Publicidade

Estado de Minas

Simpático 'e Prototype' é a visão elétrica da Honda para a Europa

Modelo começa a ser produzido ainda no fim de 2019 com motor elétrico e tração traseira. Apesar de compacto, interior é espaçoso e traz várias telas que mantém o motorista sempre conectado


postado em 01/03/2019 11:30 / atualizado em 01/03/2019 11:49

(foto: Honda/Divulgação)
(foto: Honda/Divulgação)

Um carrinho pra lá de simpático que estará pelos corredores do Salão Internacional de Genebra 2019 (de 7 a 17 de março) é o Honda e Prototype. Derivado do Urban EV Concept, o modelo é parte fundamental da visão elétrica da marca para a Europa. Trata-se do primeiro veículo compacto da Honda em uma plataforma elétrica, e a previsão é que sua produção comece já no final deste ano.


O projeto buscou atender às necessidades de um estilo de vida moderno, combinando design, funcionalidade e dinâmica de condução em um pacote de soluções pensado para o ambiente urbano. O design é simples, mas todo focado na funcionalidade, como na coluna A, praticamente alinhada com o vidro, que favorece o desempenho aerodinâmico. Puxadores embutidos e câmeras compactas (em substituição aos tradicionais espelhos retrovisores laterais) acentuam o perfil limpo da carroceria.

(foto: Honda/Divulgação)
(foto: Honda/Divulgação)

Os painéis dianteiros e traseiros pretos com perfis côncavos definem as linhas de design, voltando a atenção aos detalhes do conjunto óptico redondo, além de definir um rosto humano do Honda e Prototype. A tomada para carregamento do veículo está no centro do capô para facilitar o uso em ambos os lados do carro. Um indicador de LED localizado na cobertura envidraçada informa o estado de carga da bateria. O entre-eixos relativamente longo com balanços curtos facilita as manobras em ambiente urbano e proporciona uma condução muito dinâmica e divertida.

(foto: Honda/Divulgação)
(foto: Honda/Divulgação)

MUITAS TELAS O interior é ao mesmo tempo minimalista, luxuoso (como sugere o acabamento em madeira) e futurista, com uma tela que se estende por todo o painel. Os bancos e painéis de porta são em tecido, pensados para oferecer um toque agradável. Apesar das proporções compactas, a Honda garante que o interior é espaçoso, com sensação de conforto e amplitude reforçada pelo piso plano na parte dianteira e traseira da cabine.

O display de instrumentos horizontal é personalizável, repleto de aplicativos e serviços inteligentes, transformando o carro de um mero meio de transporte para um dispositivo totalmente integrado ao cotidiano moderno. Nas extremidades do painel, telas reproduzem as imagens traseiras feitas pelo sistema de espelho com câmeras. O veículo também tem uma câmera traseira que aumenta o campo de visão do motorista.

AUTONOMIA Ainda não há muitos detalhes sobre o propulsor elétrico (torque, potência) e nem sobre o conjunto de baterias adotado neste compacto urbano. Apenas foi adiantado que a autonomia fica em torno dos 200 quilômetros e que são necessários 30 minutos conectado a um carregador de alto desempenho para obter 80% de carga, o que o torna viável para o deslocamento diário. Sobre a experiência ao volante, a Honda garante que o veículo proporciona uma dinâmica de condução divertida, com um motor elétrico potente que traciona as rodas traseiras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade