Disfarçado!

Superesportivo pode estar servindo como carro de polícia descaracterizado

Nissan GT-R cinza foi visto atuando como viatura em Nova Jersey, nos Estados Unidos

Publicidade
Nissan GT-R cinza visto de traseira - veiculo pode estar sendo usado como viatura policial descaracterizada nos Estados Unidos
Motoristas fizeram fotos do veículo e as compartilharam em redes sociais Foto: Instagram/Reprodução

A polícia de Nova Jersey, nos Estados Unidos, pode estar utilizando um Nissan GT-R como carro descaracterizado. A suposta viatura já foi vista em pelo menos duas ocasiões: em uma delas, o veículo, de cor cinza, aparece parado no acostamento durante uma ocorrência; na outra, o superesportivo surge em meio ao trânsito, com as luzes das sirenes ligadas. Ambos os flagras viralizaram em redes sociais.

O site Carscoops, que noticiou a aparição do incomum carro de polícia, notou que, além da sirene, instalada discretamente no vidro traseiro, o GT-R traz luzes piscantes de alerta também nas lanternas traseiras. Isso significa que o veículo passou por modificações mais extensas, o que diminui as chances de que ele pertença a algum particular “engraçadinho”, interessado apenas em aparecer.

Por sua vez, a polícia de Nova Jersey nunca divulgou o carro superesportivo em comunicados ou nas próprias redes sociais. Assim, ao que tudo indica, o Nissan GT-R atua como viatura descaracterizada em missões nas quais é necessário aplicar o chamado efeito-surpresa.

Ademais, o veículo parece ideal para perseguições em alta velocidade. Segundo a Nissan, o GT-R é capaz de acelerar de zero a 100 km/h em apenas 2,7 segundos e de atingir a velocidade máxima de 315 km/h. Isso, graças ao motor 3.5 V6 biturbo, que desenvolve 550 cv de potência e 64,4 kgfm de torque.  

Superesportivo como carro de polícia?

A utilização de superesportivos por policiais não é tão incomum assim. O próprio Nissan GT-R já serviu de viatura em pelo menos dois outros países: Japão e Emirados Árabes Unidos. Parece difícil que algum outro veículo consiga deixar o supercarro para trás em uma perseguição.

Até no Brasil há casos desse tipo de veículo nas frotas das forças de segurança pública, como um BMW 335i usado pela PM de Santa Catarina e de um Lamborghini Gallardo da Polícia Federal do Paraná. Porém, em todos esses exemplos, as viaturas estavam devidamente caracterizadas.

Assista ao vídeo de um Nissan GT-R da polícia japonesa: