Gurgel - Marca retorna com estilo oriental

Triciclo chinês é nacionalizado e homologado pelo Denatran, que o classifica como veículo agrícola. Empresa de Belo Horizonte já vendeu mais de 20 unidades do modelo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/09/2006 22:43 Enio Greco /Estado de Minas
Modelo tem sistema de transmissão por correias e caçamba basculante. - Fotos: Juarez Rodrigues/EM - 22/8/2006 Modelo tem sistema de transmissão por correias e caçamba basculante.
Como novo dono da marca Gurgel, o empresário paulista Paulo Emílio Freire tratou de nacionalizar o pequeno triciclo chinês TA-01, substituindo alguns de seus componentes originais, como correias de transmissão, itens do sistema de freios, carroceria e faróis. A cabine feita em fibra de vidro passou a ser produzida em Presidente Prudente e, com o índice de nacionalização de 50%, o empresário conseguiu a homologação do veículo junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) como triciclo agrícola, com motor a diesel de 20hp, velocidade máxima limitada em 60km/h e capacidade de carga de 1.200 quilos.

O curioso é que, no vídeo de divulgação do produto, o veículo, que não tem equipamentos de segurança, é mostrado trafegando em estrada asfaltada em meio a outros carros. Paulo Emílio pretende lançar outros dois triciclos com caixa e motor chineses, com capacidade de carga de 2.500kg e 4.500kg. Mas ele anuncia a construção de uma fábrica em Três Lagoas, na divisa de São Paulo com Mato Grosso do Sul, onde serão produzidos a partir de 2007 os modelos Gurgel. O primeiro deles será o jipe X12.
A logomarca Gurgel está estampada na frente do triciclo. - A logomarca Gurgel está estampada na frente do triciclo.

Em Minas Gerais

Quanto à ausência de itens de segurança no triciclo agrícola, Paulo Emílio garante que cumpriu as exigências do Denatran para a homologação do veículo, que pode trafegar em vias internas de fábricas ou em ambientes rurais. Ele afirma que não houve nenhuma cobrança em relação a itens de segurança, como cintos ou encostos de cabeça nos bancos. O projeto chinês recebeu apenas faróis, pisca, lanternas e buzina.

Em Belo Horizonte, o triciclo agrícola com a marca Gurgel é vendido pela Dynamica Comercial & Técnica, empresa que atua nos segmentos de guindastes, cilindros hidráulicos, bombas e comandos. O superintendente da empresa, Gilberto Soutto Mayor, revela que atua como representante da Gurgel há oito meses e que, desde então, já vendeu 26 triciclos agrícolas. Ele anuncia que pretende fazer algumas modificações no veículo, oferecendo cabine fechada e versões para coleta de lixo hospitalar e guincho. O preço do triciclo é de R$ 16 mil para a versão com caçamba fixa e de R$ 17 mil com caçamba basculante.

Com motor a diesel de bom torque e o câmbio de quatro marchas, o triciclo chega a arrancar de terceira. O painel só tem amperímetro (carga da bateria), que, nos modelos mais novos, foi substituído por horímetro. A suspensão traseira é feixe de mola e o farol é de Uno Mille. Gilberto considera que o triciclo torna-se interessante por ser um veículo de baixo custo na aquisição e manutenção. “Por ser homologado como veículo agrícola, não paga IPVA e ainda pode ser adaptado para receber triturador, gerador e compressor de ar”. (EG)

Serviço
www.gurgelmotores.com.br

Ficha técnica
Motor: Diesel de 20HP com partida elétrica
Consumo: 30km/l
Velocidade máxima: 60km/h
Capacidade de carga: 1.200kg
Direção: Monociclo, que dispensa manutenção e alinhamento
Rodas/pneus: Dianteiro, aro 14 polegadas e traseiro, 6,5 x 16 polegadas
Transmissão: Feita por correias, com câmbio de quatro marchas


Continua no Veja Também (canto superior direito desta página)
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
22 de fevereiro de 2018
07 de fevereiro de 2018