Tá chegando

Citroën antecipa informações da nova geração do C3 no Brasil

Hatch compacto deve estrear no nosso mercado em agosto, após ter sido prometido para o primeiro trimestre. Confira o que já sabemos sobre o novo Citroën C3

Publicidade
Citroën C3 2023 azul de frente em movimento.
Visual do novo Citroën C3 é alegre e jovial Fotos: Citroën Divulgação

Enquanto o novo Citroën C3 não chega ao mercado, a marca segue dando “pílulas” de informações a respeito do seu hatch de entrada. De acordo com o site Autos Segredos, o lançamento foi adiado para agosto devido a falta de semicondutores para a fabricação de componentes eletrônicos.

O Citroën C3 tem dimensões típicas de um hatch de entrada: 3,98 metros de comprimento e 2,54 metros de distância entre-eixos. Assim, não é de se esperar um amplo espaço interno. Como nos demais compactos com essas medidas, para obter espaço no banco traseiro, os passageiros da frente precisam colaborar.

O visual não é novidade, já que o modelo foi apresentado em setembro do ano passado (o lançamento chegou a ser prometido para o primeiro trimestre desse ano). Como no Renault Kwid, o visual remete a um utilitário-esportivo. O estilo é alegre e jovial, com diferentes combinações de cor para o teto e carroceria.

Porta-malas do Citroën C3 terá 315 litros

O projeto do novo Citroën C3 foi desenvolvido principalmente na Índia, onde o pequeno já foi lançado. Característica comum em mercados emergentes, o porta-malas tem bom volume para um hatch compacto: 315 litros. Para comparar, o porta-malas de um Fiat Argo tem 300 litros.

Motores serão 1.0 e 1.6 aspirados

As versões de entrada do novo Citroën C3 serão equipadas com o motor 1.0 Firefly, que desenvolve potências de 71cv (com gasolina) e 75cv (com etanol) e torques de 10kgfm (g) e 10,7kgfm (e). O câmbio será manual de cinco marchas.

Já as versões mais caras podem trazer o motor 1.6 da antiga PSA, com 113cv (g) e 120cv (e) e torques de 15,4kgfm (g) e 15,6kgfm (e). Existem informações de que esse propulsor tenha opção de trabalhar em conjunto com um câmbio automático.

Para ter preço atraente, versão de entrada deve chegar “pelada”

Como a expectativa é que a versão de entrada do novo Citroën C3 fique na faixa de preço próxima ao Fiat Mobi e Renault Kwid, esse pacote deve ser bastante “pelado”. Porém, a marca já confirmou para as versões mais caras do compacto itens como quadro de instrumentos digital, sistema multimídia com tela de 10 polegadas (com Android Auto e Apple Carplay sem fio), controle eletrônico de tração e estabilidade.

O novo Citroën C3 será fabricado no Brasil, na planta de Porto Real (RJ). De acordo com a marca, o projeto do compacto teve participação ativa da Stellantis da América Latina para que o veículo vendido por aqui tivesse as características exigidas pelo nosso mercado.