Testamos o Nissan Kicks Exclusive 1.6, que traz novo visual e motor velho

O SUV compacto passou por mudanças no design, principalmente na frente, ganhando aspecto mais robusto, mas manteve o conjunto mecânico

Testamos o Nissan Kicks Exclusive 1.6, que traz novo visual e motor velho O SUV compacto passou por mudanças no design, principalmente na frente, ganhando aspecto mais robusto, mas manteve o conjunto mecânico
NOTA DO VRUM:
Nota VRUM

 

A Nissan caprichou na renovação do visual do Kicks 2022, fazendo mudanças pontuais que deixaram o SUV compacto com aspecto mais robusto. Mas quem esperava alterações mais profundas, terá que aguardar a próxima geração do modelo. É que o novo Kicks traz basicamente o mesmo interior e ainda manteve o conjunto mecânico, com o velho motor 1.6 aspirado associado ao câmbio automático do tipo CVT. Com um desempenho apenas razoável, o SUV compacto peca em alguns detalhes e vai ter que rebolar para encarar a concorrência pesada.

Testamos a versão topo de linha, Exclusive, acrescida do Pack Tech, que traz uma série de equipamentos de auxílio à condução. O SUV compacto da marca japonesa fechou o ano de 2020 como o quinto modelo mais vendido no segmento, com 36.433 unidades emplacadas. Nos dois primeiros meses deste ano, caiu algumas posições, vendendo pouco mais de 3 mil unidades/mês. Ele tem a indigesta missão de encarar concorrentes de peso, como o atual líder Jeep Renegade, o VW T-Cross e o Chevrolet Tracker, sendo os dois últimos equipados com motor turbo. E vale lembrar que em breve o Renegade também vai ganhar motor turbo.

No modelo 2022, o Nissan Kicks ganhou grade mais ampla, com moldura cromada e interior em preto brilhante

FOCO NO VISUAL Mas ao que tudo indica, a Nissan estava mais preocupada em dar um tapa no visual do Kicks do que investir em mudanças mais significativas, como na evolução do conjunto mecânico. Realmente, o modelo ganhou aspecto mais robusto e atualizado. Na frente, os faróis com LED ficaram mais estreitos e a grade manteve o desenho em V, porém, mais ampla e com a parte interna em preto brilhante. Frisos cromados emolduram uma faixa em black piano que contorna a grade. O para-choque ganhou uma saia com friso cromado e os faróis de neblina com LED estão alojados em uma moldura preta.

Na traseira, defletor de ar na extremidade do teto e lanternas horizontais com LED

A frente do Kicks 2022 ficou mais robusta, com o capô alto e com vincos marcantes. Nas laterais, os para-lamas mais salientes e o vinco reforçando a linha de cintura elevada conferem ao SUV compacto um aspecto mais musculoso. Nesta versão, as maçanetas cromadas têm o botão de apertura, já que conta com chave presencial. O Kicks tem a coluna A mais estreita e a C mais larga, o que compromete a visibilidade traseira. Mas o sensor de estacionamento e a câmera de ré auxiliam o motorista nas manobras. As colunas pintadas em preto fazem o teto parecer flutuar, e o defletor de ar e a antena do tipo barbatana de tubarão completam o visual. Na traseira, as lanternas com LED invadem as laterais e são unidas por um elemento que não é luminoso. As rodas de liga leve de 17 polegadas têm parte cromada e outras pintadas em preto brilhante.

Modelo tem para-lamas pronunciados e linha de cintura elevada, enfatizando a robustez

INTERIOR Por dentro, o Kicks não mudou muito. Continua oferecendo bom espaço interno, com bancos anatômicos e confortáveis na frente, dotados de abas laterais no encosto e no assento, que apoia bem as pernas. O do motorista conta com ajuste de altura, mas não tem a regulagem lombar. Já no banco traseiro, o espaço é bom para duas pessoas, pois três adultos vão bem apertados ali. E quem senta lá não conta com saídas de ar-condicionado, entrada USB ou sequer uma iluminação de teto. Tem apenas uma tomada de 12V. Mas no quesito segurança, serviço completo, com três apoios de cabeça, cintos de segurança retráteis de três pontos para três pessoas e Isofix para fixação de cadeiras infantis.

O interior tem detalhes em couro no painel e nas portas, além dos bancos, mas, de resto, muito plástico duro

E se o assunto é espaço no porta-malas, o Nissan Kicks deixa seus principais concorrentes para trás, já que tem volume de 432 litros. É um compartimento de bagagem de bom tamanho para um SUV compacto e ainda é todo revestido com carpete, conta com ganchos para prender sacolas e outros objetos, além de iluminação. O porém fica por conta da tampa do porta-malas, que apesar de ter um puxador para auxiliar no fechamento, é bem pesada.

