Testamos o Volvo XC40, o novo utilitário-esportivo compacto da marca sueca

SUV tem o mesmo estilo e algumas tecnologias dos irmãos maiores, com destaque para o conjunto mecânico. Mas banco traseiro com assento curto não é confortável

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/11/2018 14:47 / atualizado em 26/11/2018 16:02 Enio Greco /Estado de Minas

A Volvo ampliou a sua família de SUVs com a chegada do modelo compacto XC40, que veio para completar a linha junto ao médio XC60 e ao grande XC90. Construído sobre a plataforma modular da marca sueca, a Compact Modular Arquitecture (CMA), o “caçulinha” preserva o estilo dos irmãos mais velhos e até algumas tecnologias, como sistemas de condução semiautônoma. O motor é um 2.0 litros, turbo, de 252cv, que trabalha em total sintonia com o câmbio automático de oito velocidades, proporcionando desempenho impecável. Testamos a versão intermediária Momentum, que traz ampla lista de equipamentos de série, mas fica devendo em alguns detalhes.


O XC40 não nega a sua origem, já que suas linhas lembram muito as do XC60 e até do XC90. Produzido em Ghent, na Bélgica, o SUV compacto tem a frente alongada, com capô vincado e grade de barras verticais. Destaque para os faróis Full LED, que contam com luzes auto-direcionais (acompanham o giro do volante), sistema automático para evitar o ofuscamento da visão de outros motoristas, nivelamento de facho automático de acordo com a carga e a tradicional luz diurna em formato de T, o “Martelo de Thor” da Volvo. Os faróis de neblina também usam LEDs, assim como as lanternas traseiras, que preservam o desenho verticalizado dos SUVs da Volvo.

As laterais são musculosas e trazem uma faixa preta na base, que interage com as molduras nas caixas de rodas, nesta versão, de 19 polegadas. Opcionalmente, o modelo pode ser equipado com rodas de 20 polegadas (R$ 13.820) ou 21 polegadas (R$ 18.500). No teto, o XC40 tem duas barras de alumínio, mas não traz teto solar panorâmico nem como opcional. Um deslize para um modelo desse segmento e que não custa barato. O spoiler na traseira dá um toque de esportividade, mas a visibilidade ali é comprometida pela coluna C larga e vidro mais estreito. O problema é resolvido graças à câmera de ré e sensor de estacionamento, que auxiliam o motorista nas manobras.

Leandro Couri/EM/D.A Press

ACABAMENTO
Por dentro, o Volvo XC40 tem acabamento de boa qualidade, mas sem muita sofisticação. Os bancos são revestidos em couro de duas cores: cinza e bege. O painel é feito com plástico mais duro (não é emborrachado), também em duas cores (preto e bege), e ainda traz uma faixa de alumínio. Nas portas, o acabamento é feito com couro e material acarpetado. Tudo muito bem montado, sem frestas exageradas ou peças soltando. Os instrumentos do painel são todos digitais e podem ser visualizados em uma tela colorida de 12,3 polegadas. O volante, também revestido em couro, tem comandos para o sistema de áudio, computador de bordo e controlador de velocidade.

Modelo tem formas volumosas e coluna C larga, o que compromete a visibilidade - Leandro Couri/EM/D.A Press Modelo tem formas volumosas e coluna C larga, o que compromete a visibilidade

O espaço interno é bom para quatro pessoas. Na frente, motorista e passageiro vão bem acomodados em bancos que apoiam bem as pernas e têm abas laterais no encosto, mantendo o corpo bem encaixado. O do motorista tem todos os ajustes elétricos, inclusive lombar, mas não traz o massageador, comum em carros desse valor. O banco do passageiro tem apenas o ajuste lombar elétrico, sendo os outros manuais. No banco traseiro o espaço é bom para que senta nas extremidades, já que no meio o túnel alto no assoalho, o console projetado e o apoio de braço embutido no encosto comprometem o conforto. Além disso, o assento do banco traseiro é curto e não apoia bem as pernas. Os passageiros de trás contam com saídas de ar-condicionado, mas sem o controle da temperatura.

