TECNOLOGIA

Carros elétricos: Brasil terá primeiro laboratório de baterias

Projeto tem como base projeção que aponta que em 2035 mais de 60% dos veículos comercializados no País possuirão baterias elétricas

Maquete virtual de posto de abastecimento de energia elétrica, com um carro elétrico em frente.
Conhecimentos adquiridos em mobilidade elétrica poderão ser exportados aos países vizinhos. Imagem: PUC-RS/Divulgação

Ainda que esteja dando pequenos passos no Brasil, a transição para a mobilidade elétrica já é dada como certa no país. Nessa perspectiva, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) anunciou que vai construir o primeiro laboratório privado do Brasil para testagem de segurança e desempenho de baterias para carros elétricos.

Nomeado como E-mobility, o espaço será construído no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS em Viamão (RS) e contará com equipamentos rastreados e calibrados, que garantam mais segurança e melhor desempenho às baterias e estações de carga dos veículos.

 O laboratório atende à crescente demanda mundial por veículos elétricos mais econômicos e deve ter investimento inicial estimado de R$ 20 milhões. O projeto é fruto de uma cooperação entre o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), a PUCRS – por meio de seu complexo de Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica, Calibração e Ensaios (Labelo) – e o grupo global de certificação de produtos PCN, da Coreia do Sul. 

Impulsionando a mobilidade elétrica

Além da importância para o mercado interno, que até 2035 deverá ser composto em sua maioria por veículos híbridos e elétricos, o Brasil será pioneiro na América Latina no estabelecimento dos requisitos para este tipo de produto, podendo exportar tecnologia e conhecimento aos países vizinhos. 

Construção com fachada amadeirada com letreiro escrito "Labelo: E-mobility test laboratory". Um símbolo de tomada e carro são associados ao lado. Há um portão em baixo. O prédio é grande.
Construção do laboratório deve terminar no fim do ano. Imagem: Divulgação

O anúncio da construção do E-mobility no Rio Grande do Sul é um dos desdobramentos de um termo de cooperação firmado no final de 2021. O objetivo desse termo é desenvolver infraestrutura de qualidade no segmento de mobilidade, fazendo com que carros elétricos e operações cheguem aos consumidores de maneira segura, eficiente e padronizada.   

Membros da PUC-RS e do Inmetro viajaram à Coreia do Sul com intuito de absorver conhecimento na área de sistemas de controle e armazenamento de energia. O diretor do Labelo-PUCRS, Israel Teixeira, declarou: “A PUCRS tem um direcionamento estratégico de inovação e desenvolvimento. Integrar esse projeto é uma missão da qual nos orgulhamos e um grande compromisso que assumimos”, ressalta. 

O VRUM testou o carro elétrico mais barato do Brasil. Confira: