Publicidade

Estado de Minas

Volkswagen pode lançar nova geração da Kombi

Veículo elétrico tem design inspirado no clássico utilitário da Volkswagen. Será a terceira vez que a marca tenta ressuscitar a Kombi


postado em 06/04/2015 15:12 / atualizado em 07/04/2015 13:56

Conceito Bulli foi apresentado em 2011. Novo veículo pode ser exibido em breve(foto: Volkswagen/Divulgação)
Conceito Bulli foi apresentado em 2011. Novo veículo pode ser exibido em breve (foto: Volkswagen/Divulgação)

 

A Volkswagen Kombi saiu de linha em 2013, após de 56 anos de produção no Brasil, último país onde o modelo clássico foi fabricado. No entanto, o utilitário pode ressurgir numa nova geração, a exemplo do que aconteceu com o Fusca.


VEJA FOTOS DA NOVA KOMBI

A informação é do presidente do conselho de administração da Volkswagen, Heinz-Jakob Neusser. Durante o Salão de Nova York, o executivo revelou ao site britânico Autocar que engenheiros e designers da marca estão trabalhando num novo conceito da Camper Van, como o veículo é conhecido na Europa.

Segundo Neusser, o veículo será elétrico, com baterias alocadas sob o assoalho e com detalhes semelhantes à clássica Kombi. "Em primeiro lugar, a sólida e larga coluna D, em segundo, o design quadrado e em terceiro a frente reta, com pouca distância entre a coluna A e a dianteira", disse ao Autocar.

(foto: Volkswagen/Divulgação)
(foto: Volkswagen/Divulgação)


No próximo dia 15, a Volkswagen vai apresentar na Europa a sexta geração do Transporter. A primeira e segunda geração do veículo foram produzidas no Brasil, sendo que a segunda durou até 2013. As outras nunca foram comercializadas oficialmente no país.

Não é primeira vez que a marca alemã tenta lançar um veículo inspirado na Kombi. Em 2001, a Volks exibiu o Microbus concept em Detroit. Dez anos depois, foi a vez da Bulli, um veículo elétrico apresentado em Genebra. Nos dois casos, o conceito nunca chegou à linha de produção.

(foto: Volkswagen/Divulgação)
(foto: Volkswagen/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade