BMW lança a G 310GS em versão comemorativa pelos 40 anos da família GS

Modelo traz detalhes como pintura especial, mantendo o conjunto mecânico para uso misto, mas passa a contar com acelerador eletrônico e embreagem deslizante

BMW lança a G 310GS em versão comemorativa pelos 40 anos da família GS Modelo traz detalhes como pintura especial, mantendo o conjunto mecânico para uso misto, mas passa a contar com acelerador eletrônico e embreagem deslizante

A suspensão dianteira é invertida, com tubos de 41mm de diâmetro e 180mm de curso

 

Entre todos os países onde a BMW G 310GS é comercializada, o Brasil é o maior consumidor. Produzida em Manaus, Amazonas, a moto faz parte da família GS, que comemorou 40 anos em 2021. O pimeiro modelo foi a R 80 GS. Entre as celebrações de aniversário, a BMW produziu uma série comemorativa, decorada com motivos especiais e a inscrição “40 Years GS”, inspirada no histórico modelo R 1000GS, apelidada de Bumblebee, ou abelha zangão.

O menor da linha GS, modelo G 310GS seguiu o visual de aniversário, com versão de pintura amarela e preta. Porém, a parte técnica e mecânica permanecem inalteradas.A pequena GS segue o padrão da linha, com vocação para rodar tanto no asfalto quanto na terra. A própria denominação GS, que significa Gelande/Strasse, ou cidade e campo, indica a aptidão. Para tanto, conta com para-brisa, abas laterais ao tanque e segundo para-lama alto, como nas irmãs maiores da família, que vai até modelos de 1250cm³.

As rodas são em liga leve com aro 19 polegadas na dianteira

INVERTIDO A suspensão dianteira é invertida, com tubos de 41mm de diâmetro e 180mm de curso. A suspensão traseira tem sistema mono, também com 180mm de curso, ancorado em balança de alumínio e possibilidade de regulagens na pré-carga da mola para ajustar o peso transportado. O lado asfalto tem pedaleiras revestidas com borracha e rodas em liga leve calçadas com pneus de uso misto. Na dianteira, o aro é de 19 polegadas, dimensão no meio do caminho entre terra e asfalto, e o aro traseiro, 17 polegadas de diâmetro.

O motor é invertido e inclinado para trás

O motor de um cilindro, quatro válvulas e arrefecimento líquido fica inclinado para trás, invertendo também os fluxos de alimentação e exaustão em 180 graus. Uma arquitetura que compacta as dimensões, proporcionando maior agilidade. Contudo, invade o espaço do tanque, reduzindo seu volume para apenas 11,5 litros. Com 313cm³, entrega 34cv a 9.500rpm e torque de 2,8kgfm a 7.500rpm. Entretanto, o modelo passa a contar com acelerador eletrônico e embreagem deslizante, que impede o travamento da roda traseira nas reduções de marcha mais radicais.

Sobre o tanque, o adesivo identifica a versão comemorativa pelos 40 anos da linha GS

ERGONOMIA Na posição de pilotagem, o banco fica a 835mm do solo, com opcional de mais alto, a 850mm, ou mais baixo, a 820mm do chão. Porém, seu formato em dois níveis privilegia o conforto e o uso no asfalto, dificultando a movimentação na terra. Para ajustar a tocada, os manetes de freio e embreagem podem ser facilmente regulados em quatro níveis. O quadro tem arquitetura de tubos de aço em treliça e fica exposto, compondo o visual, assim como o peito de aço para proteger o motor.

O painel tem tela digital em LCD

Na hora de brecar, a pequena G 310GS conta com um sistema superdimensionado. Na roda dianteira, disco ventilado de 300mm de diâmetro, mordido por pinças ByBre (subsidiária da Brembo) de quatro pistões e fixação radial. Na roda traseira, disco de 240mm. Um conjunto preciso, equipado com sistema ABS, antitravamento. Na iluminação, farol recortado em LED com luz de posição diurna. Para controlar tudo, painel digital com tela em LCD equipado com o computador de bordo.

Os freios contam com discos e sistema ABS