UAI
FALA, BORIS!

Carro híbrido: frear gera mais energia para a bateria?

O movimento de desaceleração faz com que os veículos gerem energia cinética, que é ser transformada em carga para a bateria

Publicidade
SIGA NO google-news-logo
Nos carros híbridos o sistema de regeneração de energia é importante para a recuperação da carga da bateria
Nos carros híbridos o sistema de regeneração de energia é importante para a recuperação da carga da bateria Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press

É cada vez maior o interesse de muitas pessoas pelo carro elétrico. A eletrificação veicular veio modificar costumes, comportamentos e tecnologias. Mas ainda existem pessoas que não entendem como funcionam todas as variações sobre o tema.

Tem o carro elétrico puro, tem o híbrido que é elétrico com combustão. Tem o híbrido plugin, que é elétrico com combustão, mas permite recarga da bateria na rede elétrica. E tem ainda o híbrido leve, que tem motor elétrico que não traciona o carro, mas apenas ajuda o propulsor a combustão.

Mas muitas pessoas ainda se questionam sobre os sistemas eletrificados. Muitos entendem que no caso do carro elétrico, quando a carga da bateria acaba, basta conectá-lo à rede de energia para que a recarga seja feita. Mas e no caso do híbrido que não é plugin, como ele anda eletricamente?

Neste caso, o motor a combustão faz a parte dele, tracionando as rodas e ajudando a recarregar a bateria, mas exige o consumo de etanol ou gasolina. Na verdade, além das baterias serem recarregadas eventualmente pelo motor a combustão, o processo de recarga ocorre também toda vez que se pisa no pedal do freio do carro ou se reduz a marcha.

Toda vez que o freio é acionado ou a marcha é reduzida, a energia cinética gerada é transformada e enviada para as baterias, ajudando a manter o sistema híbrido em funcionamento. Portanto, nos carros híbridos que não são plugin as baterias são recarregadas no momento da desaceleração, com o aproveitamento da energia que geralmente se perde nos modelos convencionais a combustão.

Então, essa regeneração de energia proporcionada no momento da desaceleração do carro é que ajuda no processo de recarga das baterias, que vão fazer o carro híbrido funcionar só no modo elétrico. Portanto, preste atenção! Essa energia que faz o carro andar só eletricamente foi totalmente reaproveitada a partir do funcionamento do próprio automóvel.

Para cada quilômetro percorrido pelo carro híbrido no modo elétrico, o custo é zero, pois a energia gasta não veio da tomada ou do motor a combustão. Veio da regeneração da energia. Portanto, esses quilômetros percorridos eletricamente só fazem reduzir cada vez mais o consumo de combustível desse automóvel.

Se você gostou desse vídeo explicativo sobre a regeneração de energia em carros elétricos e híbridos, não deixe de ativar o sininho e curtir nos canais do VRUM no YouTube e Dailymotion. E não se esqueça de se inscrever para ser notificado de novas publicações, ficando por dentro de tudo o que acontece no setor automotivo. Lembrando ainda que o VRUM está também no Facebook, Instagram e X (Twitter), além do portal vrum.com.br.

Confira outros vídeos do VRUM nos canais do YouTube e Dailymotion: lançamentos, testes e dicas