Veículos de transporte escolar deverão ter cadeirinha para crianças

Resolução do Conselho Nacional de Trânsito será publicada nos próximos dias. Motoristas precisam se adequar para transportar crianças de até sete anos e meio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/06/2015 20:31 / atualizado em 17/06/2015 20:43 Portal Vrum
A legislação que determinava as regras para o transporte infantil até então só valia para carros de passeio e não para veículos de transporte coletivo - Juarez Rodrigues/EM/D.A.Press A legislação que determinava as regras para o transporte infantil até então só valia para carros de passeio e não para veículos de transporte coletivo

Motoristas de todo o país que fazem transporte escolar deverão adaptar seus veículos para receber crianças de até sete anos e meio. Será publicada nos próximos dias a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que obriga os veículos a terem cadeirinhas para os passageiros.

Segundo o Ministério das Cidades, a obrigatoriedade dos dispositivo de retenção foi decidida na reunião do Contran nesta quarta-feira. De acordo com a legislação, crianças de até um ano devem ser transportadas no "bebê-conforto". Passageiros que têm entre 1 e 4 anos devem ser levados em assento com encosto e cinto próprio. Já as crianças com idade entre 4 e 7 anos devem se sentar em cadeiras de elevação que têm cinto de segurança na altura do pescoço.

A resolução deverá determinar a data para a exigência começar a valer. A legislação que determinava as regras para o transporte infantil até então só valia para carros de passeio e não para veículos de transporte coletivo. Vans, ônibus e táxis que não sejam voltados para o transporte escolar continuarão desobrigados a oferecer a cadeirinha.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
28 de novembro de 2016
24 de novembro de 2016