ACABAMENTO O desenho do painel é praticamente o mesmo. A versão Exclusive traz revestimento dos bancos em couro, em duas cores (preto e cinza). O mesmo material, em cinza, pode ser visto em detalhes no painel principal e nas portas. Fora isso, muito plástico duro por todos os lados e acabamento imitando alumínio nos puxadores das portas. No console central, porta-copos, acabamento em preto brilhante no entorno da alavanca do câmbio, duas entradas UBS, uma tomada 12V e o botão start/stop engine, para dar a partida ou desligar o motor. O volante, ajustável em altura e distância, é revestido em couro e tem a base achatada, além de comandos para acesso ao som, computador de bordo, celular e o controlador de velocidade.

O espaço no banco traseiro é ideal para duas pessoas, mas tem itens de segurança para três

O painel de instrumentos tem tela de sete polegadas configurável, fundo preto e velocímetro analógico. Ao lado da tela do computador de bordo, um pequeno gráfico mostra os alertas do sistema de manutenção de faixa e o de risco de colisão frontal. Se o motorista preferir, pode optar pelo velocímetro digital, mas não consegue visualizá-lo simultaneamente com o conta-giros. É uma coisa ou outra.

CONECTIVIDADE A versão Exclusive vem equipada com o sistema multimídia Nissan Connect, com tela sensível ao toque, colorida, de oito polegadas, duas portas USB (tipos A e C), Bluetooth, Apple CarPlay e Android Auto. Sem um menu central, suas funções são acessadas por meio dos botões no entorno do monitor. Um deles permite o acesso às imagens da câmera de 360 graus, que possibilita ver o carro de diferentes ângulos. As mídias disponíveis são rádio e Bluetooth com função streaming. Não tem sistema de navegação nativo. Só com uso de aplicativo. Destaque para o sistema premium de som Bose Personal Plus, com alto-falante no apoio de cabeça do motorista e mais oito alto-falantes. Som de boa qualidade.

O sistema de som Bose inclui alto-falante no apoio de cabeça do banco do motorista

DIRIGINDO A grande mancada da Nissan com o Kicks 2022 foi manter o motor 1.6 aspirado associado ao câmbio CVT. Trata-se de um propulsor apenas razoável, que não proporciona brilho e nem uma condução prazerosa. No plano, ele dá conta do recado, e no trânsito urbano, onde não é muito exigido, desenvolve bem. Mas em uma cidade com aclives acentuados, percebe-se rapidamente as limitações desse propulsor. Para encarar trechos íngremes é preciso subir o giro do motor, aumentando também seu ruído de funcionamento. E na estrada, é necessário calcular bem a distância na hora de fazer uma ultrapassagem, j´s que as retomadas de velocidade são mais lentas.

Com 432 litros de capacidade, o porta-malas do Nissan Kicks é um dos maiores do segmento

O câmbio têm a posição L, que mantém em marchas mais reduzidas, e a S, de Sport, que proporciona trocas simuladas em giros mais altos. Como todo CVT, o do Kicks apresenta uma evolução gradual, sem trancos, porém, lenta. Em nosso percurso de teste, mesclando trechos de cidade e estrada, o computador de bordo registrou consumo de 9,9km/l com gasolina.

As suspensões foram recalibradas e garantem boa estabilidade em curvas, com pouca inclinação da carroceria, mas receberam um ajuste mais firme, ficando um pouco mais duras, transferindo as irregularidades do solo para dentro. A direção com assistência elétrica é leve nas manobras de estacionamento e firme em velocidades mais altas. O diâmetro de giro permite fazer manobras em espaços menores, sem muito esforço. O sistema de freios, com discos na frente e tambores atrás, além do auxílio eletrônico, funcionou de forma eficiente. Mas por mais de R$ 120 mil, merecia discos nas quatro rodas.

O ponto fraco do novo Nissan Kicks é o motor 1.6 aspirado, que proporciona desempenho apenas razoável

CONCORRENTES

JEEP RENEGADE 1.8 O campeão de vendas do segmento nos dois primeiros meses deste ano é equipado motor 1.8 flex, potências de 130cv(g)/132cv(e) e torques máximos de 18,6kgfm(g)/19,1kgfm(e). É um motor beberrão que será substituído por um 1.3 turbo. As dimensões do Renegade são 4,23m de comprimento, 1,80m de largura, 1,67m de altura, 2,57m de distância entre-eixos e 17cm de altura em relação ao solo. Os ângulos são 20,4 graus de entrada e 29,4 graus de saída. O porta-malas é um dos menores do segmento, com 260 litros. O Renegade tem velocidade máxima de 182km/h e acelera até 100km/h em 10,2 segundos, quando abastecido com etanol. Na cidade, o consumo é de 9,4km/l com gasolina e 6,4km/l com etanol. Na estrada, 11km/l (g) e 8km/l (e). A versão topo de linha com o motor 1.8 flex e câmbio automático de seis velocidades é a Limited, que tem preço sugerido de R$ 128.490.

Essa versão traz entre os principais itens de série set airbags, acendimento automático dos faróis, aletas para troca de marcha no volante, ar-condicionado Dual Zone, bancos revestidos parcialmente em couro, controle de estabilidade para trailer, controle eletrônico anticapotamento, controle de tração e estabilidade, câmera de ré, faróis full LED, freio de estacionamento eletrônico, freios a disco nas quatro rodas, Hill Start Control, Panic Break Assist, piloto automático, rodas de liga leve 19 polegadas, multimídia com tela de 8,4 poelgadas, Apple Carplay e Android Auto, comando de voz, USB e Bluetooth, sensor crepuscular e de chuva, sensor de estacionamento traseiro, sistema de monitoramento da pressão dos pneus e teto solar panorâmico.

VW T-CROSS 200 TSI COMFORTLINE O SUV compacto da marca alemã tem motor 1.0 turbo com potências de 116cv (g) e 128cv (e), com torque de 20,4kgfm (g/e), associado ao câmbio automático de seis marchas. Ele tem 4,19m de comprimento, 1,76m de largura, 1,56m de altura, 2,65m de distância entre-eixos e 19,1cm de altura em relação ao solo. O porta-malas tem capacidade 373 litros com o banco traseiro na posição normal. Os números de desempenho dessa versão do T-Cross são: 184km/h de velocidade máxima e aceleração até 100km/h em 10,4 segundos (e). Na cidade, o consumo é de 10,8km/l (g) e 7,6km/l (e). Já na estrada, 13,4km/l (g) e 9,5km/l (e). Esta versão tem preço sugerido de R$ 127.070.

Os principais equipamentos são seis airbags, ar-condicionado digital Climatronic, assistente de partida em subidas (Hill Hold Control), controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (ASR) e bloqueio eletrônico do diferencial (EDS), câmera de ré, faróis de neblina com função cornering Light (luz de conversão estática), indicador de controle da pressão dos pneus, sistema de frenagem automática pós-colisão, controle automático de velocidade, porta-luvas refrigerado com iluminação, rodas de liga leve de 17 polegadas, selector do modo de condução, sensor crepuscular, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, multimídia VW Play com tela colorida de 10,1" e APP-Connect, sistema detector de fadiga do motorista, sistema KESSY (acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor), shift paddles atrás do volante para trocas de marchas.

CHEVROLET TRACKER 1.0 PREMIER Trata-se do terceiro SUV compacto mais vendido no Brasil. É equipado com motor 1.0 turbo de 116cv e 16,8kgfm de torque máximo, que trabalha junto com o câmbio automático de seis marchas. As dimensões são: 4,27m de comprimento, 1,79m de largura, 1,62m de altura, 2,57m de distância entre-eixos e 15,7cm de altura em relação ao solo. O porta-malas tem capacidade de 393 litros. Com esse motor 1.0 turbo o Chevrolet Tracker acelera até 100km/h em 10,9 segundos e tem máxima de 177km/h. Na cidade, o consumo é de 11,9km/l (g) e 8,2km/l (e), e na estrada, 13,7km/l (g) e 9,6km/l (e).

O Chevrolet Tracker 1.0 turbo Premier traz entre os principais equipamentos de série seis airbags, assistente de partida em aclive, controle de estabilidade e tração, luz de condução diurna, Chevrolet MyLink, com tela LCD de oito polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, Bluetooth para até dois celulares simultaneamente, OnStar %2b Conectividade Chevrolet Wi-Fi nativo, controlador de velocidade de cruzeiro, rack de teto, câmera de ré, abertura das portas e alarme anti-furto por meio de sensor de aproximação na chave, partida sem chave, alerta de ponto cego, rodas de alumínio aro 17 polegadas, sensores crepuscular e de chuva, volante esportivo com controles de rádio e celular, monitoramento de pressão de pneus, sensores de estacionamento dianteiro, lateral e traseiro, alerta de Colisão Frontal, faróis dianteiros tipo projetor e lanterna traseira em LED, ar-condicionado digital, carregador Wireless, sistema de estacionamento automático (Easy Park), frenagem automática de emergência em baixa velocidade e bancos com revestimento premium. O preço sugerido é de R$ 120.180, já com pintura metálica.

