UAI
FALA, BORIS!

Pinóquio de Ouro 2023: e o prêmio vai para... a VW Saveiro!

Com tantas picapes modernas no mercado, VW deveria mandar a Saveiro para o museu. Mas foi para o showroom

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Em 2023, a estatueta do Pinóquio de Ouro vai para a picape compacta VW Saveiro
Em 2023, a estatueta do Pinóquio de Ouro vai para a picape compacta VW Saveiro Fotos: Reprodução/Arte/Lara Moreno/EM/D.A Press

Final de ano surgem os mais diversos prêmios do melhor disso e daquilo. O meu é para a maior mentira do ano. Mas é tanta mentira neste setor dos automóveis que fica difícil decidir quem vai levar o troféu.

Neste ano, a Volkswagen facilitou as coisas com o lançamento do que ela chama de “nova” Saveiro. Verdadeira cara de pau de uma marca tão famosa e conceituada (será mesmo?) e que já produziu modelos modernos, marcantes, sucessos mundiais de mercado, apresentar uma picape incompatível com a modernidade do setor, um verdadeiro vexame, pois não passa de um “facelift”, um quebra-galho de estilo que se limitou ao capô, grade e para-choque do modelo antigo. Antigo mesmo, pois é derivado da Saveiro que chegou em 2010.

Em resumo, ao invés de a Volkswagen reservar para a Saveiro um lugar de honra em seu museu, mandou-a para o showroom dos concessionários.

Não é assim que a Volkswagen atua em outros mercados. É bem verdade que a marca teve sua imagem arranhada com o “diesel-gate”, que lhe rendeu um prejuízo de dezenas de bilhões de euros e diretor atrás das grades. Mas é inquestionável a modernidade de seus modelos produzidos na Alemanha, África do Sul e Estados Unidos, por exemplo.

Volkswagen Saveiro Trooper 1.6 TotalFlex cabine estendida prata de frente estática na grama
Volkswagen Saveiro Trooper 1.6 TotalFlex, cabine estendida, modelo 2010 Foto: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

Entretanto, no Brasil a Volkswagen se recusa a investir para acompanhar as tendências mundiais do setor. Prova disso? Braços cruzados enquanto a concorrência lançava um SUV atrás do outro. E a mesma postura agora, mantendo picapes obsoletas como Saveiro e Amarok, enquanto nosso mercado recebeu uma enxurrada de novos modelos nos últimos meses.

Volkswagen Saveiro Extreme 1.6 Flex 2024 cinza de frente estática no asfalto
Volkswagen Saveiro modelo 2024 passou apenas por facelift e não ganhou nova geração Foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press

Qualquer destes sete itens seria suficiente para atribuir o título “Pinóquio de Ouro 2023” à Volkswagen Saveiro (aliás, sete não é mesmo conta de mentiroso?):

  1. Plataforma antiga, mas tão antiga que já foi sucateada junto com o VW Gol;
  2. Motor antigo, mas tão antigo, que se trata de um quatro cilindros 1.6 sem turbo nem injeção direta e que desenvolve apenas 116cv. Potência fornecida hoje por qualquer motorzinho 1.0;
  3. Depois de décadas com o câmbio manual, o brasileiro finalmente passou a exigir o automático, não oferecido na Volkswagen Saveiro. Sua turma de Marketing do Produto nem parece estar em São Bernardo do Campo, mas em Marte;
  4. Mesma carroceria de seu lançamento em 2010, com modificações apenas no capô, grade e para-choque. E ainda bem que a cabine dupla tem apenas duas portas com difícil acesso ao banco traseiro. Melhor mesmo nem entrar atrás, pois o espaço para adultos é ridículo.
  5. A Volkswagen não se importou em deixar vestígios de seu obsoletismo para todo lado. Os vidros (só os dianteiros) são elétricos. Mas o revestimento das portas ainda traz arruelas encapadas para cobrir o buraco das antigas maçanetas;
  6. Aliás, por falar em elétrico, estão lembrados de que no passado existia direção hidráulica nos automóveis? Eu não me esqueço, pois é o que tem nos meus antigos das décadas de 1970 e 1980. Mas atualmente, pelo menos uma eletrohidráulica a Saveiro mereceria, não é dona Volkswagen?
  7. Em um mercado que tem Fiat Strada, Chevrolet Montana, Fiat Toro e outras deste naipe, é inacreditável que a Volkswagen, que sempre cobrou mais por seus carros que a concorrência baseada em sua qualidade superior, tenha agora que apelar para “a melhor relação custo/beneficio”. Puro sofisma para evitar de anunciar “a mais barata do mercado”.

Confira os vídeos do VRUM nos canais do YouTube e Dailymotion: lançamentos, testes e dicas