LEILÃO

Ford Escort que pertenceu à Princesa Diana está à venda

Veículo está em perfeito estado de conservação, tem baixa quilometragem e farta documentação

Princesa Diana entrando em Ford Escort RS Preto em rua, durante os anos 80
Fotos e documentos comprovam o histórico do Ford Escort RS Turbo Foto: Silverstone Auctions/Divulgação

O Ford Escort é um carro digno da realeza? Bem, se for da versão RS Turbo, a resposta é, indubitavelmente, sim: ninguém menos que a princesa Diana de Gales um exemplar do modelo, ano 1985. E, agora, o veículo está à venda em um leilão organizado pela empresa Silverstone, marcado para o próximo dia 27.

Consta que a Princesa Diana já era proprietária de outro exemplar do Ford Escort, ano 1981, só que de uma versão comum. Ela pretendia trocá-lo por um similar com carroceria conversível. Porém, o grupo de proteção da realeza avaliou que o veículo deixaria Lady Di muito exposta: então, o jeito foi optar por uma configuração com capota de chapa.

Se, por um lado, a Princesa Diana não pôde desfrutar do charme do conversível e do prazer de dirigir com os cabelos ao vento, por outro ganhou desempenho muito mais interessante. Afinal, a versão RS turbo era a mais potente da época, graças ao motor 1.6 turbo de 132 cv: esse número pode parecer discreto nos dias de hoje, mas era elevado para os padrões da década de 80.

Além do motor de fazer inveja no CHT do Escort XR3 nacional, o similar esportivo da Ford na Europa tinha também suspensão preparada. Claro, não faltavam acessórios como rodas de liga leve, aerofólio traseiro e faróis de milha. No interior, o destaque eram os bancos Recaro.

Além de todas essas particularidades, o carro da Princesa Diana tinha uma característica única: a cor preta. Originalmente, o Escort RS Turbo vinha sempre pintado de branco, mas a Ford abriu uma exceção especialmente para a realeza britânica. Novamente, essa decisão estava relacionada à segurança, pois o tom claro foi considerado muito chamativo.

Histórico do Ford Escort da Princesa Diana

A Princesa Diana utilizou o Escort RS Turbo preto entre 1985 e 1988. Naquele ano, o veículo foi devolvido à Ford com apenas 6.800 milhas (cerca de 11 mil km) marcadas no hodômetro. O gerente de vendas governamentais da multinacional no Reino Unido, Geoff King, acabou presenteando a esposa com o veículo.

Depois disso, o esportivo teve diversos proprietários: em 1993, o Ford Escort RS Turbo utilizado por Lady Di chegou até a ser sorteado por uma emissora de rádio. Em 1994, o veículo mudou de mãos novamente, mas permaneceu com o mesmo dono até 2008. Naquele ano, foi enfim adquirido por um colecionador, que o mantém até hoje.

Atualmente, o Ford Escort registra ínfimas 24.961 milhas (valor que equivale a 40.170 km) no hodômetro. Além de exibir excelente estado de conservação e de nunca ter passado por restaurações, o veículo tem toda a documentação para comprovar a procedência e a manutenção.

Por si só, o Ford Escort RS Turbo já é, nos dias de hoje, uma raridade, uma vez que somente 8.604 unidades foram produzidas. Desse modo, qualquer exemplar originalíssimo, com baixa quilometragem, já é bastante valorizado.

Como o veículo em questão tem cor exclusiva e, claro, a Princesa Diana como ex-proprietária, torna-se ainda mais cobiçado. Especialistas estimam que o preço da venda no leilão deve superar a quantia de US$ 100 mil (valor equivalente a cerca de R$ 528 mil).

Curte o Ford Escort? Então assista ao vídeo com um XR-3 1.8!