Publicidade

Estado de Minas VOLVO XC40 T5 PLUG-IN HYBRID

Testamos o Volvo XC40 T5 Plug-in, o SUV compacto híbrido cheio de tecnologia

SUV compacto da marca sueca traz a combinação da força de um motor turbo a gasolina e outro elétrico, com bateria recarregável na tomada, além de muita tecnologia e segurança


postado em 21/12/2020 09:32

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
A Volvo segue firmemente no seu propósito de chegar a 2025 com toda a sua linha composta por modelos híbridos ou totalmente eletrificados. No Brasil, a montadora já tem algumas opções, entre elas o SUV compacto XC40 T5 Plug-in Hybrid, que traz um motor 1.5 turbo a gasolina e outro elétrico. Juntos eles despejam 265cv e mais de 40kgfm de torque, proporcionando desempenho empolgante. O modelo conta com baterias que podem ser recarregadas na rede doméstica e funcionando somente no modo elétrico tem autonomia de 47 quilômetros. Traz ainda muita tecnologia para auxílio à condução, sistemas de segurança e entretenimento, com preço similar ao de seus concorrentes com motor a combustão.

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
Por enquanto, o Volvo XC40 T5 Plug-in Hybrid está disponível no Brasil apenas na versão R-Design, a mais completa. O SUV de entrada da marca traz a tecnologia Twin Engine FWD, com os dois motores, tração dianteira e câmbio automatizado de sete velocidades. O caçula da família segue o estilo dos irmãos mais velhos – XC60 e XC90 –, com a frente alongada, capô vincado e grade de barras verticais. Os faróis são full LED, com luzes auto-direcionais, e trazem luz diurna em formato de T, o “Martelo de Thor”, marca registrada da Volvo. Os faróis de neblina também usam LEDs, assim como as lanternas traseiras, que preservam o desenho verticalizado dos SUVs da Volvo.

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
A versão R-Design vem equipada com rodas de 20 polegadas e traz ainda teto solar panorâmico elétrico, que proporciona maior luminosidade ao interior do SUV. O spoiler na traseira dá um toque de esportividade, mas é o único opcional, que custa R$ 3 mil. A visibilidade traseira é comprometida pela coluna C larga e vidro mais estreito, mas a câmera de ré e sensor de estacionamento auxiliam o motorista nas manobras.

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
ACABAMENTO O interior do Volvo XC40 T5 Hybrid tem acabamento sofisticado, com materiais de boa qualidade. Os bancos são revestidos em couro e nobuck, sendo os dianteiros com desenho esportivo, comandos elétricos e prolongamento de assento. O painel tem duas telas em TFT, trazendo todas as informações para o motorista. A tela atrás do volante tem 12,3 polegadas, com instrumentos digitais, e pode ser programada com diferentes configurações, de acordo com a necessidade do motorista. O volante, também revestido em couro, tem comandos para o sistema de áudio, computador de bordo e controlador de velocidade.

A tela do sistema multimídia é tátil e tem nove polegadas, com conectividade pelo Apple CarPlay e Android Auto, de funcionamento intuitivo. O sistema reúne as principais informações do veículo e permite acesso aos modos de condução, além de possibilitar configurações personalizadas, como posicionamento dos retrovisores, luzes internas, fechamento das portas e outros. O modelo conta ainda com sistema de carregamento do smartphone por indução, sem a necessidade de cabos, mas depende do modelo do celular. E para quem dá valor a um bom sistema de áudio, o XC40 Hybrid vem equipado com o Harman Kardon Premium Sound de 600 wats e 13 alto-falantes, garantindo sonoridade agradável aos ouvidos.

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
O espaço interno é ideal para quatro pessoas, sendo que motorista e passageiro da frente vão bem acomodados em bancos que apoiam bem as pernas. No banco traseiro o espaço é bom para que senta nas extremidades, já que no meio o túnel alto no assoalho, o console projetado e o apoio de braço embutido no encosto comprometem o conforto. Além disso, o assento do banco traseiro é curto e não apoia bem as pernas. Os passageiros de trás contam com saídas de ar-condicionado, todos os itens de segurança, incluindo Isofix e Top Tether para fixação e ancoragem de cadeiras infantis.