 

O câmbio automático do tipo CVT tem a tecla Sport escondida na base da alavanca

 

FICHA TÉCNICA

MOTOR (*)
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, 1.598cm³ de cilindrada, flex, que desenvolve potência máxima de 114cv (gasolina e etanol) a 5.600rpm e torque máximo de 15,5kgfm (g/e) a 4.000rpm

TRANSMISSÃO (*)
Tração dianteira; e câmbio automático CVT

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS (*)
Dianteira, independente, tipo McPherson, com barra estabilizadora; e traseira tipo eixo de torção/17 polegadas (liga leve) /205/55 R17

DIREÇÃO (*)
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica variável

FREIOS (*)
Discos ventilados na frente e tambores na traseira, com ABS e EBD

CAPACIDADES (*)
Tanque, 41 litros; porta-malas, 432 litros; capacidade de carga (passageiro e carga), 411 quilos

DIMENSÕES (*)
Comprimento, 4,31m; largura, 1,76m; altura, 1,59m; distância entre-eixos, 2,61m; altura livre do solo, 20cm

ÂNGULOS (*)
De entrada: 18 graus
De saída: 28 graus

PESO (*)
1.139 quilos

DESEMPENHO (*)
Velocidade máxima de 175km/h
Aceleração até 100km/h em 11,8 segundos

CONSUMO (**)
Cidade: 11,3km/l (g) e 7,6km/l (e)
Estrada: 13,6km/l (g) e 9,3km/l (e)

(*) Dados dos fabricantes
(**) Medição do Inmetro
(g): gasolina
(e): etanol

A versão Exclusive vem equipada com rodas de liga leve de 17 polegadas, com pneus 205/55 R17

EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE:
Faróis dianteiros e de neblina Full LED, acendimento inteligente dos faróis, com sistema Follow me Home, luzes de condução diurna (DTRL), aerofólio, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), ar-condicionado digital automático, banco do motorista com ajuste de altura, banco traseiro rebatível e bipartido 60/40, comandos de áudio, telefone, controlador de velocidade e computador de bordo no volante, controle de tração e estabilidade (VDC Vehicle Dynamic Control), Isofix para fixação de cadeiras de crianças, ABS com controle eletrônico (EBD) e assistência de frenagem (BA), lanternas traseiras em LED, luz de freio em LED, porta-malas com iluminação interna, rack de teto longitudinal, sistema de partida em rampa (HSA), duas tomadas 12V, travamento central automático das portas e do porta-malas, vidros dianteiros e traseiros elétricos com sistema um toque para baixo, volante com regulagem de altura e distância, câmera traseira de estacionamento, sensor de estacionamento traseiro, bancos com revestimento sintético, chave inteligente presencial (I-Key), fechamento dos vidros por controle remoto, multimídia Nissan Connect com tela sensível ao toque colorida de oito polegadas, duas portas USB (tipos A e C), Bluetooth, Apple CarPlay e Android Auto, painel multifuncional em TFT de sete polegadas, retrovisores externos com regulagem elétrica, indicador de direção e rebatimento automático, rodas de liga leve de 17 polegadas, sistema eletrônico de ignição (botão Push Start), vidros elétricos com sistema um toque e antiesmagamento, volante com revestimento sintético, Controle Inteligente de Freio Motor (Active Engine Brake), Controle Inteligente em Curvas (Active Trace Control), Detector de objetos em movimento (MOD), Estabilizador Inteligente de Carroceria (Active Ride Control), sistema premium de som Bose Personal Plus com alto-falante no apoio de cabeça do motorista e mais oito alto-falantes, visão 360 graus inteligente.

Opcionais:
Pack Tech (R$ 3.500) com acendimento inteligente dos faróis e ajuste de altura e intensidade (HBA), alerta de colisão frontal com assistente inteligente de frenagem (FCW/FEB), alerta inteligente de mudanças de faixa (LDW), alerta de tráfego cruzado traseiro (RCTA), monitoramento de ponto cego (BSW), e pintura metálica (R$ 1.550).

Quanto custa?
O Nissan Kicks 2022 é vendido na versão de entrada, Sense, com câmbio manual, por R$ 90.390. A versão intermediária é a Advance CVT, por R$ 106.390. Já a versão testada, a Exclusive CVT, tem preço sugerido de R$ 116.390, mas com o Pack Tech chega a R$ 119.890, e com pintura metálica, R$ 121.440.

NOTAS (de 0 a 10)
Desempenho 7
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 8
Segurança 9
Estilo 9
Consumo 8
Tecnologia 8
Acabamento 8
Custo/benefício 8