Honda lança novas motos para segmentos distintos

A marca japonesa lança três novos modelos que usam o mesmo motor de dois cilindros e 500cm3 de cilindrada, o quadro, as rodas e o painel, mas que visam segmentos distintos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/11/2012 14:01 Téo Mascarenhas /Estado de Minas

O modelo CB 500X tem vocação aventureira e banco mais alto - Honda/Divulgação O modelo CB 500X tem vocação aventureira e banco mais alto
 

 

A Honda lançou este mês no Salão de Milão, na Itália, uma nova trinca de modelos equipados com motorização de dois cilindros em linha e 500cm³ de cilindrada, batizadas de CB 500F, CB 500R e CB 500X. Elas dividem praticamente o mesmo conjunto mecânico, porém se destinam a segmentos diferentes. O modelo CB 500F tem visual inspirado na CB 1000R, que já é comercializada no Brasil e tem foco na utilização mista (cidade e estrada). O modelo CB 500R tem desenho baseado na superesportiva CBR 1000RR e a marca japonesa criou até uma Copa CB Júnior na Europa, para incentivar novos pilotos. Já a CB 500X apresenta um formato nitidamente clonado da Crosstourer 1200, que também será comercializada no Brasil.

A trinca se encaixa perfeitamente na linha da montadora no Brasil, que tem um “buraco” entre os modelos NX 400i Falcon (relançado recentemente) e a CB 600F Hornet, tornando-se forte candidata a compor a lista nacional. Em um passado recente, entre os anos de 1997 e 2005, a própria CB 500 foi comercializada no Brasil. Ela era equipada também com um robusto motor de dois cilindros em linha. A nova trinca de modelos resgata o tradicional nome CB 500, mas chega completamente diferente da antiga e com muita tecnologia. O motor (de 471cm³ de cilindrada) é integralmente novo e bastante compacto, pesando somente 52,7 quilos. Quadro, suspensões, freios, painel e outros componentes são igualmente inéditos.

PELADA Com injeção eletrônica, quatro válvulas por cilindro e refrigeração líquida, o motor desenvolve 48cv de potência (a 8.500rpm), 4,4kgfm de torque (a 7.000rpm). O compartilhamento de vários componentes entre as três motos simplifica a logística de produção, facilitando a comercialização em diversos mercados, dentro da filosofia de estabelecer modelos globais. O propulsor compacto e econômico reforça a proposta. O modelo CB 500F é uma naked que pretende oferecer agilidade nos deslocamentos urbanos, além de encarar estradas nos fins de semana. O quadro é feito em tubos de aço com arquitetura do tipo diamante. Trata-se de uma estrutura mais simplificada, mas que garante a rigidez do conjunto, que também é utilizado nas irmãs.

A suspensão dianteira é do tipo telescópica convencional, não invertida, com tubos de 41mm de diâmetro e 140mm de curso. A suspensão traseira é mono, com regulagens e balança de aço. Mais leve e resistente, mas também mais caro, o alumínio só está presente nas rodas, que têm aros de 17 polegadas. Com isso, o peso fica mais elevado: 175,4 quilos a seco e 192 quilos em ordem de marcha, ou abastecida (tanque com capacidade para 15,7 litros). Entretanto, com o banco mais alto (a 790mm do chão), o peso fica parcialmente neutralizado. Os freios são a disco, com desenho wave: na dianteira, 320mm de diâmetro, mordido por pinça de dois pistãos; e na traseira, 240mm de diâmetro, com sistema de segurança ABS (de série).

A naked CB 500f encara o uso cotidiano na cidade e também na estrada - Honda/Divulgação A naked CB 500f encara o uso cotidiano na cidade e também na estrada


AVENTURA O modelo CB 500X pretende cativar a clientela aventureira mais “light”, incluindo na lista de acessórios itens como bauleto traseiro e faróis auxiliares. Para cobrir maiores distâncias, o tanque de combustível comporta 17,3 litros. A altura do banco, porém, sobe para 810mm do chão, assim como o peso a seco, que passa para 178,4 quilos, enquanto o peso com a moto abastecida sobe para 195 quilos. O painel é integralmente digital e igualmente comum aos outros dois modelos quase gêmeos. O conjunto das suspensões, o quadro e o motor são exatamente os mesmos. Porém, o visual e a posição de pilotagem são distintos.

O modelo CB 500R tem carenagem e pretensões esportivas. Para não deixar dúvidas, o visual é baseado na superesportiva CBR 1000RR Fireblade. Para utilização também no dia a dia, além da cilindrada mais modesta, o modelo assume um comportamento muito mais dócil. Ela é equipada com quadro em aço, motor de dois cilindros compartilhado com as outras duas “irmãs”, além de câmbio de seis marchas e freios com o sistema ABS de série, rodas em liga leve e painel digital. A diferença fica por conta da suspensão dianteira (com tubos de 41mm de diâmetro e 120mm de curso), dos pneus com características para asfalto e nos pesos a seco (de 177,4 quilos) e abastecida (195 quilos).

 

O visual esportivo da CB 500R é inspirado na CBR 1000RR Fireblade - Honda/Divulgação O visual esportivo da CB 500R é inspirado na CBR 1000RR Fireblade
 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Ricardo
Ricardo - 28 de Dezembro às 21:21
São bons lançamentos. Motos bonitas e pelo visto bem acabadas. Mas a pergunta que não quer calar é:::::::::.....Qdo teremos um lançamento de uma custon de baixa ou média cilindrada para cobrir a lacuna deixada pela Virago 250 e 535???...Será que nehuma montadora vê essa brecha??????
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Ultimas Notícias

ver todas
23 de agosto de 2015
10 de agosto de 2015
29 de julho de 2015
26 de julho de 2015
14 de julho de 2015