dianteiras ficam posicionadas na carenagem, como as primas maiores N-Max 160 e X-Max 250. O preço sugerido, sem frete, é de R$ 13.390.