Lanternas com LEDs têm desenho semelhante ao dos SUVs maiores da marca - Leandro Couri/EM/D.A Press Lanternas com LEDs têm desenho semelhante ao dos SUVs maiores da marca

No quesito segurança, o banco traseiro conta com apoios de cabeça e cintos de três pontos retráteis para três pessoas, além de Isofix e Top Tether para fixação e ancoragem de cadeiras infantis. O encosto é bipartido, possibilitando diferentes configurações para o transporte de bagagem. O porta-malas não é o maior do segmento, mas tem bom volume (460 litros), além de trazer uma divisória para o transporte de objetos menores. O estepe de emergência fica abaixo dessa divisória, junto com ferramentas, uma capa e luvas, para não sujar as mãos na troca do pneu furado. Mas a abertura da tampa do porta-malas não é elétrica. O modelo traz apenas uma tecla que, ao ser acionada, trava as portas automaticamente depois que a tampa do porta-malas for fechada, para evitar que o motorista tenha que tirar a chave do bolso, se estiver com as mão ocupadas.

Sistema multimídia Sensus Connect tem tela igual à de um tablet - Leandro Couri/EM/D.A Press Sistema multimídia Sensus Connect tem tela igual à de um tablet

DIRIGINDO O conjunto mecânico do XC40 é, com certeza, um de seus pontos fortes. O motor 2.0 turbo de 252cv esbanja potência, além de ter bom torque em baixas rotações. Na prática, o motor proporciona performance prazerosa, com respostas rápidas às acelerações. Basta pisar no acelerador que o motor responde. Mas se o motorista quiser uma condução mais suave, o propulsor funciona de forma amigável. É um carro bom de dirigir na cidade e na estrada, onde desenvolve bem, com retomadas de velocidade seguras. O câmbio automático de oito marchas cumpre bem a sua função, fazendo as mudanças no tempo certo, sem trancos, e se adaptando ao jeito de dirigir do motorista. Mas, acreditem: o XC40 não tem aletas para trocas de marchas atrás do volante. As mudanças são feitas apenas na pequena alavanca no console. Falha grave!

Assento traseiro muito curto não apoia bem as pernas - Leandro Couri/EM/D.A Press Assento traseiro muito curto não apoia bem as pernas

A tecnologia está fortemente presente no XC40, já que o modelo conta com sistema de tração integral AWD, que faz a correta distribuição da força entre os eixos, garantindo boa estabilidade. O motorista pode optar também por cinco modos de condução com diferentes funções: Eco, para favorecer uma condução mais econômica; Comfort, deixando o carro mais manso e suave; Off-road, para transitar na terra; Dynamic, para uma tocada mais esportiva; e Individual, no qual o motorista ajusta as respostas do motor, o tempo das trocas de marchas, o peso da direção, a resposta dos freios e o controle de estabilidade.

Porta-malas tem compartimento para objetos pequenos - Leandro Couri/EM/D.A Press Porta-malas tem compartimento para objetos pequenos

SEMIAUTÔNOMO O XC40 traz ainda recursos eletrônicos normalmente vistos em carros de segmento superior. O City Safety, por exemplo, atua no freio ao perceber que o carro está prestes a se envolver em uma colisão. Se o motorista se distrai e invade a contramão, entra em ação o sistema de mitigação de pista oposta, que puxa a direção levando o carro para a faixa correta. Ele atua entre 65km/k e 140km/h. O modelo traz ainda sistema de proteção de saída de estrada, sistema de proteção contra impactos laterais e lesões na coluna. Por fim, o XC40 traz ainda o controle de cruzeiro adaptativo (ACC), que permite ajustar uma velocidade e a distância a ser mantida em relação ao veículo da frente. Com isso, o sistema acelera ou freia o carro automaticamente, sem interferência do motorista, que pode reassumir o comando quando quiser.

Além da tecnologia de condução semiautônoma, o XC40 se torna interessante pelo conjunto de itens que oferece. A direção tem boa calibragem tanto para manobras quanto para velocidades mais altas. As suspensões garantem conforto e estabilidade em curvas, e o sistema de freios segura o SUV com toda firmeza. Ele tem motor mais potente em relação aos seus principais concorrentes, além de preço mais baixo. Na prática, o sueco não deve nada para os alemães.


