LEVANTANDO A POEIRA

Rally dos Sertões 2022: tecnologia monitora carros e pilotos

Plataforma da Smart Driving Labs coleta e transforma dados em prevenção, segurança e desempenho sustentável

Homem é retratado de costas. Veste uma camisa preta escrito
Plataforma de monitoramento transforma dados em prevenção, segurança e desempenho sustentável Lam Comunicação/Divulgação

Pelo quarto ano consecutivo, a organização do Rally dos Sertões 2022 utilizará a tecnologia de monitoramento de veículos da Smart Driving Labs (SDL). A plataforma, criada pela desenvolvedora brasileira de softwares, permite o gerenciamento em tempo real da prova, com dados detalhados dos carros em operação. Em seu 30º aniversário, o Rally começa em 26 de agosto e vai até 10 de setembro, no seu maior percurso da história.

A plataforma inteligente será capaz de monitorar, em tempo real, dados como o número de freadas, a velocidade média e eventuais problemas técnicos do veículo. Com posse dessas informações em mãos, os organizadores do Rally dos Sertões poderão identificar possíveis imprevistos e reduzir os custos de operação. A frota de colaboradores é grande: conta com aproximadamente 70 veículos Mitsubishi L200 Triton, que foram cedidos pela montadora japonesa à organização do Rally.

Nas edições anteriores, os dados coletados pelo sistema apontaram que 99% dos motoristas usaram cinto de segurança e a média de acelerações bruscas caiu em 53%. Além disso, foi apontado que quase 40% das viagens ocorreram com velocidade média abaixo de 50km/h.

“Estar nesta edição emblemática de 30 anos é a coroação definitiva de que nossa ferramenta já virou parte da cultura da competição. Desde que passaram a ser monitorados pela tecnologia da empresa, a condução dos motoristas se mostrou mais segura. Todos os carros da organização estarão conectados pela tecnologia da SDL, garantindo maior segurança do início ao fim em cada trajeto para essas equipes”, comenta Fernando Schaeffer, CEO da Smart Driving Labs.

Prêmio Smart Driver

Para incentivar a condução mais segura, a Smart Driving Labs irá premiar os melhores motoristas do percurso. Ao todo, serão distribuídos R$ 30 mil entre os condutores que tiverem a melhor pontuação de condução.

Homem posa para foto ao lado de um carro Mitsubishi L200 Triton. O carro é vermelho e possui adesivos de patrocinadores: Rally dos Sertões, Mitsubishi Motors, Smart Driving Labs, Florescer Brasil.
Veículos e motoristas serão monitorados em tempo real

A escolha dos ganhadores será feita a partir dos dados obtidos ao longo do trajeto. Assim, algumas métricas avaliadas são:

  • uso do cinto de segurança
  • freadas bruscas
  • aceleração
  • quantidade de incidentes identificados pela força G proveniente do acelerômetro
  • métricas de engajamento positivo nas redes sociais

O Rally dos Sertões 2022

Em 2022, a largada será em Foz do Iguaçu, no Paraná, e vai até o mar de Salinópolis, no Pará. Serão 7.216 quilômetros rodados, sendo 4.811 quilômetros cronometrados – configurando um recorde mundial em trechos cronometrados. A previsão é que a viagem dure 15 dias e passe por oito estados: Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Piauí, Maranhão e Pará.

O itinerário, entretanto, é extenso. O Brasil é um país de tamanho continental. A fim de possibilitar que mais pessoas participem do evento, a Dunas Race – empresa organizadora do Rally dos Sertões – dividiu o percurso completo e criou duas novas provas. Desse modo, além do roteiro principal, o Sertões 2022 terá também o Sertões Sul e o Sertões Norte. O Sul, que é a primeira parte do trajeto, começa dia 26/08 e vai até 03/09, de Foz do Iguaçu a Palmas. Por sua vez, o Norte – segunda metade do percurso principal – começa em Palmas e vai até Salinópolis, dos dias 3 a 10 de setembro.