Picape "eletrizante"

Ford “lança” F-100 1978 com performance Mustang elétrico

A picape-conceito foi criada pela Ford Performance para apresentar seu primeiro motor elétrico de “prateleira”, o Eluminator

A Ford Performance Parts, tradicional fornecedora de peças e acessórios para personalização de veículos nos Estados Unidos, entrou na era da eletrificação. Lançou seu primeiro motor elétrico de “prateleira”, o Eluminator, no final do ano passado e viu o primeiro lote se esgotar rapidamente. Os interessados em adquirir o novo propulsor, que pode ser usado na eletrificação de carros antigos, picapes, SUVs e custa US$ 3.900 (R$ 18,6 mil) no varejo, agora terão de entrar na fila de espera.

Para mostrar a versatilidade do motor Eluminator, que tem potência de 285 cv e torque de 44 kgfm, a marca criou uma picape-conceito, a F-100 Eluminator. O modelo, baseado numa F-100 1978, é equipado com tração integral e dois motores elétricos, somando 486 cv e torque de 88 kgfm – mesmos números do Mach-E GT Performance  Edition 2021, que usa motorização similar.

Detalhes exclusivos da F-100 elétrica

Externamente, a picape retrô exibe rodas de alumínio de 19 polegadas, pneus de alta performance 275/45R19 e pintura exclusiva na cor cinza com detalhes cobreados. O interior combina peças de época, como vidros de acionamento manual, e elementos modernos do Mach-E, incluindo a gigantesca tela multimídia. O capô, no lugar do motor, traz um espaçoso porta-malas.

O plano da Ford Performance é ampliar o portfólio de peças e acessórios para personalização de veículos elétricos, incluindo sistemas de bateria, controladores e inversores de tração, com soluções completas para o segmento. A customização de veículos é um mercado que movimenta cerca de US$50 bilhões por ano globalmente.

“O fato é que o desempenho dos carros elétricos é divertido e conforme a indústria avançar na eletrificação, o automobilismo e o mercado pós-vendas também vão”, diz Mark Rushbrook, diretor global da Ford Performance. “Assim como a Ford está comprometida em liderar a revolução elétrica na parte de produto, a Ford Performance também quer vencer na área de veículos de performance e de competição.”