O porta-malas tem 460 litros de capacidade e traz sistema de abertura e fechamento da tampa por meio de sensor localizado abaixo do para-choque traseiro. Teoricamente, basta passar o pé sob o para-choque para a tampa abrir, mas nem sempre isso acontece da primeira vez e o que era para proporcionar conforto, se transforma em transtorno. O modelo traz ainda uma tecla que, ao ser acionada, trava as portas automaticamente depois que a tampa do porta-malas for fechada, para evitar que o motorista tenha que tirar a chave do bolso, se estiver com as mão ocupadas.

DIRIGINDO Se o conjunto mecânico do XC40 já é interessante quando equipado com motor 2.0 turbo de 252cv, agora na versão híbrida ficou ainda mais. O modelo traz sob o capô o motor 1.5 turbo, a gasolina, de 182,4cv, e outro, elétrico, de 83cv. Juntos produzem 265cv e 43,3kgfm de torque. Ambos atuam em conjunto com o câmbio automatizado de dupla embreagem de sete velocidades, com tração no eixo dianteiro. De acordo com a Volvo, com esse conjunto, o Volvo XC40 Hybrid acelera até 100km/h em 7,3 segundos, com máxima limitada em 210km/h.

Na prática, trata-se de um carro muito interessante, com desempenho empolgante. Com a chave no bolso, basta apertar o botão start e os ponteiros do painel de instrumentos se movimentam, mas não se houve um ruído sequer. É que nessa condição apenas o motor elétrico é acionado e o carro pode partir silenciosamente. Apenas quando você pisa fundo no acelerador é que o carro entende que você precisa de mais potência e, então, liga o motor a combustão. O resultado são acelerações rápidas e retomadas de velocidade seguras, proporcionando uma dirigibilidade bem esportiva.

(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
O modelo tem diferentes modos de condução. No modo Hybrid, os dois motores atuam alternadamente, otimizando a potência e o consumo de combustível. É o modo ideal para o uso cotidiano. Nessa condição, o Inmetro encontrou números de consumo extremamente otimistas, mas o computador de bordo registrou em nosso percurso de teste 12km/l na cidade e 14km/l na estrada. No modo Pure o XC40 anda somente com o motor elétrico, de preferência dentro da cidade, no para e anda do trânsito, que é a condição ideal. Mas nesse modo o carro só tem 47 quilômetros de autonomia, distância que geralmente permite o cidadão ir de casa para o trabalho e depois retornar, gastando bem menos e com zero emissão de poluentes.

No modo Power o SUV é levado a uma condução mais esportiva, com potência e torque máximos, proporcionando acelerações vigorosas. E nessa condição as trocas de marchas são feitas na posição Sport, em rotações mais elevadas. O modo Off Road garante rodagem segura em terrenos fora de estrada, com velocidade entre 20km/h e 40km/h. E no modo Individual o motorista define suas preferências de condução, fazendo os ajustes necessários. As baterias de íons de lítio podem ser recarregadas em estações instaladas em shoppings, com tempo médio de três horas, ou em tomadas residenciais, com carga completa reposta em nove horas.

O modelo conta ainda com a tecla hold, que bloqueia o uso do motor elétrico para economizar a carga da bateria, para ser usada posteriormente. O modelo traz sistemas de condução semiautônoma, como o City Safety, que detecta a presença de pessoas e objetos e chega a acionar o freio para evitar uma batida. Tem ainda Pilot Assist, Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC), sistema de alerta de mudança de faixa, assistentes de partida em rampa e de descida, e assistente de ponto cego.

CONCORRENTES O Volvo XC40 é o único Plug-in Hybrid do segmento de SUV compactos. Ele tem concorrentes equipados apenas com motor a combustão, como o BMW X1 sDrive 2.0, que tem motor de 192cv e custa R$ 264.950. A marca alemã tem uma versão mais potende do X1, axDrive 25i Sport, que tem motor de 231cv, mas com preço de R$ 284.950. Já a Audi tem o Q3 1.4 TFSI na versão Black S Tronic, de 150cv, por R$ 239.990, enquanto a Mercedes-Benz oferece o GLA 2.0 250 Sport por R$ 297.900. Na relação custo benefício, o modelo da Volvo acaba levando vantagem em relação à concorrência.



