Ford apresenta novo Ford Fusion para o Brasil

Inicialmente, o mercado brasileiro contará apenas com uma versão que tem preço de R$ 112,9 mil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/10/2012 21:07 / atualizado em 18/10/2012 19:18 Pedro Cerqueira /Estado de Minas

Fotos: Ford/Divulgação
De Los Angeles, EUA - É o fim da expectativa. Depois de ter sido apresentado no início do ano no Salão de Detroit, em novembro chega ao mercado brasileiro para pré-venda o Ford Fusion 2013 (a entrega do primeiro lote de 400 carros é esperada para dezembro). O modelo será lançado oficialmente no Salão do Automóvel de São Paulo, simultaneamente com a estreia no mercado americano.

 

Veja mais fotos do novo Ford Fusion!

 

Adeus ao estilo tiozão

As linhas do sedã de luxo já não eram novidade – esportividade aliada à robustez –, tendo como resultado um três volumes com pinta de cupê. O novo Fusion foi inspirado no conceito Evos, apresentado em 2010 na mostra de Detroit. De acordo com a Ford, trata-se de uma evolução da linguagem de design Kinetic.

Além do aspecto estético, o sedã foi esculpido para ter boa aerodinâmica. Para otimizar o fluxo de ar embaixo do veículo foram aplicados defletores. O vidro traseiro, bastante inclinado, trabalha em conjunto com o spoiler e a tampa do porta-malas para reduzir a turbulência. Um sistema que fecha automaticamente a grade frontal nos momentos em que o motor não precisa ser resfriado permitiu reduzir o arrasto em 6%.

Além das linhas, os elementos que se destacam na carroceria são as rodas de 18 polegadas e as lanternas em LED. O uso de tecnologias acessórias ao motor convencional já não é uma tendência, mas uma necessidade para atender as normas de emissões, que são severas em mercados maduros como Estados Unidos e Europa. O Fusion 2013 chega ao mercado mundial rezando essa cartilha.

BLOQUINHO No Brasil, o modelo chega inicialmente na versão Titanium AWD. Sob o capo, o Fusion “vestiu a camisa” do downsizing. O motor Ecoboost 2.0 de quatro cilindros consegue ostentar respeitáveis 240cv de potência e 34,7kgfm de torque graças ao uso de turbocompressor, injeção direta de combustível e duplo comando variável de válvulas. Segundo a Ford, este motor é 20% mais econômico e 15% menos poluente (CO²) que outro convencional na mesma faixa de potência (que teria seis cilindros).

O consumo declarado na cidade é de 8,1km/l e 10,9km/l na estrada. O câmbio automático de seis velocidades oferece opção de trocas manuais por paddle-shifts. A tração integral proporciona mais estabilidade. A suspensão traseira é do tipo multilink, que permite conciliar conforto e dinamismo com mais eficiência. As dimensões do sedã são 4,87 metros de comprimento, 1,91m de largura (sem retrovisores), 1,48m de altura e 2,85m de entre-eixos. O porta-malas tem volume de 453 litros. Seu peso  é de 1.689kg.

DE SÉRIE O pacote de itens de conforto e conveniência é grande e tudo é de série, incluindo navegador, sistema premium de som, direção elétrica, assentos em couro, bancos dianteiros com ajuste elétrico, assistente de estacionamento, chave com perfil configurável, freio de estacionamento elétrico, abertura externa das portas por teclas, ar-condicionado, teto solar elétrico, telefonia e tela de 8 polegadas em alta definição. No interior, com materiais de acabamento como black piano e aço escovado, as superfícies são do tipo soft touch.

A segurança também foi levada a sério: oito airbags (frontais, laterais, cortina e joelho), freios ABS, controle eletrônico de tração e estabilidade, cintos de segurança com pré-tensionadores e limitadores de carga, câmera traseira, monitoramento de pontos cegos, farol alto automático, assistente de partida em rampa, monitoramento da pressão dos pneus, piloto automático adaptativo com alerta de colisão e acionamento dos freios, além de sistema de fixação de assentos infantis.

QUANTO CUSTA? O Fusion 2013 Titanium AWD será vendido por R$ 112.990. A Ford espera vender 1,3 milhão de unidades por ano em mais de 160 países. Chamado em alguns mercados de Mondeo, o sedã será fabricado em cinco plantas pelo mundo. O projeto foi desenvolvido por uma equipe multicultural, incluindo profissionais brasileiros. No Brasil, a linha Fusion ganha reforços em 2013 com a chegada da versão equipada com motor 2.5 flex e a versão 2.0 Titanium FWD em março, e o híbrido (não o híbrido plug-in!) em abril. Mas isso é outro capítulo.

Tags: brasil

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Renan
Renan - 17 de Outubro às 09:21
Ficou bonitão. Vamos ver se eles não estragam tudo com um preço absurdo para o híbrido.
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
27 de julho de 2015
25 de julho de 2015
24 de julho de 2015