FALA, BORIS!

Carro usado: o que verificar no motor antes de comprar?

Quem procura um bom veículo usado para comprar deve ficar atento às picaretagens normalmente usadas para tentar encobrir possíveis problemas

Publicidade

Você pode cair em diversas armadilhas ao comprar um carro usado, caso o dono anterior, ou o dono da revenda, não seja honesto, e tenha armado aqueles “gatilhos”. Deixa o carro mais ou menos no jeito para andar, mas depois que você compra, vem o prejuízo no bolso. É sempre interessante levar o carro em uma oficina, mas, às vezes, você mesmo pode perceber onde é que está o “gatilho”. Onde é que está a picaretagem!

Confira o vídeo do teste da picape intermediária Renault Oroch 1.3 turbo

A começar da coisa mais óbvia: do painel do carro usado, com as luzinhas de alerta. Porque às vezes acende a luz, mas o picareta, desonesto, apaga pra você não perceber. ABS é um sistema de freio eletrônico, e é caro. Se acender a luz do sistema é porque tem que fazer uma revisão, tem que trocar algum componente do ABS. Pra que fazer isso? Muitos não fazem. Só apagam a luz no painel. Mas você percebe que a luzinha está ali apagada. E se levar em uma auto elétrica, vão perceber que ela está ligada de maneira falsa, não tá acusando nada no ABS.

E o “gatilho” do ABS vale também para o airbag. Todos dois podem estar com problema. É preciso verificar se as luzes estão acendendo corretamente. Elas têm que acender e depois apagar. Tem também a luzinha da pressão do óleo. Às vezes ela acende porque está faltando óleo. Mas às vezes ela acende porque está com baixa pressão e o motor do carro usado que você acabou de comprar vai fundir na sua mão.

Além dessas luzinhas de alerta, tem outro termômetro para verificar se tem algum problema grave no carro, facílimo, que você também pode fazer. Puxe a vareta de óleo do motor e verifique como está o lubrificante grudado na ponta. Se estiver esbranquiçado ou tiver umas bolhinhas, é sinal que pode ter água vazando para o cárter. Essa água junto com o óleo do cárter pode provocar essas reações. E o custo para fazer esse reparo não é barato.

Outra maneira fácil de detectar problema no motor do carro usado. Retire as velas e verifique se estão quebradas, oxidadas, escurecidas ou oleosas. As velas devem estar sempre secas e em tom cinza. Caso contrário, é indicativo de problema no motor.

Fique de olho no escapamento do carro usado

E lá atrás, na ponta do escapamento do carro usado, por dentro, verifique se não está preto demais. Se estiver, pode ser indicativo de problema na regulagem do motor ou no controle da mistura ar/combustível. Se você colocar a mão próximo à saída do escapamento, tomando o devido cuidado para não queimar, e vier um pouco de lubrificante, é porque está queimando óleo, o que não é um bom sinal.

Outra dica importante diz respeito ao próprio funcionamento do motor do carro usado. Ligue e verifique se a marcha lenta está oscilando muito. Procure dar uma volta com o carro e veja se o motor dá umas “tossidas” ou “engasgadas”. Pode ser só regulagem, mas também pode ser um problema mais sério.

E, finalmente, tem o pulo do gato para tudo, não é? Você sabe que quando liga o ar quente passa água quente dentro do painel. Esse sistema fica desligado por muito tempo e enferruja. Portanto, se isso acontecer, começa a vazar água no seu pé, no tapete do carro usado. E não é barato desmontar o painel e trocar a tubulação. Sabe o que fazem os “espertos”? Isolam o sistema, impedindo a passagem da água, evitando um possível vazamento. Porém, se você precisar de fazer funcionar o sistema de ar quente novamente, vai gastar um bom dinheiro.

Se você acompanha o VRUM pelo YouTube e gostou desse vídeo, acione o sininho e considere se inscrever no canal. E saiba que estamos também nas redes sociais: Instagram, Twetter e Facebook. E, claro, no Portal VRUM: www.vrum.com.br. Continue nos acompanhando. Obrigado!