CONECTIVIDADE
O Volvo XC40 Momentum pode ficar devendo alguns itens em sua lista de equipamentos de série, mas compartilha componentes com seu irmão XC60. É o caso do sistema de entretenimento e conectividade Sensus Connect, que tem tela tátil antirreflexo de nove polegadas de LCD. Posicionada na vertical, a tela lembra um tablet, e traz praticamente todos os comandos do veículo. É um sistema multimídia bem intuitivo, que permite o fácil e rápido pareamento de smartphones compatíveis com Apple CarPlay e Android Auto. Para ter o sistema de navegação Sensus Navigation Pro com RSI é preciso desembolsar R$ 6 mil. O modelo traz ainda eficiente sistema de áudio de 250 watts, com subwoofer, Bluettoth, duas entradas USB na frente e uma atrás, carregador de celular por indução e comando de voz. Assim como o XC60, o XC40 conta com o Volvo On Call, sistema que possibilita o contato com assistência 24h, auxílio de emergência e localização, em caso de roubo ou furto. Por meio de seu aplicativo no smartphone, o motorista pode controlar o nível de combustível, trancar e abrir as portas, climatizar a cabine à distância, dar partida remota e enviar destinos para o sistema de navegação.


Motor 2.0 com turbocompressor desenvolve 252cv e garante bom desempenho - Leandro Couri/EM/D.A Press Motor 2.0 com turbocompressor desenvolve 252cv e garante bom desempenho

FICHA TÉCNICA


MOTOR
Dianteiro, quatro cilindros em linha, 1.969cm³ de cilindrada, gasolina, turbo, com injeção direta de combustível, que desenvolve potência máxima de 252cv a 5.500rpm e torque máximo de 35,7kgfm a 1.800rpm a 4.800rpm

TRANSMISSÃO
Tração integral AWD e câmbio automático de oito velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, McPherson, com barra estabilizadora; e traseira independente, multilink / 7,0 x 19 polegadas (alumínio) / 235/50 R19

DIREÇÃO

Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
A discos ventilados na dianteira e na traseira, com sistema ABS, distribuição da força de frenagem (EBD) e assistente de frenagem de emergência (EBA)

CAPACIDADES
Tanque de combustível, 54 litros; capacidade de carga (passageiro e carga), 517kg


Versão Momentum tem rodas de 19 polegadas - Leandro Couri/EM/D.A Press Versão Momentum tem rodas de 19 polegadas

EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE
Carregador de celular via indução (Wireless), comando de voz, sistema multimídia Sensus Connect com tela de nove polegadas, três entradas USB, Bluetooth, integração com smartphone pelo Apple CarPlay e Android Auto, sistema de áudio High Performance com oito alto-falantes e Woofer Air, banco do motorista com regulagens elétricas e memória, bancos com revestimento em couro, ar-condicionado digital com duas zonas e climatização no porta-luvas, painel de instrumentos digital com tela de 12,3 polegadas, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), sistema de frenagem automática, Isofix, sistema de proteção contra impactos laterais (SIPS), sistema de proteção contra lesões na coluna cervical (Whips), sistema de proteção em saída de estrada, sistemas de travamento e prevenção, abertura e fechamento do veículo sem chave, partida do motor sem chave, alerta de colisão frontal, assistente de partida em subidas (HSA), configurador de modo de condução (Drive Mode), controle de cruzeiro, controle de frenagem em descida (HDC), câmera traseira de estacionamento, função start/stop, sensor de chuva, sensor de estacionamento traseiro, sistema de alerta de mudança de faixa (LKA) com assistente de direção, volante com regulagem de altura e distância, Volvo On Call, faróis Full LED com acendimento automático, função anti-ofuscante e nivelamento automático, luzes de condução diurna de LED, barras no teto de alumínio, freio de estacionamento elétrico, rodas de alumínio 19 polegadas, sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS), assoalho do porta-malas rebatível para divisão de bagagens, estepe temporário de emergência e ganchos para sacolas.

OPCIONAL
Rodas de alumínio de 20 (R$ 13.820) e 21 (R$ 18.500) polegadas, spoiler (R$ 1.550), IntelliSafe Assist (R$ 6 mil), sistema de navegação Sensus Navigation Pro (R$ 6 mil).


QUANTO CUSTA?
O Volvo XC40 2.0 é vendido na versão de entrada T4 por R$ 174.950. Ja a versão testada, a 2.0 T5 Momentum, tem preço de R$ 199.950, e a R-Design, R$ 222.950.


NOTAS (0 A 10)
Desempenho 9
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 9
Conforto/ergonomia 9
Itens de série/opcionais 9
Segurança 9
Estilo 9
Consumo 8
Tecnologia 8
Acabamento 9
Custo/benefício 8

Tags: teste vrum volvo xc40 t5 momentum greco

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
04 de agosto de 2018
30 de julho de 2018