Modo automático!

Ford testa robô para carros elétricos que auxilia motoristas com deficiência

Tecnologia pode ser comandada pelo smartphone e conecta a estação de recarga aos carros elétricos

Publicidade
Carro elétrico sendo carregado por robô.
A solução foi desenvolvida para trazer mais conforto aos PCDs e idosos Fotos: Ford/Divulgação

Na Europa, um novo protótipo desenvolvido pela Ford começa a ser testado. Trata-se de um robô operado pelo Smartphone que realiza a recarga dos carros elétricos.

A tecnologia foi pensada para motoristas com mobilidade reduzida, PCDs e idosos. Estes, muitas vezes, podem apresentar dificuldade ao conectar o  veículo a uma estação de recarga elétrica. Com o recurso então, esses indivíduos poderão colocar os seus carros para carregar sem sair de dentro deles, apenas utilizando seus celulares para isso.

Essa facilidade é um requisito decisivo para deficientes na hora da compra de EVs. Por isso, a solução foi idealizada pela Ford como parte de um projeto de pesquisa com iniciativas de carregamento “hands free” para automóveis elétricos e autônomos. 

O robô, após testes em laboratório, se encontra, agora, em fase de provas em situação de vida real. Ao ser ativado, ele abre uma tampa e estende o braço com o conector elétrico em direção à tomada do veículo com a ajuda de uma pequena câmera. Completada a recarga, o braço retorna ao seu lugar. Os motoristas podem monitorar o nível de carga pelo aplicativo FordPass.  

A máquina foi desenvolvida pela Universidade de Dortmund, na Alemanha. Após a conclusão de suas fases de avaliação, ela poderá ser instalada em vagas para deficientes em estacionamentos ou residências.

Outra possível aplicação para o futuro seria o carregamento rápido de frotas de empresa. Assim, com um processo totalmente automatizado, o veículo iria e voltaria da estação de recarga de forma autônoma, guiado pela tecnologia ao comando do motorista.

A eletrificação pela Ford

O robô de carregamento faz parte dos projetos da Ford em crescimento na área de eletrificação. 

Na Europa, a marca já conta com uma rede com mais de 300 mil carregadores de carros elétricos, a Blue Oval Charging Network. Outra tecnologia oferecida pela montadora possibilita que motoristas localizem estações de recarga e paguem usando o sistema de conectividade do veículo. Há, também, serviços para clientes comerciais, como manutenção e software de gestão. 

Segundo Birger Fricke, engenheiro do Centro de Pesquisa e Inovação da Ford, desenvolver tais soluções faz parte do compromisso da Ford de garantir liberdade de movimento para todos.

“A estação de carregamento robótica pode ser só uma conveniência para algumas pessoas, mas para quem tem mobilidade reduzida é absolutamente essencial”, afirma Fricke

Confira o último teste do VRUM com um veículo Ford: