Linha 2023 da Honda CB 500F e 500X ganha modernizações sob medida

A dupla de CBs compartilha a mesma base mecânica, porém as mudanças visuais e técnicas foram feitas de acordo com cada segmento

Linha 2023 da Honda CB 500F e 500X ganha modernizações sob medida A dupla de CBs compartilha a mesma base mecânica, porém as mudanças visuais e técnicas foram feitas de acordo com cada segmento

Honda CB 500X

Os modelos CB 500R, com carenagem e pegada esportiva, CB 500F, naked, e CB 500X, de utilização mista (terra e asfalto), foram lançados em 2014 compartilhando a mesma base mecânica, com motor de dois cilindros, quadro, rodas, painel e freios. Em 2020 a trinca sofre a baixa da CB 500R (substituída pela CBR 650R de quatro cilindros), enquanto a dupla remanescente é modernizada. Agora, a Honda promove nova atualização, já como versão 2023, da suspensão dianteira, grafismos, freios e iluminação dos modelos CB 500F e CB 500X, que já estavam presentes na linha 2022 europeia.

O motor de dois cilindros paralelos e 471cm³ de cilindrada tem oito válvulas e duplo comando no cabeçote com balancins roletados. O sistema de injeção foi revisto, mas não alterou a potência de 50,2cv a 8.500rpm e um torque de 4,54kgfm a 7.000rpm. O robusto motor está acoplado a um câmbio de seis marchas e embreagem assitida e deslizante. O motor também faz parte da estrutura do quadro tipo diamond com tubos de aço de 35mm. O sistema de arrefecimento foi igualmente revisto com adoção de radiador mais leve.

Honda CB 500X

A street CB 500F ganhou rodas mais leves, com raios em formato de Y, de 17 polegadas, calçadas com pneus 120/70 na dianteira e 160/50 na traseira. O banco é em dois níveis, a 789mm do solo, e o farol com novo desenho tem iluminação em LED. As setas também foram redesenhadas. O tanque integrado às aletas laterais tem capacidade de 17,1 litros e, junto com as novas pedaleiras em alumínio e o guidão cônico, formam uma posição de pilotagem levemente esportiva, além de uma distribuição de peso que carregou um pouco mais a roda dianteira, que passou de 46.8% para 49,7%.

Honda CB 500X

Os dois modelos ganharam nova suspensão dianteira com sistema invertido Showa e tubos de 41mm de diâmetro. Cada bengala tem função separada. Uma exerce o amortecimento hidráulico. A outra tem o mecanismo da mola. A nova suspensão exigiu novo par de mesas de fixação, exclusiva para cada um dos modelos. É que a 500X tem roda dianteira maior, com aro de 19 polegadas de diâmetro, mais apropriado para uso misto, terra e asfalto, calçado com pneu de medida 110/80. Na traseira permanece a medida 160/60 em aro de 17 polegadas. Porém, a balança da suspensão traseira do tipo mono foi alterada e ficou mais leve.

Honda CB 500F

As alterações igualmente mudaram a distribuição de peso entre a roda dianteira e traseira no modelo 500X, que passou de 48% e 52% para 48,7% e 51,3%. O novo farol em LED ganhou mais potência de iluminação. As setas ganharam novo desenho. O banco a 834mm do chão, embora, tenha uma leve ondulação, tem formato único para melhorar a movimentação no fora de estrada. O guidão mais alto, com ângulo de esterçamento de 76 graus, também favorece o manuseio no fora de estrada em posição de pilotagem mais ereta, com duas regulagens de altura no para-brisa.

Honda CB 500F

O painel digital em tela LCD tem formato retangular e sistema blackout para minimizar reflexos. Além disso, tem indicador de marcha engatada e a possibilidade de regulagem na luz shift light, que indica a hora de trocar as marchas em intervalos de 250rpm entre 5000 e 8750 rpm. O sistema de frenagem dianteiro ganhou duplo disco de 296mm de diâmetro em substituição ao disco simples de 310mm anterior. Na CB 500F a pinça tem quatro pistões de fixação radial. Na CB 500X, a pinça tem dois pistões de fixação axial.