Muita expectativa

Nova Montana será mais espaçosa do que a Toro, promete Chevrolet

Picape chegará ao mercado no ano que vem para disputar os clientes da Fiat Toro e se destacará pelo espaço, segundo Chervolet

Publicidade
Projeto estrutural da nova Montana
Projeto estrutural revela espaço interno da nova Montana Foto: Chevrolet/Divulgação

A Chevrolet vem divulgando informações da nova Montana a conta-gotas. A picape está em fase final de desenvolvimento e chega ao mercado, em 2023, reposicionada para encarar as caminhonetes chamadas compactas-médias, segmento no qual estão a Fiat Toro, a Renault Oroch e a Ford Maverick.

Segundo a montadora, a nova Montana se destacará das concorrentes por oferecer o maior espaço interno para os ocupantes, uma demanda dos consumidores desse tipo de caminhonete.

“Ao mesmo tempo que o cliente deseja uma picape mais espaçosa, ele se preocupa também com as dimensões do veículo, principalmente pelo tamanho das vagas de estacionamento disponíveis em grandes centros urbanos”, explica Marianni Sanchez, gerente de pesquisa avançada de mercado na GM América do Sul.

De acordo com o comunicado da Chevrolet, os projetistas inovaram nas proporções da cabine . O uso de materiais mais leves e resistentes para a carroceria dispensam a necessidade de um motor muito grande para empurrar o veículo. Isso permitiu aumentar a área destinada à cabine sem abrir mão de um amplo volume para carga.

A Chevrolet ainda crava que são pelo menos 20 milímetros a mais para o joelho do passageiro traseiro em relação a concorrência, com destaque também para o espaço frontal e traseiro de cabeça. A ergonomia é outro destaque deste projeto, que se traduz na melhor acomodação dos até cinco ocupantes.”

Testamos a Toro Ultra. Vale a pena? Confira:

Motor da nova Montana

Especula-se que nova Montana terá um motor 1.2 turbo, o mesmo que já equipa o Tracker, mas com outro acerto de potência e torque. Uma novidade será o cambio manual de seis marchas aliado a esse motor. O cambio automático será o de seis marchas usados pelo resto da linha Chevrolet.

A nova Montana também promete inovar istema de conectividade do veículo, que será capaz de receber atualizações remotas de software inerentes à arquitetura eletrônica da picape e de aplicativos nativos à nova central multimídia, que já nascerá como uma extensão do painel de instrumentos. Hoje, o Tracker RS vendido na China já utiliza sistema semelhante.

Painel do Tracker RS, versão vendida exclusivamente no mercado chinês