FICHA TÉCNICA
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)

MOTOR
Dianteiro, transversal, três cilindros em linha, 1.477cm³ de cilindrada, gasolina, turbo, com injeção direta de combustível, que desenvolve potência máxima de 182cv a 5.800rpm e torque máximo de 27kgfm a 1.500rpm; e um motor elétrico de 82cv e 16,3kgfm de torque; potência combinada de 265cv e torque combinado de 43,3kgfm

TRANSMISSÃO

Tração dianteira e câmbio automatizado de dupla embreagem e sete velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, McPherson, com barra estabilizadora; e traseira independente, multilink / 7,5 x 20 polegadas (alumínio)/245/45 R20

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS

A discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com sistema ABS, distribuição da força de frenagem (EBD) e assistente de frenagem de emergência (EBA)

CAPACIDADES

Tanque de combustível, 49 litros; porta-malas, 460 litros; capacidade de carga (passageiro e carga), 517kg

PESO
1.871 quilos

DIMENSÕES

Comprimento, 4,42m; largura, 1,86m; altura, 1,65m; distância entre-eixos, 2,70m; altura em relação ao solo, 21cm

ÂNGULOS
De entrada: 21,7 graus; de saída, 30,4 graus

AUTONOMIA MOTOR ELÉTRICO

47 quilômetros

DESEMPENHO
Velocidade máxima de 210km/h
Aceleração até 100km/h em 7,3 segundos

CONSUMO (*)
Cidade: 24,5km/l
Estrada: 22,3km/l

Dados dos fabricantes
(*) Dados do Inmetro
ND Não disponível


EQUIPAMENTOS
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)
(foto: Jorge Lopes/EM/D.A Press)

DE SÉRIE
Sistema de áudio Sensus by Harman Kardon, com 13 alto-falantes, subwoofer de 600 watts, controles do áudio no volante, uma entrada auxiliar e duas USB, Bluetooth, saída traseira USB de 5V, sistema de navegação Sensus Navigation Pro, Apple CarPlay e Android Auto (via USB), comando de voz, carregador de celular via indução (Wireless), bancos dianteiros com regulagem elétrica e memória para o do motorista, ajuste de extensão do assento, ar-condicionado digital dual zone, teto solar panorâmico elétrico, painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, painel central de LCD com tela tátil de nove polegadas, alerta de colisão frontal, sistema de alerta de mudança de faixa (LKA), sistema de alerta de ponto cego (BLIS) com Cross Traffic Alert, alerta de colisão traseira, sete airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelho para o motorista), sistema de proteção contra lesões na coluna cervical (WHIPS), sistema de frenagem automática (City Safety), sistema de fixação de cadeirinha infantil (ISOFIX), sistema Keyless de travamento, destravamento e partida sem chave, controle de cruzeiro adaptativo (ACC), Pilot Assist, câmera traseira de estacionamento, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, seletor de modos de condução, assistente de partida em subidas (HSA), controle de frenagem em descida (HDC), Volvo On Call, sensor de chuva, sistema de entretenimento e conectividade Sensus Connect, faróis de neblina de LED, faróis full LED com nivelamento automático e luzes direcionais ativa (ABL), faróis com função anti-ofuscante (AHB), rack de teto de alumínio, retrovisores retráteis, rodas de alumínio 20 polegadas, sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS), abertura e fechamento elétrico do porta-malas com função Hands-Free e cabo de recarga da bateria.

OPCIONAL
Spoiler de teto (R$ 3 mil)

 



QUANTO CUSTA?

O Volvo XC40 T5 Plug-in Hybrid é vendido somente na versão R-Design por R$ 264.950. Com o único opcional vai a R$ 267.950.



NOTAS (0 A 10)

Desempenho 10
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 9
Conforto/ergonomia 9
Itens de série/opcionais 9
Segurança 9
Estilo 9
Consumo 9
Tecnologia 9
Acabamento 9
Custo/benefício 8

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade