Pajero iO SE 1.8 16V Mec.

Fazer Nova Consulta

MITSUBISHI

Ano

2001

Portal Vrum

Mitsubishi/Divulgação
Mitsubishi/Divulgação

FICHA TÉCNICA
MOTOR
Dianteiro, longitudinal, a gasolina, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, 1.834 cm3 de cilindrada, que gera 117 cv de potência máxima a 5.500 rpm e 16,8 kgfm de torque máximo a 4.000 rpm
TRANSMISSÃO
Câmbio manual de 5 marchas; tração traseira, com opção de 4x4 (com reduzida e bloqueio de diferencial)
FREIOS
Disco ventilado na dianteira e tambor na traseira, com ABS
SUSPENSÃO
Dianteira Tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora
Traseira Estrutura tipo 5-Link, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e eixo rígido
DIREÇÃO
Tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica
RODAS / PNEUS
6,0 x 16 polegadas / 215/65 R 16
PESO
1.330 kg
CAPACIDADE DO PORTA-MALAS
Não disponível
TANQUE DE COMBUSTÍVEL
53 litros
EQUIPAMENTOS DE SÉRIE
Vidros verdes, terceira luz de freio, air bag duplo, relógio digital, ar-condicionado, coluna de direção ajustável em altura, vidros, retrovisores e trava com comando elétrico, CD Player, faróis de neblina, proteção para cárter e câmbio, banco traseiro bipartido, rodas de liga leve e bancos revestidos em courO
OPCIONAL
Câmbio automático
MITSUBISHI PAJERO IO X CONCORRENTE
MITSUBISHI PAJERO IO SUZUKI GRAND VITARA 2.0 16V
Potência (cv) 117 128
Dimensões (AxBxC) (mm) 4030 x 2450 x 195 4200 x 2480 x200
Porta-malas (litros) ND 275
Velocidade máxima (km/h) (*) 168 160 Aceleração de 0 a 100 km/h (s) (*) 10,2 ND
Consumo cidade/estrada (km/l) (*) 9,0/12,9 8,26/11,2
(*) Dados dos fabricantes
A comprimento
B distância entre-eixos
C altura do solo
POSITIVO
* Comportamento no fora-de-estrada
* Visibilidade
* Estilo
NEGATIVO
* Comportamento no asfalto
* Porta-malas
* Espaço no banco traseiro
* AVALIAÇÃO TÉCNICA
+ BOM
++ REGULAR
+++ RUIM
ACABAMENTO DA CARROCERIA
A montagem das partes móveis é boa, assim como o acabamento final da pintura. As lanternas de seta não estão alinhadas com a curvatura da carroceria. (+)
VÃO MOTOR
O acesso à manutenção é apenas satisfatório. O isolamento acústico do capô é ruim e mal fixado e provavelmente terá sua durabilidade reduzida. (++)
ALTURA DO SOLO
A chapa protetora inferior é eficiente, mas a caixa de transferência e o diferencial traseiro não estão protegidos. (++)
CLIMATIZAÇÃO
O sistema não é muito eficiente, mas está bem vedado. Entretanto, não existem saídas de ar específicas para os passageiros de trás. (++)
FREIOS
Apresentou comportamento dinâmico aceitável. Existe uma forte vibração do pedal em situação de emergência sobre piso de terra cascalhada e com costelas. (++)
CÂMBIO
Apresentou precisão e maciez. As relações de marchas são compatíveis para o uso misto. O curso da alavanca é correto. (+)
MOTOR
O nível de ruídos é aceitável. Com carga máxima, cai bastante o rendimento. (++)
VEDAÇÃO
É boa contra água e poeira. (+)
NÍVEL INTERNO DE RUÍDOS
O nível de ruídos interno é aceitável. O efeito aerodinâmico é de fácil percepção já a 100km/h. (++)
SUSPENSÃO
O conforto de marcha para esse tipo de automóvel é satisfatório. Para trafegar em trilhas, o curso da suspensão se mostrou apropriado. (+)
DIREÇÃO
São bons o diâmetro de giro em manobras e o efeito retorno. O sistema apresentou trepidação e rumorosidade baixas em pisos irregulares. (+)
ILUMINAÇÃO
Os faróis são eficientes mas não têm regulagem elétrica em altura. No habitáculo a iluminação agrada e o painel é bem visível à noite. (++)
ESTEPE/MACACO
O estepe fica acoplado na tampa traseira e tem trava antifurto comandada pela própria chave de ignição, mas não tem capa protetora. A operação de troca não é muito simples. (+)
LIMPADOR DE PÁRA-BRISA
A vazão do esguicho para o vidro traseiro deveria ser maior para evitar que o vidro seja riscado quando no uso constante do veículo sobre piso de terra. (++)
FERRAMENTAS
Não tem (+++)
ALARME
Não tem nada, nem chave codificada. (+++)
* Estas avaliações foram realizadas para o Caderno de Veículos do jornal Estado de Minas pelo eng. Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Fonte: Fabricante